Montmartre é um dos bairros mais conhecidos de Paris e também aquele que mais encanta os turistas.

Não é sem razão. Montmartre são casinhas e ruelas bucólicas, pequenos bistrôs, pracinhas e artistas de rua. Não é essa a Paris romântica dos sonhos?

Como não podia deixar de ser, os posts (são vários) do Conexão Paris sobre Montmartre são sempre muito lidos. Montmartre, um dos bairros mais charmosos de Paris, escrito em 15 de junho de 2013, é o 12˚ post mais lido do blog, de todos os tempos. Até agora, foram 154 mil vizualizações e 414 comentários foram deixados no post.

Dicas para curtir Montmartre

O que é Montmartre? Quais suas principais atrações? O que visitar? Onde comer? Nosso infográfico conta tudo. Clique aqui ou na imagem para ampliá-lo.

Siga nossas dicas para curtir Montmartre, sem pressa:

  • A basílica de Sacré-Coeur e a Place du Tertre (praça dos pintores) são os pontos mais famosos de Montmartre, lotados de turistas. Permita-se ir além, caminhe pelo bairro para descobrir seu verdadeiro charme.
  • Montmartre se espalha por uma colina e abriga o ponto mais alto da cidade. Por isso, é uma das poucas regiões de Paris não plana – escadas estão por toda parte, e um funicular ajuda a subir até a a basílica.
  • Ao caminhar pelas ruelas, lembre-se que Montmartre era um vilarejo próximo a Paris, anexado à cidade somente em 1860. Daí seu aspecto bucólico.
  • Durante a Belle Époque, era ponto de encontro dos pintores. Depois (ou antes de visitar o bairro), dê um pulinho até o Musée d’Orsay e verá o bairro e seus bailes registrados nas telas dos impressionistas como Renoir e Toulouse-Lautrec. E, para entender a história do bairro, não deixe de visitar o Musée de Montmartre.
  • Mais tarde, o bairro foi residência de Picasso, Modigliani, Cocteau e outros artistas, na Maison Lavoir, que fica num dos locais mais charmosos do bairro.
  • Montmartre tem um vinhedo, plantado em 1930 pelas associações do bairro para impedir a construção de um prédio, e preservar seu aspecto bucólico. As vinhas são propriedade da Prefeitura de Paris e produzem vinho, o Clos de Montmartre. Em outubro, a colheita das uvas transforma o bairro nunca grande festa.
  • A Amélie Poulain contribui muito para tonar este bairro ainda mais conhecido pelo mundo inteiro. O sucesso monstro que o filme teve transformou o antes desconhecido Café Deux Moulins num ponto turístico. Se você é louco pelo filme, vale a pena passar lá. Senão, prefira outros endereços para comer no bairro como o Jeanne B.
  • O bairro tem vocação para o amor. Casais apaixonados ficam por ali namorando diante da  linda vista de Paris e  pôr-do-sol imbatível ou fazendo pose para fotos diante do Muro do Amor.

Clique aqui e leia todos os nossos posts sobre  Montmartre.

Clique aqui e veja nossas dicas de onde comer em Montmartre.

E acesse o Minha Viagem Paris para descobrir nosso passeio a pé guiado por Montmartre com a guia Zildinha.


parque de la villette

O guia do Conexão Paris 5 Roteiros em 4 Dias é ideal tanto para quem está indo pela primeira vez a Paris, quanto para aqueles que já visitaram a cidade e desejam descobrir os segredos dos parisienses. São cinco roteiros exclusivos que podem ser percorridos em, no mínimo, quatro dias. À venda na nossa agência online Minha Viagem Paris, clique aqui.