20 pratos imperdíveis da cozinha francesa

A- A+

Nós do Conexão Paris pensamos que o ideal seria, uma vez em Paris, conhecer os pratos franceses, os tradicionais, aqueles preparados com produtos bem franceses.

Por isso fizemos a listinha dos pratos e produtos tipicamente franceses, aqueles que proporcionam um mergulho na tradição culinária do país. Os franceses são especialistas do foie gras, das carnes de pato defumadas ou conservadas na gordura animal, dos patês e terrines, das receitas a base de batatas, do preparo da carne do cordeiro, dos produtos do mar, das crepes salgadas ou doces, dos cogumelos, das carnes cruas ou quase cruas, dos miúdos de boi, do preparo dos legumes, dos embutidos.

Toda seleção é arbitrária, esta não escapa a regra. Se deixamos de lado uma especialidade que você adora, cite nos comentários a sua sugestão.

pratos imperdíveis da cozinha francesa

Foie gras

1. Foie gras que você encontra como entrada, servido com geléias e torradas ou em salada. O do Comptoir de la Gastronomie é bom (leia aqui)

2. Confit de canard e o magret de canard são sempre pratos principais. O confit, precisamente a coxa do pato, vem acompanhada por batatas douradas com alho. O magret ou o filé do pato é degustado crocante por fora mas rosa no interior. Os magrets aqui são sublimes. Toda brasserie oferece estes pratos.

3. Pato com laranja, o canard à l’orange, é o pato cortado em pedaços e cozido com caldo de laranja. Às vezes os restaurantes servem um filé de pato com molho de laranja. Outra receita tradicional é pato cozido com azeitonas. Como o pato com laranja é receita caseira, não o encontramos com frequência nos cardápios. Mas o magret com laranja é fácil encontrar.

4. Parmentier de canard, prato típico das brasseries, é preparado com um pirê de batata e carne de pato conservada na gordura e desfiada. O parmentier pode ser feito também com carne de vaca, sobretudo as bochechas. Fica divino. Neste caso o prato se chama hachis parmentier e eu adoro o do Ma Cocotte, o restaurante de Starck no Mercado das Pulgas de Saint Ouen (clique aqui).

pratos imperdíveis da cozinha francesa

Gratin dauphinois

5. Batatas gratinadas (gratin dauphinois), batatas em pirê (temos que provar pelo menos uma vez na vida o famoso purée do chef Joel Robuchon), aligot (puré enriquecido com um queijo chamado tomme de Laguiole), pommes de terre sautées ou rissolées (batatas cortadas em quadradinhos e douradas com alho)… Os franceses são experts no preparo das batatas.

6. Pernil do cordeiro (gigot d’agneau), degustado cozido por fora e rosa por dentro ou então na versão 7 horas, assado no forno em baixa temperatura. Ele fica desmanchando. Em vários restaurantes você encontrará também a épaule d’agneau, minha preferida. Uma carne mais gorda e mais macia. Ou então o navarin d’agneau, ou seja, cordeiro em pedaços cozido lentamente com legumes.

pratos imperdíveis da cozinha francesa

Terra Cota, lagosta

7. Lagostas e coquilles saint jacques. A lagosta deve ser  retirada viva do aquário e cozida no ponto exato. A lagosta não pode ser frita, ela resseca e endurece. Uma vez cozida, a degustamos com um molho e cada chef tem sua receita especial lagosta. A melhor lagosta que já degustei foi no restaurante Terra Cota, na cidade de Propriano na Córsega. Os franceses são experts, também,  no preparo das coquilles saint jacques, as vieiras, e dos plateaux de frutos do mar. Na foto acima a lagosta foi cozida e ligeiramente gratinada.

8. As crepes aqui são divinas. Em Paris temos um endereço perfeito, A Crepe Autrement (clique aqui). As crepes salgadas são feitas com trigo sarraceno e as doces com farinha de trigo.

9. Os cogumelos franceses são verdadeiras iguarias e alguns custam caríssimo. Os franceses os preparam muito bem. Na estação dos cogumelos, todos os restaurantes oferecem cogumelos como entrada ou como acompanhamento.

pratos imperdíveis da cozinha francesa

Steak Tartare

10. Steak tartare, carne crua cortada em pedacinhos com a ponta da faca e temperada. Normalmente ele é servido com um ovo cru e cebola picada crua. Os melhores de Paris estão neste artigo aqui.

