Montmartre, um dos bairros mais charmosos de Paris

A- A+

A região de Montmartre, imortalizada pelo filme da Amélie Poulain, que fica ao norte de Paris, no bairro 18, é uma das regiões mais bucólicas e charmosas da cidade por causa de suas ruazinhas arborizadas, seus pintores de rua, seus cafés e cabarés. Além disso, como fica no alto de uma colina, oferece uma das mais lindas vistas da cidade.

As charmosas ruelas arborizadas de Montmartre

As charmosas ruelas arborizadas de Montmartre

Moulin Rouge

O Moulin Rouge, um dos mais tradicionais cabarés da cidade

Em Montmartre fica também a famosa igreja Sacré-Coeur.

Sacré Coeur

A igreja de Sacré Coeur

Geralmente, os turistas do mundo inteiro se limitam a visitar a igreja e  a famosa Place des Tertres, ocupada por pintores de rua que fazem caricaturas dos turistas e retratam a cidade.

Place des Tertres

Place des Tertres. Foto de Stephen Carlile no Flickr.

Mas tem muito mais coisa pra ver em Montmartre e você não deve se limitar a este circuito turístico banalizado. Ande  pelas escadas e ruelas do bairro para descobrir o que realmente contribui para que Montmartre seja um dos bairros mais charmosos de Paris.

Para ajudar você, seguem algumas pequenas dicas de passeios, tanto para a parte mais turística quanto para as ruas e cantinhos escondidos que os parisienses visitam.

Moulin Rouge, café da Amélie Poulain e Abbesses:

O Moulin Rouge, um dos mais famosos cabarés de Paris, fica no boulevard de Clichy. Desça na estação de metrô Blanche e logo verá o cabaré. Pegue a rue Lepic, à direita do Moulin Rouge, uma rua de comércio alimentar, tipicamente parisiense.

No número 15, está uma das maiores estrelas do bairro: o café do filme da Amélie Poulain! Lotado de turistas, o café vale a pena se você for um fanático pelo filme. Senão, siga em frente. (Leia o post sobre o café da Amélie Poulain).

Vire à direita na rue des Abbesses e preste atenção no charme deste cantinho de Paris. Você vai chegar na praça des Abbesses onde está situada uma das belas estações de metrô art nouveau.

Metrô Abbesses

Entrada da estação de metrô Abbesses – Foto de Steve Cadman, no Flickr

Na Place Abesses, você verá uma pequena praça onde fica o Muro do Eu Te Amo (Le Mur des Je t’Aime). Trata-se de uma parede onde a frase Eu te Amo está escrita em mais de 300 idiomas.

O muro dos Je t'Aime

O muro dos Je t’Aime

Continue caminhando na Abbesses e em seguida pegue a rua d’Orsel e vire na rue des Trois Frères à esquerda. Na esquina da Rue des Trois Frères e da Rue Tardieu, você vai ver as escadarias para chegar até a igreja da Sacré Coeur. Daí, é só subir. Você pode ir pelos caminhos tradicionais, de bondinho ou pelas escadas laterais. Ou você pode pegar um caminho alternativo e aproveitar para conhecer o mercado de tecidos Saint-Pierre.

Veja também em Montmartre:

Onde comer em Montmartre:

 Obs.: Este post foi escrito originalmente em 2008. Republicamos hoje com informações e textos atualizados.

Publicidade


Vai para Paris? Reserve sua passagem no site oficial da Air France - o melhor preço para mais de 900 destinos em todo o mundo.
O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

448 pitacos, participe desta conversa

  1. […] deixar de ser, os posts (são vários) do Conexão Paris sobre Montmartre são sempre muito lidos. Montmartre, um dos bairros mais charmosos de Paris, escrito em 15 de junho de 2013, é o 12˚ post mais lido do blog, de todos os tempos. […]

  2. Maria Paula Leite Pereira disse:

    QUAL O AEROPORTO QUE AS EMPRESAS LOW CUST USAM QUE FICA MAIS PRÓXIMO A MONTMARTRE?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Maria Paula, depende da empresa. Algumas usam o aeroporto Orly (o mais próximo de Paris), outras usam o Charles de Gaulle e a empresa Ryanair usa o aeroporto de Beauvais (o mais afastado de Paris).

  3. Leticia Gama disse:

    Olá,
    Estou montando meu roteiro por Paris e gostaria de saber quanto tempo devo reservar para esse passeio em Montmartre. Meio dia é suficiente ou devo separar um dia inteiro para ele? Obrigada!!

