A região da Provence-Côte d’Azur é uma das mais emblemáticas e mágicas da França – seja pelos campos de lavanda e outras belezas naturais, pela comida com influências mediterrâneas ou pelo glamour de suas cidades litorâneas. O que poucos sabem é que a região – principalmente o departamento de Var – abriga museus de arte contemporânea imperdíveis.

Tratam-se de locais quase secretos, que nos trazem à mente o museu de Inhotim, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde arte, arquitetura e natureza, se complementam e se fortalecem.

Alguns deles abrem somente em uma parte do ano (geralmente verão e começo do outono) e só recebem visitantes sob reserva. Ao planejar sua viagem pela região não deixe de incluir algumas dessas preciosidades culturais no seu roteiro.

Descubra abaixo nossa seleção dos seis museus de arte contemporânea no sul da França que merecem ser visitados:

No final dos anos 80, o artista francês Bernar Venet (que em 2011 teve suas obras expostas em Versailles) estava a procura de um espaço para guardar suas grandes esculturas quando encontrou uma propriedade próxima à cidade de Le Muy, no departamento de Var, na Provence. Além de um grande terreno, o lugar contava ainda com um antigo moinho construído em 1737 (que foi utilizado então para estocar as esculturas de Venet) e um galpão-fábrica.

Museus de arte contemporânea no sul da França

Os jardins e a antiga fábrica transformada em espaço de exibição

Ao longo dos anos, o local foi se transformando e crescendo em tamanho e importância. Atualmente, além do moinho abrigando a coleção de arte contemporânea pessoal de Venet e da antiga fábrica de 2.000m², também transformada em espaço de exibição, há uma galeria de 700m² projetada pelos arquitetos Berthier + Llamata e os imensos jardins da propriedade. Todos esses espaços estão repletos de obras de artistas como Carl Andre, César, Christo & Jeanne-Claude Walter De Maria, Marcel Duchamp, Dan Flavin, Jasper Johns, Donald Judd, Ellsworth Kelly, Robert Rauschenberg, Frank Stella, Jean Tinguely entre outros.

O passeio pela propriedade oscila entre o bucólico arrumadinho da paisagem e o monumental caótico das obras do próprio Venet.

Museus de arte contemporânea no sul da França

Escultura de Bernar Venet em exibição no interior da antiga fábrica

Venet Foundation: 365 chemin du Moulin des Serres, 83490 Le Muy. Aberta às quintas à tarde e às sextas até o fim de outubro. Visitas somente sob reserva a ser feita no site do local, clique aqui. Ingresso: 10€.

Museus de arte contemporânea no sul da França

A galeria projetada pelos arquitetos Berthier + Llamata

Situado bem próximo à Fundação Venet, o Domaine du Muy é um parque de esculturas idealizado por Jean-Gabriel Mitterrand, um importante marchand de esculturas parisiense, e seu filho Edward. O local, inaugurado em 2015, propõe um percurso ao ar livre por cerca de quarenta obras de artistas contemporâneos de diferentes gerações, práticas e movimentos artísticos. As esculturas se espalham em meio a vegetação nativa criando um contraponto entre a intervenção intelectual humana e a natureza rústica da região.

Museus de arte contemporânea no sul da França

Obra de Yayoi Kusama

A proposta é a interação entre arte e natureza porém não como nos jardins franceses meticulosamente criados e cuidados mas sim de forma selvagem e orgânica, como se as obras tivessem “caído” no local onde estão.

A temporada 2016 apresenta o trabalho dos seguintes artistas: Keith Haring, Yayoi Kusama, Niki De Saint Phalle, Dan Colen, Katja Schenker, Monica Bonvicini, entre inúmeros outros (veja a lista completa aqui).

Museus de arte contemporânea no sul da França

Obra de Dan Graham

Domaine du Muy: 83490 Le Muy. Aberto às quintas para visitas de 09:00 as 11:00 ou de 11:00 as 13:00 até o dia 16 de outubro. Visitas somente sob reserva a ser feita no site do local, clique aqui.

