Nossos arquivos contêm informações preciosas sobre os restaurantes de Paris. Para facilitar a pesquisa dos leitores os classificamos por bairros (arrondissements) e por categorias como Bom e Barato, Gastronômico, Com vista, Bistrô, Romântico, Tradicional, Vegetariano… e outras mais. Mas nunca tínhamos feito uma seleção dos Restaurantes mais Antigos de Paris.

Hoje publicamos a lista dos 10 endereços histórios, centenários, bonitos e bem situados. Faz parte da seleção os restaurantes que testamos e aprovamos. A lista é heterogênea incluindo restaurantes gastronômicos e caros, bistrôs e brasseries mais populares e baratas, casas de chá e bares.

Restaurante La Tour d'Argent

Restaurante La Tour d’Argent

1. Tour d’Argent

O mais antigo de todos, criado em 1582, um dos mais bonitos e tradicionais restaurantes de Paris. Para completar, ele entra também na lista dos Restaurantes com Vista. Perfeito. Uma refeição no Tour d’Argent é sempre um acontecimento feliz, pela gentileza do pessoal, pelos detalhes que nos proporcionam prazer e pela qualidade da cozinha. E se estamos nas mesas próximas da janela, temos a vista da Notre Dame, do Sena e de Paris para adicionar algo mais. O Tour d’Argent é mais que um restaurante histórico, ele adquiriu o status de mito. Clique aqui e leia nosso artigo sobre o Tour d’Argent.

O Tour d’Argent é um dos poucos restaurantes que oferece, como sobremesa, uma perfeita e deliciosa crepre suzette. Crepres preparadas diante do cliente, perfumadas com os licores Mandarine Impériale e Cointreau e flambadas com conhaque Grand Marnier. Elas são ligeiramente crocantes e temperadas no ponto exato da perfeição.

O restaurante é caro, mas no almoço eles oferecem um menu com entrada+prato+sobremesa por 85 euros.

15 Quai de la Tournelle, 75005 Paris. De 12h30 a 14h e de 19h a 22h. Fechado domingo e segunda.

Brasserie Le Procope

Brasserie Le Procope

2. Le Procope

Le Procope data de 1686 e é considerado, às vezes, como sendo o mais antigo restaurante de Paris. Mas um século o separa do Tour d’Argent. Le Procope é uma brasserie do Quartier Latin e endereço turístico hiper conhecido. Não é um dos nossos favoritos, mas reconheçemos que a sua idade o torna imponente. Como quase toda brasserie ele fica aberto o dia todo, das 11h30 até meia noite. Uma qualidade a mais. Agora no inverno, peça uma sopa de cebola. Preço: 9 euros.

Clique aqui para reservar uma mesa no Le Procope.

3 rue de l’Ancienne Comédie, 75006 Paris. Aberto todos os dias o dia todo.

Restaurante Lapérouse

Restaurante Lapérouse

3. Lapérouse

Fundado em 1766, o restaurante Lapérouse possui uma localização ideal, nas margens do Sena e diante da ilha Saint Louis. Sua história possui momentos sulfurosos, o que aumenta o charme deste endereço emblemático de Saint Germain. Vale a pena você ler a história do Lapérouse contada neste artigo aqui. O restaurante é caro. Os preços dos pratos principais variam entre 35 e 50 euros. Lapérouse possui um bar com poltronas vermelhas, à altura da sua fama. Vale a pena entrar e tomar uma coupe de champagne. Se você reservar uma mesa, aconselhamos como sobremesa o “souflé Lapérouse” que custa a bagatela de 25 euros, mas é servido há mais de 100 anos. Trata-se de um suflê com praline acompanhado por molho de caramelo.

Clique aqui para reservar uma mesa no Lapérouse.

51 Quai des Grands Augustins, 75006 Paris.

Restaurante Grand Véfour

Restaurante Grand Véfour

4. Le Grand Véfour

Le Grand Véfour « mora » no secreto jardim Palais Royal desde o ano 1784. Hoje, sem dúvida alguma, ele é um dos melhores e mais bonitos restaurantes de Paris. Seu chef Guy Martin, reconhecido mundialmente, atrai gourmets do mundo inteiro. O restaurante guarda sua decoração original, um caso quase único. As mesmas paredes e o mesmo teto decorados com folhas de outro, espelhos e pinturas acolhem os clientes desde o século 18. Vale a pena você ler nosso artigo relatando nossa refeição no Grand Véfour (clique aqui).

