Ao chegar aos pés do Sacre-Coeur, você tem duas possibilidades para subir até a Igreja: de bondinho (funiculaire, em francês) ou as escadas.

Aí está a entrada do funiculaire, com os turistas esperando o bondinho.

Funicular de Montmartre

A entrada do funicular, o bondinho que leva até a igreja Sacré Coeur. Foto de In Sppho we trust , no Flickr

Ao lado estão as escadas. A subida é linda porque aos poucos você vai descobrindo a vista de Paris.

As escadas da Sacré Coeur

As escadas que levam até a igreja Sacré Coeur. Foto de Guillaume Cattiaux no Flickr

Chegando no alto  o número de turistas é impressionante, sobretudo se o tempo está ensolarado e se os artistas estão animando o ambiente.

Acrobata, em frete à igreja Sacré Coeur, com a deslumbrante vista da cidade como cenário

Quando estiver no nível das portas do Sacre-Coeur, virando à esquerda na rua Eleuthere ou na rua Azais, você chega na Praça do Tertre, a famosa praça de Montmartre, com seus pintores, seus restaurantes e seus turistas.

Na praça, pegue a rua Norvins. No início, esta rua será ainda muito turística com seus  célebres posters de Montmartre.

Você passsa por um museu criado por um grande designer de sapatos e aos poucos entra no verdadeiro Montmartre, calmo, muito verde, com casas maravilhosas e um ambiente muito particular, como uma cidade do interior da França.

Seguindo sempre a rua Norvins você chega na praça Marcel Aymé e verá uma escultura interessante, uma homenagem à sua obra mais conhecida Le Passe Muraille, o homem que passava através dos muros.

Marcel AYmé

A escultura Le Passe Muraille, em homenagem ao escritor francês Marcel Aymé

Veja também:

Onde comer em Montmartre:

 

Sobre Marcel Aymé: www.gallimard.fr