Atualmente a energia jovem, criativa e cool de Paris está concentrada no 10° e no 11° arrondissements da cidade mas é o 20° arrondissement o bairro considerado como “do futuro” ou “do avenir.

O 20° arrondissement de Paris é um local jovem, rebelde e contestador.

Rue de Ménilmontant, uma das principais ruas do 20ème.

Rue de Ménilmontant, uma das principais ruas do 20ème.

Contando com uma forte presença de imigrantes chineses e árabes e de seus descendentes, o bairro está sendo invadido pelos jovens da classe média branca atraídos pelos aluguéis mais baixos. Jovens casais, que antes compravam imóveis no 11ème, agora estão comprando no 20ème.

Localizado a leste de Paris, nos limites da cidade, ele é o terceiro arrondissement mais populoso da capital e se divide em 4 partes ou quartiers: Quartier de Belleville, Quartier Saint-Fargeau, Quartier du Père-Lachaise, Quartier de Charonne.

Um roteirinho básico pela região seria:

  • Desçam na estação Belleville (linhas 2 e 11) e subam a rue de Belleville, uma das principais do quartier. Ela passa pela parte chinesa do bairro e faz limite com o 19° arrondissement (à esquerda de quem sobe). Ao longo dela existem muitos bares e restaurantes orientais variados. Para uma cerveja barata em clima “buteco brasileiro com mesas de plástico na calçada” parem no “Aux Folies”. Entrando à direita na rue Tourtille fica o restaurante vietnamita “Rouleau de Printemps”: minúsculo, simples, barato e gostoso.
auxFolies1111

O bar Aux Folies.

  • Voltem para a rue de Belleville e continuem subindo. Entrem à direita na rue Jouye-Rouve, no n°3 fica o famosinho restaurante Le Baratin (01 43 49 39 70) da chef Raquel Carena. Comida tradicional francesa, do terroir, sem frescura.
  • Voltem para a rue de Belleville e continuem subindo mais um pouco. No n° 72 fica o prédio onde nasceu Piaf. Um pouco antes, entrem à direita na rue Piat e sigam até a esquina onde fica o bar e restaurante Moncoeur Belleville, vocês estarão em frente ao Parc de Belleville e terão uma vista belíssima de Paris sem a multidão de Montmartre. O parque é ótimo para relaxar, tomar sol, fazer piquenique.
Vista de Paris a partir do Parc de Belleville (Foto: http://www.nyhabitat.com)

Vista de Paris a partir do Parc de Belleville (Foto: http://www.nyhabitat.com)

  • Atravessem o parque e vocês chegarão à rue des Couronnes. Peguem em seguida a rue Julien Lacroix (se afastando do parque). No n° 1 da da rue d’Eupatoria fica o delicioso Dilia, restaurante fraco-italiano gastronômico com menu de entrada+prato+sobremesa por 19,50€ no almoço. Super vale a pena! No n° 5 da mesma rua fica o Eva Pritsky, um brechó de móveis, luminárias e objetos de decoração que também funciona como bar e, em frente a ele, a Igreja Notre-Dame-de-la-Croix.
A igreja Notre-Dame de la Croix.

A igreja Notre-Dame de la Croix.

  • Sigam a rue Julien Lacroix até o final e virem à esquerda na rue de Ménilmontant. Andem um quarteirão e então dobrem à direita na rue des Amandiers. Sigam essa rua até o final e vocês chegarão ao cemitério Père Lachaise. A entrada principal fica na avenue de Ménilmontant.
Entrada do cemitério Père Lachaise.

Entrada do cemitério Père Lachaise.

Outros locais de destaque no 20° arrondissement são:

  • O cool e animado Hotel Mama Shelter (e seu bar/restaurante) projetado pelo arquiteto e designer francês Philippe Stark. 109 rue de Bagnolet
  • Quase em frente fica a casa de shows indie La Flèche d’Or que ocupa uma antiga estação de trens. 102bis rue de Bagnolet
  • La Bellevilloise é um espaço super eclético para eventos, festas e shows. 19-21 rue Boyer
  • Do ladinho fica a também casa de shows La Maroquinerie. 23 rue Boyer
  • A confeitaria Pâtisserie de l’Église, fundada 1887 em frente à igreja Saint Jean-Baptiste de Belleville, é uma instituição do bairro. 10 rue du Jourdain

Esse roteiro é pouco turístico (no sentido tradicional da palavra) e explora um lado menos conhecido de Paris. Exceto pelo cemitério Père Lachaise, a região não é prioridade para a maioria das pessoas que está vindo à Paris pela primeira vez. Nela não temos a beleza clássica e perfeita que é o padrão no resto da cidade. O charme está escondido. Ele vem sobretudo da mistura de nacionalidades e estilos, da decadência de outrora e do renascimento de agora.

Confirmando o caráter jovem e contestador do 20° arrondissement, o tour de street art, comandado pela Fernanda Hinke, passa por muitos dos locais citados no roteiro acima.

Fernanda Hinke que comando o tour de street art.

Fernanda Hinke que comanda o tour de street art.

Leia também


20° arrondissement

O guia do Conexão Paris 5 Roteiros em 4 Dias é ideal tanto para quem está indo pela primeira vez a Paris, quanto para aqueles que já visitaram a cidade e desejam descobrir os segredos dos parisienses. São cinco roteiros exclusivos que podem ser percorridos em, no mínimo, quatro dias. À venda na nossa agência online Minha Viagem Paris, clique aqui.