Fontainebleau é o único castelo real e imperial habitado continuamente durante sete séculos. Uma verdadeira história da arte e da arquitetura francesa.

Cada dinastia que passou pelo Château de Fontainebleau aí deixou sua marca. Os Capétiens, os Valois, os Bourbons, Bonaparte ou os Orléans, reis e rainhas, imperadores e imperatrizes o tornaram cada vez mais bonito.

Decoração

Decoração da escadaria principal de Fontainebleau

E foi assim que o castelo/forte/monastério construído em 1137 se tornou este castelo com mais de 1500 peças ocupando um parque de 130 hectares.

Detalhe

Detalhe da decoração mural de Fontainebleau

Os segredos de Fontainebleau são descobertos por etapas

Quando chegamos a pé, vindos do centro da cidade do mesmo nome, caimos no primeiro acesso do castelo, um pátio feio, mal tratado. Em seguida atravessamos um imenso jardim sem charme, entramos em uma porta subalterna, compramos os ingressos para em seguida seguirmos o percurso recomendado.

Devagar, me pergunto se não seria proposital, vamos descobrindo salas, salões, quartos, bibliotecas cada vez mais requintados, com uma decoração ímpar. Toda a parte do castelo decorada pelos artistas da renascença italiana é deslumbrante.

Fontainebleau

Fontainebleau

Aí viveram Henri IV, Catherine de Médicis, Louis XIII, Louis XIV, Louis XVI e Marie Antoinette. Aí morreu de tuberculose o infante Louis, filho único de Louis XV. Aí foram festejados casamentos entre membros das famílias reais européias, foram assinados tratados de paz entre a França e a Inglaterra, planejados e executados crimes em nome da defesa do reino. Em Fontainebleau foram assinados os tratados fixando as fronteiras entre a Áustria e o Reino da Itália. E aí o Conde Tolstoi foi recebido como o novo embaixador da Rússia na França.

Decoração do tedo com a águia napoleônica

Decoração do tedo com a águia napoleônica

Aí viveu Napoleão deixando seu águia marcada nas decorações do castelo.

Aposentos de Marie Antoinette

Aposentos de Marie Antoinette

Quarto Imperial

Quarto Imperial

Na realidade, o Imperador restaurou Fontainebleau. Os aposentos imperiais são impressionantes e o quarto de Marie Antoinette nos faz pensar entre a riqueza da decoração e sua morte trágica.

Sala do Trono de Napoleão

Sala do Trono de Napoleão

O castelo conserva ainda a sala do trono de Napoleão.

Galerie François I

Galerie François I

As galerias do castelo possuem uma decoração impressionante.

Decoração da Galerie François I

Decoração da Galerie François I

A mais bonita é a Galeria François I com maravilhosos relevos esculpidos no gesso e servindo de molduras para quadros fabulosos.

Obra prima de Fontanaibleau

Obra prima de Fontanaibleau

Uma das obras primas de Fontainebleau se encontra nesta galeria: a pintura florentina de um elefante que, provavelmente, simboliza a sabedoria real.

Acampamento onde dormia Napoleão durante as guerras

Acampamento onde dormia Napoleão durante as guerras

Para os admiradores de Napoleão, o pequeno museu dedicado ao personagem é interessante e retraça suas campanhas e guerras.

Relógio

Um dos inúmeros relógios Rolex

O castelo conserva um excepcional conjunto de obras de arte. Os objetos em porcelana, os cristais e os relógios são particularmente bonitos.

Biblioteca de

Biblioteca de Fontainebleau

Capela

Capela

E para completar, a biblioteca e a capela são verdadeiras jóias raras.

Fontainebleau x Versailles

Após nossa visita ao Château de Fontainebleau, uma comparação com Versailles se impôs. O primeiro tem presença discreta nas mídias, o segundo é hiper mediatizado. O mobiliário, os objetos de decoração, as decorações murais, os quadros, enfim, o acervo de Fontainebleau é muito mais interessante que o de Versailles. Os jardins e o parque de Versailles são mais bonitos e mais bem cuidados que os de Fontainebleau.

Informações práticas

O castelo abre todos os dias menos nas terças, 1 °de janeiro, 1° de maio e 25 de dezembro. A visita livre do castelo dura em torno de duas horas. Preço do ingresso: 11€.

Ponto do ônibus trajto castelo/estação

Ponto do ônibus trajto castelo/estação

Nós fomos de trem: o pegamos na estação Gare de Lyon, grandes lignes, trem em direção à Montargis, Montereau ou Laroche Migennes. Descemos na estação Fontainebleau Avon. Diante da estação pegamos o ônibus linha 1 direção Les Lilas e descemos na estação Château. Em seguida basta seguir ao longo das grades do parque do Castelo e logo em seguida temos uma primeira entrada. É fácil chegar. Na volta, pegue o mesmo ônibus na frente da pracinha da cidade. Preço do ticket do trem ida e volta: 17,70 euros. Mais 4 euros ida e volta do ônibus.

Você pode fazer este passeio com a empresa ParisCityVision. Ela possui uma visita dupla aos castelos de Vaux Le Vicomte e Fontainebleau (clique aqui).

Se quiser muito conforto, opte pelo passeio privativo de carro com motorista brasileiro (clique aqui). Acesse o site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.