Museus de arte contemporânea no sul da França

Obra de Niki De Saint Phalle

Peyrassol foi fundado no século 13 pelos Cavaleiros do Templário e funcionava com um local de descanso para os peregrinos viajando para a Terra Santa. Em 2001 o local foi comprado por Philippe Austruy que trouxe vida nova ao domínio plantando as primeiras oliveiras, reformando os antigos terraços e abrindo uma loja de vinhos. Atualmente é possível fazer visitas com degustações e pernoitar na propriedade, seguindo a tradição iniciada com os peregrinos no século 13.

Museus de arte contemporânea no sul da França

A Commanderie de Peyrassol

Austruy é também um apaixonado por arte contemporânea e, juntamente com a galerista Valérie Bach, transformou Peyrassol no primeiro parque de esculturas monumentais da Europa. Veja aqui o mapa da propriedade com a localização das obras e seus criadores.

Museus de arte contemporânea no sul da França

Obra de Gavin Turk

Há também uma galeria de arte de 800m², La Galerie d’Art de la Commanderie de Peyrassol, com trabalhos de arte contemporânea que não poderiam ficar expostos ao ar livre.

Museus de arte contemporânea no sul da França

A Galeria de Arte da Commanderie de Peyrassol

Commanderie de Peyrassol: RN 7, 83340 Flassans-sur-Issole. O parque de esculturas fica aberto à visitação pública todos os dias do ano e a entrada é gratuita; há também uma visita guiada que custa 8€ por pessoa. Conhecer a galeria de arte só é possível com a visita guiada que acontece todos os dias às 16:00; é aconselhável reservar contact@peyrassol.com; o ingresso custa 8€.

O Château La Coste, localizado a 25 minutos de carro de Aix-en-Provence, pertence ao magnata irlandês Patrick McKillen que comprou os terrenos em questão em 2004. Apaixonado por vinhos e por arte, Mckillen transformou em poucos anos o local não somente em um bom produtor de vinhos “biodinâmicos” mas também em um centro de arte contemporânea.

Museus de arte contemporânea no sul da França

O chai projetado por Jean Nouvel

O Château la Coste é provavelmente um dos poucos, se não o único, que teve seu chai (edifício onde acontece o processo de vinificação e onde os tonéis ficam armazenados) projetado por um starchitect, no caso o francês Jean Nouvel. Mas as grandes atrações do local são o Centro de Arte/restaurante/livraria projetado pelo arquiteto japonês Tadao Ando e as inúmeras obras de arte espalhadas pela propriedade.

Museus de arte contemporânea no sul da França

O Centro de Artes projetado por Tadao Ando

Salpicados pelos vinhedos, bosques, colinas e campos de oliveiras da propriedade estão esculturas e instalações de arquitetos a artistas famosíssimos como Frank Gehry, Louise Bourgeois, Alexander Calder, Tracey Emin, Richard Serra, Tunga, entre outros. O local propõe a caminhada “Art & Architecture” de 2 horas para a descoberta de todas essas joias. Clique aqui e veja o mapa do château com a localização dos edifícios e obras. É possível também fazer uma visita ao chai citado acima seguida de degustação.

Museus de arte contemporânea no sul da França

O Pavilhão de Música projetado por Frank Gehry

O château promove ainda uma série de eventos culturais (clique aqui) e exposições temporárias no Centro de Arte (clique aqui).

Château La Coste: 2750 Route de la Cride, 13610 Le Puy Ste Réparade. O Centro de Arte abre todos os dias de 10:00 as 19:00 do dia 1° de março ao dia 31 de outubro; de 10:00 as 17:00 durante a semana e de 10:00 as 19:00 durante os finais de semana no período de 1° de novembro a 28 de fevereiro. Os ingressos podem ser comprados diretamente no local. Ingresso para a visita “Art & Architecture”: 15€; para a visita “Chai & Dégustation”: 12€; para as duas visitas: 25€.

