Publicamos hoje em parceria com a Air France mais um infográfico da série comemorativa dos 10 anos do Conexão Paris. O tema da vez é: tudo sobre os bairros e as regiões de Paris.

O infográfico de hoje celebra o post Características dos bairros de Paris. Escrito em 16 de junho de 2008, este foi o 20˚ post mais lido de todos os tempos.  Até hoje, foram 223 mil vizualizações e 1.048 comentários.

Com o info abaixo, você vai conseguir ter uma visão geral da cidade. Vai entender um pouco sobre como os bairros e as regiões de Paris se organizam. E onde ficam as principais atrações turísticas. Vai ainda ajudar você a escolher em qual bairro se hospedar.

Bairros e as regiões de Paris

Tudo que você precisa saber sobre os bairros e as regiões de Paris. Clique aqui para ver ampliado no Pinterest.

O que mais é importante você saber sobre os bairros e as regiões de Paris?

  • Os bairros de Paris não têm nome, apenas números – de 1 a 20. Quanto menor o número, mais central é o bairro.
  • Saint Germain, Quartier Latin, Marais, Montmartre etc. são nomes dados a algumas regiões, que podem englobar mais do que um bairro.
  • Quase todos os bairros têm atrações que merecem ser vistas (a exceção seria para para os bairros 12, 13, 15 e 17, essencialmente residenciais). Nosso guia Cinco Roteiros em Quatro Dias traz circuitos que você pode fazer a pé, passando pelas principais atrações da cidade, mas também por locais que apenas os parisienses frequentam.
  • 19 e o 20 geralmente não fazem parte do roteiro turístico. Tratam-se de bairros em pleno processo de gentrificação, com uma população jovem e descolada, meca da street art parisiense.
  • Se você ficar hospedado num bairro central, você poderá fazer quase tudo a pé. Além da praticidade e da economia com transporte, andar a pé a maneira mais gostosa de conhecer a cidade
  • Ficar hospedado perto da Torre Eiffel não é ruim, mas não é a melhor opção! Existem outras regiões bem mais centrais. Muitos hotéis vendem a proximidade à torre como uma vantagem – mas é uma pegadinha para os turistas.
  • Os grandes hotéis de rede ficam localizados nas extremidades da cidade. Geralmente, as agências de viagem indicam esses hotéis para os clientes justamente porque são hotéis de redes. Mas, atenção!, a localização quase sempre é muito ruim (não é perigoso, apenas distante e pouco simpático). Se o seu hotel fica perto de uma porta (ex.: porte de La Chapelle, Porte Maillot etc.), você não estará bem localizado.
  • Veja aqui nossa seleção de hotéis Ibis bem localizados em Paris.
  • Não se hospede perto do aeroporto! É muito longe, nada simpático, e você vai gastar muito tempo e muito dinheiro com o transporte.
  • Paris não é uma cidade perigosa – sobretudo quando comparamos com os índices de violência do Brasil. Mas fique atento aos furtos – sobretudo os turistas são visados!

Saiba mais:

Clique aqui e veja todos os nossos infográficos – eles te ajudarão a planejar sua viagem!



Este infográfico foi produzido pelo Conexão Paris em parceria com a Air France. Visite o site da Air France para reservar sua passagem para Paris.