11. Timo do vitelo, o famoso ris de veau, é a glândula de crescimento do vitelo que desaparece quando ele se torna adulto. Quase não o preparamos em casa. Por isso todos os restaurantes gastronômicos o preparam muito bem. O ris de veau foi meu primeiro prato tipicamente francês. Nos primeiros dias da minha mudança para Paris, mal sabendo ainda me virar com a língua francesa, degustei pela primeira vez esta delícia.

12. Morteau, uma salsicha especial e considerada uma das melhores da França. Ela é servida cozida com lentilhas e este tradicional prato se chama petit salé au lentilles. O ingrediente principal é o morteau, mas no petit salé encontramos também outras carnes salgadas. Muitas brasseries e bistrôs oferecem este prato. Quando estou nostálgica do Brasil, cozinho feijão preto e morteau, a minha feijoada versão bleu/blanc/rouge.

13. Ratatouille, depois do filme sabemos do que se trata. A ratatouille é uma receita caseira e raros são os restaurantes que a preparam. Mas o franceses são especialistas na preparação dos legumes. Existe mesmo um grande chef legumeiro e nós ja testamos sua cozinha deliciosa (leia aqui). Aliás foi aqui em Paris que aprendi realmente preparar um molho de salada, a preparar legumes como o fenouil, as flores de abobrinha e a endive.

pratos imperdíveis da cozinha francesa

Sopa de cebola do Castiglione

14. Sopa de cebola, a famosa que todos nós brasileiros já provamos um dia. Eu gosto muito da sopa de cebola do Café Castiglione (clique aqui).

15. Lapin à la moutarde, coelho com mostarda é também uma receita caseira. Vamos encontrá-la nos pequenos bistrôs do interior da França. Prato simples e delicioso.

16. Escargots, normalmente servidos dentro da concha e acompanhados por um molho a base de manteiga e alho. Em Paris existe um restaurante servindo somente esta iguaria, mas aconselho vocês provarem o do Comptoir de la Gastronomie, em Paris.

17. Fondues, basta o frio apertar que pensamos nas fondues de carne, de queijo, de chocolate. As melhores são feitas em casa. Mas se quiser degustar uma em Paris clique aqui.

18. Terrines e patês preparados de maneiras diversas e servidos como entrada. São todos deliciosos. Em Paris, incidamos o Régalade que oferece uma terrine sublime como amuse bouche (clique aqui).

pratos imperdíveis da cozinha francesa

Ovos do Marcel

19. Os ovos fazem parte da vida dos cafés e bistrôs franceses. Nos cafés mais autênticos sempre encontramos, no balcão, uma cesta com ovos cozidos. Nos bistrôs e brasseries, sobretudo no interior da França, o cardápio oferece religiosamente entradas como: ovos en meurette (ovos gratinados dentro de um molho feito a base de cebola e vinho tinto), ovos com maionese, ovos bénédictine (ovos poché, colocados sob uma fatia de brioche dourada e coberto com molho feito com gemas, vinho branco e cebola), omeletes (atenção, a opção omelete baveuse quer dizer que o interior da omelete está cru, babando). Eu adoro os ovos bénedictine do brunch de domingo do Marcel (clique aqui). Quando ele vem acompanhado por uma fatia de salão defumado, ele se chama ovos norvegiens.

20. As sobremesas francesas, divinas, perfeitas. Veja nossa lista das receitas mais tradicionais e onde degustá-las aqui.


pratos imperdíveis da cozinha francesaConheça o guia do Conexão Paris Restaurante e Outras Delícias. Ele traz uma seleção dos melhores restaurantes da cidade, além de queijarias, patisseries, caves, bares etc. Acesse nossa agência online Minha Viagem a Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.

 

 

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

51 pitacos, participe desta conversa

  1. Gustavo Volci disse:

    Muito bom!!!!

  2. O Viajante Comilão disse:

    Gostei da lista! Pra mim faltou o Cassoulet, mas não sei qual eu tiraria, são tantas delícias… Abs!