Os quatro locais citados acima têm em comum o fato de serem isolados, de requererem um certo esforço físico dos visitantes e de trabalharem com a ideia da arte – basicamente esculturas e instalações – em comunhão com a natureza. A seguir citamos dois locais inseridos em contextos urbanos mas cujas propostas artísticas são também interessantes e inovadoras:

Uma das primeiras construções modernistas na França, a Villa Noailles, localizada na cidade de Hyères, foi projetada pelo arquiteto Rob Mallet-Stevens para o casal Charles e Marie-Laure de Noailles, ambos colecionadores e mecenas das artes, sobretudo das mais vanguardistas.

Museus de arte contemporânea no sul da França

A Villa Noailles

Após a morte de Charles, em 1970, a propriedade foi comprada pela cidade de Hyères e passou a abrigar exposições e eventos. Em 1986, já quase em completo abandono, um processo de reforma foi iniciado e o gerenciamento do local passou a ser feito pela Associação do Festival Internacional das Artes e da Moda de Hyéres que passou então a ser chamada Associação Villa Noialles – FIAMH. A associação propôs um retorno à tradição do casal Noailles de descobrir e patrocinar novos talentos das artes.

Museus de arte contemporânea no sul da França

A piscina da Villa Noailles em foto de 1928

Hoje em dia a Villa Noailles promove exposições e competições de arquitetura, design, fotografia e moda além de possuir um programa de residência para artistas. Seu grande evento anual é o Festival Internacional de Moda e Fotografia que transforma a cidade de Hyères no lugar mais fashionista do planeta, reunindo fotógrafos de moda, stylists, designers, artistas, socialites, it girls e curiosos. Leia aqui sobre a 31ª edição do festival que aconteceu em abril desse ano.

Atualmente está em cartaz na Villa a exposição “Design Parade” (clique aqui). Há também a exposição permanente sobre a vida do casal Charles e Marie-Laure de Noailles (clique aqui).

Villa Noailles: Montée Noailles, 83400 Hyères. Aberto todos os dias com exceção de terças e feriados de 14:00 as 19:00 no período de julho a setembro; aberto todos os dias com exceção de segundas, terças e feriados de 13:00 as 18:00 no período de outubro a junho. Entrada gratuita.

A Fundação LUMA na cidade de Arles é um organismo pluridisciplinar que privilegia a inovação, a experimentação e a colaboração em seus 3 campos de interesse: as artes, os direitos humanos e o meio ambiente. Idealizado e patrocinado pela suíça Maja Hoffmann, uma das herdeiras do grupo Roche, o complexo cultural está sendo construído nos antigos galpões-ateliês da SNCF (a empresa francesa de trens) e terá como ponto central uma torre projetada pelo arquiteto Frank Gehry. Sua forma faz alusão às montanhas Alpilles e às pinceladas de Van Gogh que viveu e pintou a cidade de Arles.

Museus de arte contemporânea no sul da França

A Fundação LUMA Arles (desenho ilustrativo)

Apesar de ser inaugurada somente em 2018, a Fundação LUMA já tem uma programação de exposições e eventos acontecendo, clique aqui. Uma de suas estrelas é a companhia L.A. Dance Project do coreógrafo/bailarino francês Benjamin Millepied que, récem saído da Opéra Garnier em Paris, se instalará em residência artística durante 3 anos na LUMA Arles.

É possível também visitar a Maison du Chantier e a Maison du Projet a fim de conhecer a história do antigo Parque de Ateliês da SNCF e saber mais informações sobre o projeto arquitetônico e cultural da Fundação LUMA, clique aqui para ver os horários e baixar o ingresso, a visita é gratuita.

Museus de arte contemporânea no sul da França

A torre, os galpões-atêlies e a cidade de Arles.

Arles é uma antiga colônia romana da qual Júlio César gostava bastante. Os remanescentes das construções dessa época – teatro, arenas e termas – que existem na cidade estão inscritos no patrimônio mundial da UNESCO.

LUMA Arles: 33 Avenue Victor Hugo, Arles.


Esses são os museus de arte contemporânea no sul da Franca que valem a sua visita. Descubra agora todos os demais encantos da região:


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.