Como ficaram os limites para bagagens despachadas nos voos do Brasil para a Europa? E o que mudou no caso do extravio de bagagens?

No dia 13 de março de 2017 a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) publicou novas regras sobre – entre outros assuntos – franquias, extravio e limites para bagagens despachadas em voos nacionais e internacionais.

Limites para bagagens em voos internacionais (foto:no Shutterstock)

Voos nacionais

No caso dos voos nacionais (dentro do Brasil), a maioria das companhias aéreas aboliu a franquia de bagagem despachada, ou seja, agora é preciso pagar por isso. O preço por bagagem de até 23kg despachada pode variar de 30 a 80 reais, dependendo da companhia e de como a compra foi feita – no momento da compra da passagem, com antecedência ou no momento do embarque.

Já o limite de peso da bagagem de mão (cabine) aumentou. Agora, todas as companhias aéreas devem autorizar, sem cobrança extra, uma mala de mão de até 10kg.

Para informações mais precisas consulte o site das companhias aéreas.

Voos internacionais

Vejamos as mudanças nos limites para bagagens despachadas implementadas pelas 3 principais companhias aéreas usadas pelos leitores dos Conexão Paris em voos internacionais saindo do Brasil com destino à Europa:

Air France

  • Para passagens emitidas até 26 de setembro de 2017, ainda é possível despachar, sem custo extra, 2 bagagens de até 32 kg cada.
  • Para passagens emitidas a partir de 27 de setembro de 2017 nas classes Economy ou Premium Economy (para viagens de ida e volta cujo primeiro voo decola do Brasil), é possível despachar, sem custo extra, 2 bagagens de até 23 kg cada.
  • A bagagem de porão pode medir, no máximo, 158 cm (largura + altura + comprimento) com bolsos, rodas e alças incluídos.
  • Em todo voo Air France é possível levar, sem custo extra, 1 bagagem de mão + 1 acessório (bolsa, por exemplo), com peso total de 12 kg.
  • A bagagem de mão pode medir, no máximo, 55 x 35 x 25 cm com bolsos, rodas e alças incluídos.

Para mais informações clique aqui e acesse o site da Air France.

Latam

  • Se o seu voo foi comprado antes do dia 18 de maio de 2017 e tem origem na América do Sul, o limite de bagagem despachada, sem custo adicional, será de 2 peças de até 32 kg cada na classe Economy3 peças de até 32 kg cada nas classes Premium Business ou Premium Economy.
  • Em voos entre a América do Sul e a Europa, você pode despachar, sem custo adicional, até 2 peças de 23 kg cada na classe Economy ou até 3 peças de 23 kg cada nas classes Premium Business ou Premium Economy.
  • A bagagem de porão pode medir, no máximo, 158 cm (largura + altura + comprimento).
  • Em voos internacionais de/para o Brasil na classe Economy, o limite para a bagagem de mão é de 10 kg.
  • A bagagem de mão pode medir, no máximo, 55 x 35 x 25 cm com bolsos, rodas e alças incluídos.
  • Além da bagagem de mão você pode levar também um artigo pessoal – bolsa ou mochila, por exemplo – cujas dimensões máximas devem ser 45 x 35 x 20 cm (comprimento, altura e largura).

Para mais informações clique aqui e acesse o site da Latam.

TAP

  • Se o seu voo foi comprado até o dia 31 de julho de 2017, independentemente da data da viagem e do tipo de tarifa, o limite de bagagem despachada, sem custo adicional, será de 2 peças de até 32 kg cada.
  • Os voos comprados a partir do dia 1° de agosto de 2017 na tarifa mais barata da TAP (chamada Discount), não possuem franquia de bagagem. O passageiro terá que pagar 45 euros (se comprado antecipadamente) para despachar uma mala de até 23kg. Esse valor sobe para 80 euros se a compra for feita no momento do check-in.
  • Para as outras 3 tarifas de passagens da classe econômica os limites de bagagens que podem ser despachadas sem custo adicional são: tarifa Basic, 1 mala de até 23 kg; tarifa Classic, 2 malas de até 23kg e tarifa Plus, 3 malas de até 23kg.
  • A bagagem de porão pode medir, no máximo, 158 cm (largura + altura + comprimento).
  • O limite de bagagem de mão é uma peça de até 8 kg (55 x 40 x 20 cm) mais um item pessoal de até 2 kg (40 x 30 x 15 cm).

