Natal em Paris

Nosso Natal é festivo, quentinho e você não imagina como este último detalhe é fundamental.

Em Paris, durante anos sofri a nostalgia das noites de fim de ano quentes, jantares em ambientes externos perfumados pela dama da noite, roupas leves, coupe de champagne, família querida, amigos chegados. O paraíso.

O festivo aqui adquiriu, para mim, aspecto diverso. Evitei o erro da tentativa improvável da cópia dos natais brasileiros e embarquei em festividades culturais e gastronômicas. Do antigo, sobrou somente a coupe de champagne, francesa e Ruinart.

Então, como posso ajudá-los a passar Natal em Paris?

Opera Garnier. Foto: Sérgio T. Gonçalves

Opera Garnier. Foto: Sérgio T. Gonçalves

Reservem – rápido – um espetáculo, de preferência nas Óperas da cidade.

Em seguida reservem um restaurante e se puderem, um bom. Abaixo algumas dicas de restaurantes bons, alegres e abertos no Natal.

Lapérouse

Lapérouse

. Restaurante Lapérouse, nas margens do Sena em Saint Germain. Um festa constante desde o século XVIII.

Restaurante Hotel Coste

Restaurante Hotel Costes

 

. Restaurante do Hotel Costes, na rue Saint Honoré perto do Louvre. Um dos endereços mais elegantes e frenéticos da cidade. Os preços não são excessivos apesar da fama do Costes.

Fouquet's

Fouquet’s

. Brasserie Fouquet’s, na avenida Champs Elysées. Tradicionalmente alegre, uma referência histórica. No site deles vocês podem ver os preços dos cardápios.

Café Français

Café Français

. Brasserie Café Français, na praça Bastille. Brasserie do grupo Costes, recém inaugurada, bela decoração, cozinha honesta. Grande e agitada, como toda boa brasserie. A brasserie não possui site. Telefone para reservas: 33- (0) 1 40 29 04 02.

Aí estão quatro endereços nos principais pontos de Paris: Saint Germain, Louvre, Champs Elysées e Bastille. Nos respectivos sites oficiais não encontrei os menus de Natal. Se eles não publicarem até meados de dezembro sinal que os preços são os mesmos do cardápio do todos os dias. Verifiquem antes da reserva.

Temos no blog muitas dicas de restaurantes mais baratos. Escolhemos os acima porque Natal é uma data especial e consideramos que talvez estejam procurando dicas especiais. Mas o ambiente pode ser também festivo em pequenos restaurantes mais baratos como os vários indicados aqui na categoria Comer e Beber. O único problema é que pequenos bistrôs e restaurantes de bairro fecham nos dias 24 e 25 de dezembro. E também no Reveillon e dia 1 de janeiro. Os acima citados ficam abertos nas festas de fim de ano. Mas repito que  não encontrei os menus especiais para Natal e Reveillon.

Reserva para as Operas de Paris clicando aqui.

Reserve o Lapérouse aqui.

Reserva no Coste aqui.

Reserva para o Fouquet’s aqui.

restaurantesConheça o guia do Conexão Paris Restaurante e Outras Delícias, à venda na nossa lojinha. O guia traz uma seleção  dos melhores restaurantes da cidade, além de queijarias, patisseries, caves, bares etc.

 

 

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

44 pitacos, participe desta conversa

  1. Lia disse:

    Boa noite, vou para Paris do dia 22/12 a 27/12, vocês tem alguma dica de restaurantes com preços acessíveis tanto para as refeições normais, quanto para a ceia de Natal ? Obrigada

  2. Mariana Barasuol disse:

    Olá, vou passar o Natal este ano em Paris e na noite do dia 24 faremos o passeio com jantar no bateaux mouches. Gostaria de saber qual o traje? Que tipo de roupa eu e meu noivo devemos usar?
    Abraços

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Mariana, a empresa de passeios deve especificar no ingresso/reserva o traje. Imagino que será algo um pouco formal mas nem tanto: nada de bermuda, camiseta, tênis mas também não há necessidade de terno e gravata.
      Abraços.

  3. Telma disse:

    Boa tarde,

    Gostaria de parabenizá-los pelo excelente guia, adorei e utilizaremos ele muito quando chegarmos em Paris.
    Adorei a dica da Opera e compramos ingressos pro dia 25/12 para ver um ballet, vc sabe me informar se na Opera Bastille exigem trajes de gala ou podemos ir com roupa normal?

    Obrigada

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Telma, não é necessário ir de roupa de gala. Vá vestida como se você estivesse indo jantar em um restaurante bacana da sua cidade.
      Abraços.

  4. Denise Cardoso disse:

    Oi Rodrigo, a partir de que mês os ingressos para estes espetáculos de Opera e Ballet começam a ser vendidos? Crianças são bem vindas?

    E para o concerto na Saint Chapelle, precisamos comprar ingressos? Onde e como compramos?

    Obrigada pela ajuda

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Denise, você tem que ir monitorando o site da Opéra de Paris (http://www.operadeparis.fr). Não há restrição quanto à crianças mas acho que elas não se adaptam bem aos espetáculos.
      Compre ingressos para os concertos na Sainte Chapelle no site da loja FNAC. O inconveniente é que você terá que ir até uma loja física para retirá-los.
      Abraços.

