Nós citamos no Conexão Paris vários cursos de culinária em Paris. Como acabei de ler um artigo do jornal Figaroscope com a listinha dos melhores cursos rápidos da cidade, e que muitos nós ja indicamos, aproveito o momento para fazer um resumo dos nossos artigos.

Curso Cyril Lignac

Curso Cyril Lignac

Não falaremos dos cursos para profissionais que pedem meses ou anos de formação. O foco aqui são os cursos rápidos para amadores e gourmets. São cursos para aqueles que querem associar estadia em Paris e mergulho na gastronomia local. Belo programa!

Ja citamos os cursos da Escola de Cozinha de Alain Ducasse no Marais, do Atelier Guy Martin situado perto da Champs Elysées, da École Cyril Lignac pertinho da République (fechada definitivamente), do atelier Alain Cirelli événements culinaires situado no meu bairro, o 9ème distrito.

E em um post de 2007, citamos a cadeia chamada L’Atelier des Chefs. Este é o mais antigo de todos.

Tínhamos um artigo sobre a escola Lenôtre, idealmente situada na avenida Champs Elysées, mas ele foi engolido em uma das nossas transformações do blog.

Voltemos ao artigo do Figaroscope. Após testarem várias escolas, todos elas com o mesmo programa, ou seja, um curso de algumas horas propondo receitas de entrada+prato+sobremesa, o jornal selecionou oito nomes. Os jornalistas levaram em consideração o atendimento, o local, a qualidade dos produtos, a pedagogia, a praticidade e facilidade das receitas e a relação custo benefício.

De todas as variáveis a mais importante, para mim, é a facilidade das receitas. Já participei de alguns cursos em Paris e cheguei à conclusão que se o prato for complicado a receita ficará esquecida em algum canto.

Cyril Lignac, no meio

Cyril Lignac, no meio

Fechada definitivamente. De acordo com o jornal, o melhor curso foi o do Cyril Lignac: local agradável e luminoso, o chef excelente profissional e professor, receitas e explicações precisas, o único ponto fraco é o preço: 100 euros por 3 horas, curso e degustação.

Alain Cirelli, a esquerda

Alain Cirelli, a esquerda

O segundo colocado foi Alain Cirelli, acolhimento simpático, espaço agradável, chef pedagogo e os alunos trabalham realmente, produtos excelentes e frescos. 65 euros, 2.40 horas, curso e degustação.

Alain Ducasse

Alain Ducasse

E o terceiro, a escola de Alain Ducasse no BHV. Recepção amável, cozinha espaçosa, os alunos ganham um kit com as receitas e um avental, chef ultra metódico, mas os alunos não participam muito. Eles podem cortar um legume ou uma carne, mas quem cozinha é o chef. 90 euros, 2 horas curso e degustação.

Se quiser informações sobre os cursos citados, clique, acima, nos links de cada um deles.

Clique aqui para ler o artigo do Figaroscope.

Se você topar fazer um curso de culinária em Paris, escolha um dos três primeiros colocados.

Leia também: