Paris está no centro da Europa. Estamos há poucas horas de Londres, Amsterdã, Bruxelas, Berlim, Lisboa, Barcelona, Milão etc. E também de incríveis regiões da França como a Provence, a Normandia e a Bretanha, a Alsácia, a Burgonha, a Córsega etc. Pelo que aprendemos com nossos leitores, os brasileiros passam em média 4 dias em Paris, antes de seguir viagem para outras cidades da Europa ou para o interior da França. E sempre nos enviam a mesma pergunta: qual é a melhor forma de viajar: avião, trem ou carro?

A Air France nos ajudou a escrever este post para dar dicas importantes sobre as três opções de transporte. Vamos lá:

– Trem: viajar de trem é uma delícia, é simples e é rápido – o TGV, como é chamado o trem bala na França, faz em em média 250 km/hora. Outra vantagem é que as estações ferroviárias, em geral, ficam localizadas nas áreas centrais das cidades, gerando economia de tempo e de dinheiro no deslocamento. Pesquise horários e preços e compre sua passagem aqui.

O interior de uma vagão do TGV

O interior de uma vagão do TGV

Para as viagens de curta distância, o trem geralmente é a melhor opção. Outra vantagem é a dobradinha Air&Rail (avião e trem), uma parceria da Air France com a SNCF (empresa que administra os trens franceses). Ou seja, você desce em Paris e pega uma conexão por trem, na própria estação ferroviária do aeroporto Charles de Gaulle, para Bruxelas ou uma das cidades francesas  abaixo:

  • Angers – St-Laud,
  • Avignon,
  • Champagne,
  • Le Mans,
  • Lille Europe,
  • Lorraine TGV,
  • Lyon Part-Dieu,
  • Nantes,
  • Poitiers,
  • Strasbourg,
  • Tours – St-Pierre-des-Corps,
  • Toulon,
  • Valence.

A compra de ambas as passagens podem ser feitas em conjunto, no site da Air France . E você ganha milhas do trajeto de trem também.

Avião: para as distâncias maiores, o avião é a melhor opção. Além de mais rápido, geralmente é mais barato do que o trem.

No caso da Air France, ainda tem uma super vantagem: você pode comprar passagem para qualquer destino da Europa ou da França, e pode usufruir da parada grátis em Paris, na ida e na volta.

– Carro: se você pretende rodar muito em uma determinada região, alugar um carro pode ser uma boa opção, principalmente pela independência que você passa a ter. O que nós geralmente recomendamos é o aluguel do carro para passeios curtos, que não podem ser feitos por trem. Por exemplo: se você quer conhecer a Provence, vale a pena alugar um carro a partir de Marselha ou de Avignon, por exemplo.

Uma dica para quem vai viajar de Air France: a Hertz oferece tarifas especiais para passageiros da Air France. Você pode fazer a reserva pelo próprio site da Air France.

Já escrevemos alguns posts sobre o assunto que podem ajudar caso você vá alugar um carro:

Leia outras dicas da Air France: