Conexão Paris: as melhores dicas de Paris e da França

Feminização dos nomes de ruas em Paris

Feminização dos nomes das ruas de Paris

Feminização dos nomes das ruas de Paris

Dia 25 de agosto, após o escurecer, um pequeno grupo de militantes rebatizou os nomes das ruas do centro de Paris.

Em algumas horas a rue Massillon se tornou rua Camille Claudel, a Ponte Saint Michel foi nomeada Ponte Toni Morisson e o cais da Notre Dame recebeu o nome de Nina Simone.

Este ato feminista foi organizado pela associação Osez le Feminisme e se chamou Femicité. O feminino no centro de Paris, na ilha Cité.

Feminização dos nomes de ruas de Paris

Feminização dos nomes de ruas de Paris

As militantes partem da seguinte constatação: mais do que simples indicadores para que possamos nos situar nas cidades, os nomes de ruas, pontes e lugares são também testemunhos da História. Eles formam nossa memória coletiva. Os nomes das ruas representam uma mensagem que a cidade quer propagar.

Praça Charles de Gaulle, Paris

Praça Charles de Gaulle, Paris

Paris possui um número elevado de ruas com nomes de soldados e oficiais: este fato ilustra o passado combativo e corajosa da cidade. A Inglaterra privilegia a memória do Império Britânico. Na Alemanha, os filósofos e compositores são valorizados.

O ato do dia 25 teve por objetivo denunciar o fato que somente 2.6% das ruas de Paris possuem o nome de uma mulher ilustre.

Ignorar que as mulheres fazem parte da História é perpetuar os estereótipos patriarcais, é fechar a mulher no espaço doméstico e negar sua importância na vida pública do país.

Nome de rua rebatizado

Nome de rua rebatizado

A história francesa é cheia de cientistas, escritoras, militantes, artistas que merecem o reconhecimento do país.

As manifestantes pedem à prefeita de Paris, Anne Hidalgo, o mesmo número de mulheres do que de homens nas ruas de Paris. Pedem também que um nome de mulher seja atribuído à uma grande praça ou à um grande imóvel público. A quantidade por si só não resolve o problema. Simbolicamente é importante que um espaço público de grande visibilidade tenha o nome de mulher. E a atribuição sistemática de um nome de mulher a todos os novos prédios da prefeitura como universidades, hospitais, liceus, teatros, piscinas.

Site do Femicité.

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.
Seja o primeiro a dar um pitaco
Deixe seu pitaco

“Dezonagem” das recargas para cartão Navigo

O cartão Navigo é um passe destinado aos utilizadores frequentes do transporte público que moram ou trabalham em Île de France, quer dizer, Paris (zona 1) e sua periferia (zonas 2 à 5). O Navigo Découverte é uma versão desse passe destinada a qualquer pessoa que vá utilizar o transporte público por um curto período de tempo – turistas, por exemplo. Esses cartões são os suportes físicos.

Guichê estação de metrô

Guichê estação de metrô

Após a compra do cartão é preciso “enchê-lo” com uma das recargas disponíveis: semanal ou mensal. A recarga mensal é válida a partir do primeiro dia do mês. A semanal é válida de segunda a domingo da mesma semana.

O Navigo Découverte pode ser comprado nos guichês das estações de metrô e na loja da SNCF no Terminal 2 do aeroporto CDG. O cartão custa 5€ e você deverá colar nele a sua foto de tamanho 25 x 30mm (traga a foto).

Com relação às recargas, a boa notícia é que a partir de hoje (para as mensais) e a partir do dia 07 de setembro (para as semanais) elas serão “dezoneadas”. Isso quer dizer que, com a tarifa que até ontem só dava direito às zonas 1 e 2, agora é possível se locomover livre e ilimitadamente nas zonas 1 à 5. Isso inclui a rede de metrô, ônibus, trem RER e tramway. A recarga semanal custa 21,25€ e a mensal, 70€.

Dentro desses valores é possível usar o transporte público ilimitadamente em Paris (zona 1) como também ir e voltar de Versailles (zona 4), dos aeroportos de Orly (zona 3) e Charles de Gaulle (zona 5), da Disney (zona 5), do outlet La Vallée Village (zona 5), entre outros.

O Navigo Découverte com a opção recarga semanal é mais barato, por exemplo, que os passes Paris Visit para 2, 3 ou 5 dias para as zonas 1 à 5.

Leia também:

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.
Últimos pitacos (3/16), ver todos os comentários
  • "Rodrigo, o Castelo de Fontainebleau está dent ..."

    Amaury
  • "Olá, eu tenho o Navigo normal... de quem habi ..."

    Leide Gouveia
  • "Nick, obrigado pela informação. Irei verifica ..."

    Rodrigo Lavalle
Deixe seu pitaco

Gastronomia das regiões francesas: Provence

Nosso artigo de hoje é sobre a gastronomia da Provence e da Côte d’Azur. Ele é o segundo artigo da nossa série Gastronomia das regiões francesas. O primeiro foi sobre a gastronomia da Bretanha, da Normandia e da Alsácia (leia aqui). Nós consideramos que um dos prazeres da viagem é a descoberta gastronômica, a busca […]

Leia mais →

Passeio de barco pelo rio Sena em Paris

Vale a pena passear de barco pelo Rio Sena? Sim, para quem está vindo a Paris pela primeira vez, é um passeio lindo, que vale a pena. Primeiro porque, ao percorrer o rio, você passa diante dos principais monumentos e pontos turísticos da cidade: Torre Eiffel,  Invalides, Musée d’Orsay, Grand Palais, Louvre, Place de la Concorde, […]

Leia mais →

Onde comprar euros?

Com a alta constante do euro em relação ao real, muitos leitores têm nos perguntado se vale mais a pena comprar euros aqui em Paris ou aí no Brasil. A resposta invariavelmente é: pesquise. Foi o que nós fizemos. Nossa simulação foi feita hoje, dia 28/08/2015, às 11:00 em Paris (6 da manhã no Brasil). Para saber […]

Leia mais →
4468 posts