A crepe faz parte da tradição culinária da França. Aparentemente simples, o seu preparo demanda conhecimento e técnica. No novo vídeo da nossa série Personagens de Paris, apresentamos a crepeira.

Se você procurar artigos no Conexão Paris utilizando a palavra chave “crepe” encontrará 84 artigos. Pelo visto, adoramos crepes.

Tenho amigos brasileiros que dizem que não vão perder tempo comendo crepes na capital da gastronomia. Nós discordamos. Uma refeição com crepes salgadas e doces, regada com um bom cidre da Bretanha é uma delícia. Além do mais a crepe faz parte da tradição culinária deste país e não é cara.

crepeira

Crepe salgada

Aparentemente a confecção de uma crepe pode parecer simples. As crepes são classificadas, com frequência, na categoria easy food. Mas realizar uma boa crepe não é tão fácil assim. O primeiro segredo é a qualidade dos ingredientes e em seguida a técnica para obter uma massa crocante. A crepe perfeita é crocante nas beiradas e macia no interior.

A verdadeira crepe não é preparada com farinha de trigo branca e sim com farinha de trigo sarraceno. E poucos sabem que o sarraceno é sem glúten e muito saboroso. Como para a pizza, cuja massa tem que ser saborosa, a crepe não é somente um envelope. Degustada pura, sem recheio, ela deve ser gostosa.

O que beber com uma crepe? Cidre brut, claro. Nós brasileiros temos que deixar de ver a sidra como um produto “menor” ou kitsch. Para quem não tem familiaridade com esta bebida, é melhor começar pelo cidre doux, que possui a qualidade de ser menos alcoolizado.

Pois é, adoramos crepes e é com prazer que apresentamos, hoje, nosso vídeo A Crepière.

Em 2008 publicamos alguns segredos do bairro Montparnasse. O primeiro deles foi a crêperie Ty Breiz, desde então na lista das melhores crepes de Paris.

Foi este endereço que escolhemos para realizarmos nosso vídeo, que apresenta a proprietária do local e crepeira, Madame Catherine Villain.

E se gostar do vídeo, gostará também dos artigos abaixo.

. “Como fazer e degustar crepes”. No início deste ano publicamos artigo sobre a tradição francesa de degustar crepes no dia 2 de fevereiro. Explicamos porque e damos a receita da histórica e deliciosa crepe ao Grand Marnie (clique aqui).

. “A melhor crêperie de Paris”. Em 2011 indicamos as fantásticas crepes do Breizh Café, la Crêpe Autrement. Somos fãs incondicionais deste endereço (clique aqui).

. “Crepes Party, estilo de vida francês”. Em 2010 relatamos uma prática simpática do lifestyle francês: comprar todos os ingredientes para crepes salgadas e doces e convidar os amigos. Em seguida, cada um faz sua própria crepe! Claro! Na primeira rodada, crepes salgadas com farinha de sarraceno e na segunda doces com farinha de trigo (clique aqui).

. “Crepes alta gastronomia”. Artigo publicado em 2009, na época em que o Avant Comptoir do chef Yves Camdeborde se chamava Créperie du Comptoir. Sugeríamos que comprasse esta crepe alta gastronomia para degustá-la, em seguida, no Jardim Luxembourg. Hoje o endereço se tornou um dos pontos mais procurados para aperitivo+tapas sublimes, mas continua vendendo crepes (clique aqui).

Acesse e assine o canal do Conexão Paris no You Tube para acompanhar nossos vídeos semanais com dicas de Paris (clique aqui).


crepeiraConheça o guia do Conexão Paris Restaurante e Outras Delícias. Ele traz uma seleção dos melhores restaurantes da cidade, além de queijarias, patisseries, caves, bares etc. Acesse o site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.