O cardápio muda de acordo com as estações, mas apresenta sempre as especialidades do chef :

. Ravioles de foie gras, crème foisonnée truffée (ravioles de foie gras, creme trufado) 98 €

. Parmentier de queue de bœuf aux truffes (rabada trufada e servida em foma de parmentier) 112 €

. Pigeon Prince Rainier III (pombo Príncipe Ranier III) 128 €.

No almoço, um menu servindo entrada+prato+queijo+sobremesa custa 115 euros.

17 rue de Beaujolais, 75001 Paris. De 12h30 a 14h et de 20h a 22h. Fechado sábado e domingo.

La Closerie de Lilas

La Closerie de Lilas

5. La Closerie des Lilas

Inaugurada em 1847, esta é uma das mais famosas brasseries de Montparnasse. Ela passou por altos e baixos, por mudança de proprietário e continua com seu charme habitual. Instalada no final do Jardim Luxembourg ela serve de ponto de passagem entre três bairros de Paris: o 5ème, o 6ème e o 14ème. A Closerie possui um passado famoso decorrente da fama dos seus clientes. Clique aqui e leia nosso artigo chamado Em Paris com Hemingway.

A Closerie des Lilas possue três espaços diferentes.

. restaurante gastronômico com mesas na varanda coberta. Seu prato mais famoso é o filet Hemingway flambado diante do cliente. Preço 46 euros. Menu no almoço com entrada+prato+sobremesa+café+1/2 garrafa de vinho por 52 euros.

. brasserie, ocupando a sala principal da Closerie com preços bem mais razoáveis com os pratos principais entre 17 e 28 euros.

. piano bar, com seus canapés vermelhos, bons champagnes e um pianinho como fundo.

Clique aqui para reservar uma mesa no La Closerie des Lilas.

171 Boulevard du Montparnasse, 75006 Paris. De 12h à 14h et de 19h à 21h.

Ladurée, rue Royale. Tom Flemming no Flickr

Ladurée, rue Royale. Tom Flemming no Flickr

 6. Salon de Thé Ladurée

Inaugurada em 1862, Ladurée é um dos primeiros salões de chá de Paris. Hoje, Ladurée é uma marca presente em todas as grandes capital internacionais e com grande diversificação de produtos : dos famosos macarons até produtos de beleza passando por velas perfumadas, chocolates e outras delícias. Ladurée possui várias lojas em Paris, mas a antiga e a mais bonita é a da rue Royale onde tudo começou.

Ladurée foi conhecida por ser o fabricando dos melhores macarons franceses. Os concorrentes atuais já conquistaram este lugar tão cobiçado. O que apreciamos na rue Royale é o ambiente da loja, sempre cheia de turistas e curiosos. Vale a pena tomar um chocolate quente e ver a vida passar.

Clique aqui para reservar uma mesa no Ladurée.

16 rue Royale, 75008 Paris. Aberto todos os dias o dia todo.

Brasserie Bofinger. Jodi Bart no Flickr

Brasserie Bofinger. Jodi Bart no Flickr

7. Bofinger

Bofinger é a famosa brasserie da Bastille, endereço certo para um jantar antes ou depois dos espetáculos da Ópera. Ela foi inaugurada em 1864, mas sua bela sala principal possui decoração do início do século XX. A brasserie serve pratos tradicionais como choucroute alsaciana, frutos do mar e produtos franceses como foie gras.

Já citamos Bofinger várias vezes. A alegre brasserie é opção certa em várias circunstâncias como Natal, Reveillon, almoço de domingo e para aqueles que estão hospedados no bairro. Bofinger abre todos os dias no almoço e no jantar.

Os preços dos pratos principais variam de 22 a 38 euros. Eles possuem um menu por 31 euros com entrada+prato ou prato+sobremesa válido todos os dias menos fim de semana, feriados e véspera de feriados.

Clique aqui para reservar uma mesa no Bofinger.

5-7 rue de la Bastille, 75004 Paris

Brasserie Lipp. Hotels HPRG no Flickr

Brasserie Lipp. Hotels HPRG no Flickr

 8. Brasserie Lipp

Os anos passam e gerações de deputados, de escritores e de artistas se sucedem. Ainda há pouco, o terno ainda era obrigatório e o serviço feito só por garçons pois desde 1880 era proibido empregar mulheres. Até hoje não se serve coca-cola. Os clientes de longa data ganham uma mesa reservada só para eles. Não se pede esta regalia. A casa é que decide. Assim é a Brasserie Lipp, o endereço mítico de Saint Germain. Leia nosso artigo sobre a Lipp aqui.

Lá pedimos os pratos típicos de brasserie como choucroutes, arenques defumados com batatas cozidas, filés, peixes. As entradas custam entre 9 e 12 euros e os pratos principais em torno de 20 euros. Como sobremesa, prove a tarte tatin. Gostosa.

151 boulevard Saint Germain, 75006 Paris.

Restaurante Drouant

Restaurante Drouant

9. Restaurante Drouant

Já citamos o Drouant algumas vezes. Uma delas, no artigo que descreve e revela os segredos do 2ème distrito de Paris, o bairro dos boêmios e notívagos (leia aqui).

O restaurante Drouant, aberto em 1880, não possui a fama de outros equivalentes. Trata-se de um endereço essencialmente frequentado por parisienses e fora dos roteiros turísticos mais conhecidos. Todo francês que segue a vida cultural do país já ouviu falar do Drouant. Este restaurante é ponto de encontro das personalidades encarregadas de elegerem dois dos grandes prêmios literários, o Goncourt e o Renaudot.

Ele não guardou a decoração original, uma pena. Mas Drouant faz parte dos endereços míticos de Paris.

Seu chef e proprietário é Antoinne Westermann, conhecido pelo seu restaurante 3 estrelas de Strasbourg, o Buerehiesel.

No almoço, um menu a 45 euros com entrada+prato+sobremesa.

O mais interessante é o prato do dia que custa, todos os dias, 20 euros: segunda – parmentier de cordeiro; terça – cordeiro cozido com azeitonas e legumes da estação; quarta – bouchée de à la reine, antiga e deliciosa receita francesa; quinta – cabeça de vitelo com molho gribiche; sexta – bacalhau fresco com molho aioli; sábado – pot-au-feu, outra tradicional receita e domingo – frango assado com fritas e salada.

Drouant é o endereço dos almoços de domingo em família.

Clique aqui para reservar uma mesa no Drouant.

16-18 place Gaillon, 75002 Paris. Pertinho da Opera Garnier.

restaurantes mais antigos de paris

Harry’s Bar

10. Harry’s Bar

Moramos relativamente perto do Harry’s Bar. De tempos em tempos entramos para um drink e acabamos pedindo um dos famosos sanduíches americanos como substituto do jantar. Harry’s é ponto de encontro e um lugar ultra simpático, sobretudo nas vésperas das eleições americanas (leia nosso artigo aqui).

Dizem que em 1911, un New-Yorkais desmontou seu bar de Manhattan e o remontou em Paris, perto da Opera Garnier. Desde então ele vem atraindo público de passagem, americanos em Paris e personalidades. Dizem também que foi no Harry’s Bar que os famosos cocktails Bloody Mary ou o White Lady foram criados.

No sub-solo do Harry’s, você encontra um piano-bar. Se gostar de uma boa música, olhe a programação aqui e curta a vida.

Harry’s serve também almoço e jantar com opções simples como sanduíches e chili com carne, todos os dois em torno de 15 euros.

5 rue Daunou, 75002 Paris. Aberto todos os dias de 12h até 2 da manhã.


Se você vem a Paris, além de visitar a Torre Eiffel, o Museu do Louvre e a Catedral de Notre-Dame, precisa conhecer também a gastronomia francesa. No guia Restaurante e Outras Delícias selecionamos nossos endereços preferidos e os emblemáticos, de todos os gêneros e tipos, para todos os bolsos e gostos. São ao todo 73 restaurantes: históricos, contemporâneos, os românticos bistrôs de bairro, os restaurantes dos chefs-celebridades, entre outros. Você pode comprá-lo clicando aqui.