  5. juliana disse:

    Boa tarde!
    Vou passar o natal em paris este ano com meu namorado e um casal de amigos. Gostaria de saber o que abre no dia 25 de dezembro e principalmente se haverá restaurantes abertos neste dia. Acha que ir a montmartre é uma boa opção? Será que os restaurantes e a sacre coeur estarão abertos?
    Obrigada!!
    Juliana

  6. Melissa Alves de Toledo disse:

    Oi Lina, obrigada pelas valiosas informações do blog, gostaria de saber sobre o restaurante da Torre Eiffel, se é bom? Se vale a pena ir? Onde posso fazer reservas? Muito obrigada

  7. França disse:

    Querida Lina, ocorreu um fato lamentável que queria noticiar: há um mês fiz reserva no Laperouse para o Natal, quando vigorava o cardápio regular do restaurante (até enviei e-mail na época para me certificar de que iriam usar aquele cardápio – viável – no 24/12). Contudo, agora no sábado dia 21/12, telefonaram do restaurante para informar que compuseram um menu especial por 180 euros por pessoa, e que eu deveria pagar ou desistir da reserva pois havia lista de espera. O jantar é para mim e meus 2 filhos, e eu não esperava uma conta de 540 euros para o jantar (a cotação está alta, voltei ontem de uma viagem interna caríssima, moro em Paris mas recebo em reais, para mim tais despesas são rotineiras, não excepcionais). Cancelei a reserva e eles ficaram nitidamente satisfeitíssimos! Contudo, como somente recebi a notícia apenas no sábado 21, praticamente “véspera” do Natal, não encontro outro restaurante para reservar, e passarei o Natal em casa – tivessem me avisado quando fiz a reserva, ou ao menos com uma semana de antecedência, ainda conseguiria me recompor. Resolvi narrar o ocorrido porque acredito que muitos brasileiros fizeram reserva através da recomendação de seu post (isso pode até ter motivado a súbita idéia do restaurante se aproveitar da procura! – oportunismo que revela uma certa falta de honestidade nos negócios, o cliente não pode confiar na política do restaurante). Um abraço, obrigada por todas as sugestões, e Feliz Natal!

    • Lina disse:

      França

      Lamentável o ocorrido. Sinto Muito.
      A direção do restaurante foi no mínimo mal educada.
      Agradeço seu relato porque nunca poderia imaginar que um restaurante tão tradicional pudesse ter este comportamento.
      Feliz Natal para você também.

  8. LILIANE TEIXEIRA disse:

    Estive no Restaurante Costes e amei aquela badalação e o tom do vermelho na decoração!
    Uma idéia bacana é ver um concerto de natal na Saint Chapelle, é de arrepiar e chorar, lógico!
    Muito emocionante, imperdível !

  9. Marcia disse:

    Já assiste diversos espetáculos na Opera Garnier na platéia e foi confortável. Os balés são ótimos, um recital é uma ótima pedida e as óperas depende do gosto.

  10. Madá disse:

    Lina, esse post está maravilhoso. Seu texto com o lado pessoal informa e diverte. Os comentários também estão muito bons.
    Em relação ao Fouquet’s, meus pais estiveram lá para o Reveillon há 4 anos. Adoraram a comida, mas ver a confusão da Champs Elysées pela varanda e tentar voltar para o hotel foi tenso. Imagino que no Natal seja mais tranquilo.

  11. Josi disse:

    Lina talvez não saiba, mas “salvou” meu Natal em Paris. Em 2009 estive lá com meu marido, sogra e cunhada e, para comemorar esta data especial, não sabíamos muito bem o que fazer, já que muitos lugares fecham e o frio é intenso. Ficamos com medo que o Metrô não funcionasse até tarde ou fosse difícil pegar táxi. Então, escrevi ao blog solicitando dicas e por indicação do Conexão fomos assistir ao ballet “Banche Neige” no teatro Palais de Chaillot, situado no Trocadero. O lugar em si só já é demais, além de quentinho, tem uma belíssima vista da Torre Eiffel, e é possível saborear umas taças de vinho antes do espetáculo no bar do anfiteatro. Achei que a apresentação pudesse ser muito “alternativa”, mas ao contrário, foi incrível! Para fechar com chave de ouro a noite de Natal, compramos no dia anterior algumas comidas típicas (queijo, vinho, torta doce, croissant, etc) e fizemos nossa ceia no quarto do hotel mesmo, na tradição familiar. Foi uma ótima opção por um preço camarada, já que o frio é grande nesta época e ficar circulando em lugares abertos até tarde pode ser duro para quem não está acostumado.

  12. eymard disse:

    Assinatura de Lina: um coupe de champagne! Voilá, no trem ou na Opera. E viva a vida. Sim. Nunca se deve comparar o Natal tropical com o Natal europeu. Muitas pessoas viajam para Paris, no Natal e Ano Novo esperando grandes festas. Não é o caso. Isso não quer dizer que não possa ser divertido e aconchegante. Perfeito, Lina. Um espetáculo + jantar. Quanto a Jaqueline, que pena que a experiencia dela na Garnier não foi boa. As cadeiras, de fato, são pequenas (imagina para mim). Mas um bom espetáculo na Garnier, compensa o desconforto da cadeira. Tem que entrar no clima do ambiente e relaxar. De preferencia com uma boa escolha da peça. Nunca aconselho ir a Opera sem, antes, saber exatamente o que esta indo ver. Ha algumas apresentações experimentais que não são faceis. Mas, em geral, nas Operas mais populares ou nos concertos e ballets mais conhecidos, o ambiente (como um todo) compensa sair do hotel para ganhar algumas horas para aliviar a alma.

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.