  4. Pollyanna Simões disse:

    Olá parabens pelo site, traz muitos esclarecimentos. Estarei pela segunda vez em Paris, a primeira vez fui por excursão e não aproveitei muito. Em abril de 2019 me hospedarei num hotel da rede Mercure em Montmartre. Trata-se de um bairro perigoso ou posso ficar tranquila para andar nas ruas e usar o transporte público? grata aguardo.

  5. rafaella disse:

    rodrigo, a basílica de sacrè coeur fica aberta no dia 01/01/18?

  6. Madot disse:

    Olá, uma das vezes que estive em Paris, faz tempo, vi uma loja próxima à Sacré Couer que vendia uma réplica de uma gárgula. Era meio cara e não tinha dinheiro no momento. Até hoje fiquei com a tal da gárgula na cabeça. Em novembro passarei por Paris e terei 24hs para achar a tal da lojinha e realizar a compra deste objeto de desejo. Poderia me dar alguma dica para localizar estas lojas? Obrigada

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Madot, existem várias ruas próximas à basílica do Sacré Coeur cheias de lojas de lembrancinhas. Elas se concentram ao redor da Place du Tertre: rue Norvins, rue Saint Rustique, rue du Mont Cenis.

  7. marisa disse:

    Olá Rodrigo! Sou fã de vcs! Gostaria de saber onde comprar os tickets para o Le Petit Train de Montmartre. Se é possivel começar e terminar o passeio naPlace du Tertre e, se tem parada no Mus´ee du Montmartre. Grata

  8. Adriana disse:

    Irei a Paris em e me hospedarei no hotel jardins de montmartre, chegarei pelo aeroporto Charles de Gaulle, qual meio de transporte mais indicicado e qual estacao mais proxima ao hotel?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Adriana, as opções de transporte aeroporto CDG-Paris (e vice-versa) são muitas e variam de preço e de nível de conforto. Veja algumas das muitas possibilidades:

      – trem RER B + metrô: no CDG pegue o trem RER B e vá até a estação Gare du Nord. Lá pegue o metrô linha 4 (direção Porte de Clignancourt) e vá até a estação Marcadet – Poissoniers. Lá troque pela linha 12 (direção Aubervilliers) e desça na estação Jules Joffrin. Ande então cerca de 5 minutos até o hotel. Custo do bilhete para todo esse trajeto: 10,30€ por pessoa.

      – o ônibus Roissybus: pegue o Roissybus no CDG e vá até o único ponto dele em Paris, que se encontra na rue Scribe ao lado da Opéra Garnier. Lá perto, na estação Opéra, pegue o metrô linha 8 (direção Balard) e vá até a estação Madeleine. Lá troque pela linha 12 (direção Aubervilliers) e desça na estação Jules Joffrin. Ande então cerca de 5 minutos até o hotel. Custo por pessoa: 12€ do ônibus + 1,90€ pelo metrô.

      – o táxi, cujo custo é fixo. No seu caso o valor da corrida do CDG até o seu hotel é 50€.

      – o transfer privativo de carro com motorista brasileiro. Opção mais confortável, segura e tranquila. Veja os valores no site Minha Viagem Paris: http://www.minhaviagemparis.com.br/traslados-paris.html.

  9. adv.abandeira@gmai.com disse:

    Rodrigo, estou para passar o reveillon em Paris e terei entre os dias 31/12 até 03/01 para conhecer a cidade. Gostaria de dicas do que fazer no dia 01/01, já que vi que alguns pontos turísticos estarão fechados. Gostaria também de saber dicas de como se divertir e curtir a virada. É minha primeira vez em Paris.

  10. Bruno disse:

    Opa Rodrigo, sou eu de novo aqui! Chegarei de trem à Paris e, como disse, hospedarei no Hostel Oops (50 Avenue des Gobelins), mas chego às 19h. o que poderia aproveitar com essas poucas horas ? (ficarei em Paris 5/6 dias). Pensei em comer algo por ali e fazer algo por ali perto… mas o quê?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Bruno a essa hora os museus e monumentos já estarão fechados. Na região do seu hotel não há nada muito interessante a ser feito nesse horário. Você pode ir à região da Butte aux Cailles (10 minutos a Pé), lá tem muitos bares e restaurantes interessantes, clique aqui e veja o vídeo.

  11. Rodrigo Lavalle disse:

    Monica, é um dia normal.

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.