Para mais informações clique aqui e acesse o site da TAP.

Lembrando que nos voos internos pela Europa (com exceção dos voos em conexão) as passagens com tarifas menores e aquelas de empresas low cost (Easyjet, German Wings, Vuelin etc) só dão direito a uma bagagem de mão (peso máximo de 10kg). Em algumas, como a Ryanair, não é possível nem mesmo levar uma mala de cabine e uma bolsa. Toda bagagem a ser despachada deve ser paga à parte, de preferência no momento da compra da passagem.

limites para bagagens despachadas

Limites para bagagens em voos internacionais (foto: Catwalk Photos no Shutterstock)

Extravio

O prazo para devolução de bagagem extraviada e o valor da indenização a ser paga ao cliente também sofreram alterações.

Em voos internacionais esse prazo de devolução foi reduzido de 30 para 21 dias. Não sendo localizada e entregue nesse prazo, a companhia aérea deverá indenizar o passageiro em até 7 dias, no limite de 1.131 DES (Direito Especial de Saque, cerca de 5.200 reais).

Além disso, dentro do seguro de viagem, também chamado seguro saúde e repatriamento (um dos documentos necessários para entrar na França/Europa, clique aqui e leia nosso artigo sobre o assunto) existe a cobertura no caso de bagagem extraviada. O pessoal do site Seguros Promo nos esclarece algumas dúvidas com relação a essa cobertura:

1) No seguro de viagem existe alguma cláusula sobre o extravio de malas? Sim, toda seguradora disponibiliza as condições gerais do contrato para o cliente, onde cita sobre cada cobertura, inclusive essa.

2) Como funciona a cobertura em caso de bagagem extraviada?
A companhia aérea reembolsa o cliente um valor referente à bagagem extraviada. Cada uma tem a sua regra mas, de forma geral, elas reembolsam 20 dólares por quilo.
No caso das seguradoras, existem duas formas de cobertura para extravio de mala:
  • Uma delas é a complementar, onde a seguradora irá complementar o valor que a companhia aérea pagou ao cliente, até o valor máximo da cobertura contratada. Por exemplo: se uma bagagem de 23 kg for extraviada, a companhia aérea irá reembolsar ao cliente 460 dólares (23 kg x 20 dólares/kilo). A seguradora irá reembolsar o restante até o valor da cobertura contratada. Em uma cobertura de 1.200 dólares, ela irá reembolsar ao cliente mais 740 dólares.
  • A outra forma de cobertura para extravio de bagagem é a suplementar, onde a seguradora irá pagar um valor para o cliente independente do valor que a companhia aérea reembolsou. Sendo 40 dólares por quilo o valor máximo. Algumas seguradoras pagam ao cliente o mesmo valor que a companhia aérea pagar, no valor máximo de 1.200 dólares. Ou seja, se a companhia pagar 1.000 dólares, a seguradora pagará também 1.000 dólares; se pagar 500, ela pagará 500.
  • Otras seguradoras tratam o pagamento da cobertura suplementar da seguinte forma: independente do valor que a companhia aérea pagar ao cliente, ela irá reembolsar os 40 dólares por quilo até o valor máximo de 1.200 dólares. Então, se uma bagagem de 23 kg for extraviada, a seguradora irá pagar ao segurado 920 dólares independente do valor que ele receber da companhia aérea.

3) Como é feito o reembolso? O reembolso é feito até 30 dias após o envio de toda documentação solicitada pela seguradora na conta do segurado.

Fica sempre o lembrete: consulte as condições gerais da seguradora antes de finalizar a compra. Dessa forma você pode conhecer o seguro que está adquirindo e se informar melhor sobre suas coberturas e riscos excluídos.

Seguros Promo

No site Seguros Promo, você pode comparar os preços de várias empresas seguradoras e contratar online o seu seguro de viagem. Para os leitores do Conexão Paris, a empresa está oferecendo um desconto. Para obtê-los, basta inserir o código CONEXAO5 no campo “VOUCHER DE DESCONTO” na tela de pagamento. Saiba mais sobre a Seguros Promo e o desconto clicando aqui.

Leia também:


limites para bagagens despachadasAcesse o site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.