  3. cinara rievers disse:

    Eu acho que a melhor comida do mundo fica em Belo Horizonte/ MG e, é claro que sei que minha opinião só pode ser justifica por um profundo provincianismo. Feita a ressalva admito que os doces franceses são melhores, menos açucarados e mais bonitos do que os nossos. Que as terrines são imperdíveis e que a sopa de cebola é o máximo. A matéria do Conexão Paris só esqueceu de contar que as melhores omeletes do mundo podem ser comidas em qualquer bistro e não custam caro. Para quem estranhar a simplicidade da recomendação informo que nunca vi, nem no mais remoto interior de Minas, omeletes tão grandes, fofinhas e bem recheadas quanto as que costumo comer na Île Saint Louis.

  4. Rosangela disse:

    Oi gostaria de saber se em Paris hj e um lugar bom de morar pois estou pesquisando alguns lugares pois tenho um filho adolescente e me preocupo muito com educação e saúde eu e meu esposo estamos cansado do nosso Brasil

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Rosângela, sim, apesar das ameaças de atentados, Paris é um lugar bom de se morar. A cidade é bonita, o transporte público funciona, a saúde e a educação são gratuita. Ela tem os problemas de cidades grandes, principalmente as mais turísticas: cheia, pessoas estressadas, custo de vida elevado.

  5. Regina Dibble disse:

    Estou indo a Paris, pela primeira vez, na segunda quinzena de Novembro.
    Acho, que pegarei bastante frio, e talvez já nevando. E isso ?
    Em Paris, e tudo caro, não é mesmo ? Mais caro que em NYC.
    Como me proceder em restaurantes para não entrar numa fria ? E também nos brechós, cafés, etc.?
    Disseram-me que o que é mais barato dos que nos EUA, são os perfumes. Vc confirma ?
    Os preços lá, já estão embutidos os impostos ?
    Como se dá gorgeta em Paris nos restaurantes?
    Como se dá gorgeta no Hotel, para o cara que nos levará ao quarto, etc ?
    Qto custara um trajeto de taxi, do aeroporto CDG a Torre Eiffel ?
    Obrigada desde já, mas sou ” marinheira de primeira viagem à Europa “.
    Aguardarei os seus conselhos.

  6. Simone kokkinakis disse:

    Alguem sabe a receita de alcachofra com melhor de manteiga? Me envie

  7. Simone kokkinakis disse:

    Alguem tem a receita de alcachofra franseca, com melhor de manteiga ?me avise

  8. pedro disse:

    Rodrigo me ajuda , aonde eu como uma lagosta aqui em paris sem gastar uma furtuna ? existe algum restaurante com frutos do mar a bom preço?

    obrigado!

  9. Eduardo Aguiar disse:

    Estive em Dinan no ano passado e minha esposa pediu alguma-coisa-que-não-lembro de veau. Lembro de ter perguntado em inglês à garçonete e ela me disse qualquer coisa relacionada a pescoço. Pesquisei muito alguma receita de pescoço, moela de vitela e nada…Uma ano depois, passando as anotações a limpo em nosso blog familiar privado, achei minha resposta: Era o ris de veau, uma glândula que fica na garganta da vitela e desaparece no animal adulto. Obrigado pela ajuda involuntária! O Conexão Paris é minha principal fonte de consultas nas minhas viagens a Paris.

  10. Lovaine disse:

    Quais as sugestões de roupas para a segunda quinzena do mês de agosto?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Lovaine, na teoria estará fazendo calor. Traga roupas leves mas nunca deixe de trazer um casaquinho. De qualquer forma, antes de fazer as malas, pesquise a previsão do tempo para Paris nesse site: http://goo.gl/jLPh. Esse ano o clima está bem estranho.

  11. Sueli Juriolli disse:

    Mais uma vez obrigada Rodrigo Lavalle! Não me canso de elogiar vcs, respondem sempre a tudo com rapidez e muita educação! Parabéns Conexão Paris!

  12. Sueli Juriolli disse:

    Vcs poderiam me ensinar como chegar ao Hard Rock Paris? Queria muito ir. Vou estar hospedada proximo ao Louvre. Da para vcs me guiarem a partir daí? Mais uma vez, obrigada!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Sueli, o Hard Rock fica a cerca de 15 minutos de caminhada da estação Palais Royal – Musée du Louvre: suba direto a rue Richelieu e entre à direita no boulevard Montmartre, o Hard Rock fica no n°14.

  13. Anderson Pereira disse:

    E moules frites!

  14. Rodrigo Lavalle disse:

    Almir, você poderia passar o link do vídeo?

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.