Os bairros onde eu não me hospedaria em Paris

Para iniciar este assunto polêmico, um parágrafo que vai me salvar em situações difíceis no futuro.

Se hospedar em Paris intra-muros já é uma vantagem imensa. Neste caso todos os bairros são bons e com o metrô a vida fica fácil. Sei que às vezes o turista se hospeda fora de Paris, nas cidades que se encontram após o Anel Periférico. Se esta escolha for ditada por questões econômicas, a solução é válida. Neste caso veja se o hotel se encontra perto de uma estação do metro parisiense. Certas linhas cruzam a fronteira da cidade e vão até as cidades vizinhas. Muita vezes não se trata de uma escolha e o turista se encontra do outro lado do periférico por falta de informações ou por informações incorretas. Uma regra fácil é verificar o código postal do endereço do hotel. Os CEPs parisienses começam todos com o número 75.

Foto: Sérgio T Gonçalves

Eu não me hospedaria em Montmartre. Bairro romântico com ruelas e escadas, bares, restaurantes e discotecas. Bairro com personalidade forte e interessante. Mas não me hospedaria aí por duas razões. Quem a conhece sabe bem que esta área está afastada de todos os pontos turísticos. Que para pegar metro ou ônibus é necessário subir escadarias e contornar ruelas. Que o metrô Abesses não é fácil com seu elevador lento e sujo.

Quem o conhece sabe também que este bairro atrai uma população boêmia, jovens animados e divertidos mas também grupos sociais complicados. Sobretudo a parte mais turística do bairro, aquela que fica nas proximidades da igreja Sacre-Coeur. O turista brasileiro, já estressado com a violência do Brasil, pode se sentir ameaçado.

Eu evitaria também os limites da cidade. Estes hotéis que estão na divisa entre Paris, o periférico e as cidades vizinhas e que se encontram perto das Portas de Paris: Porte de Clichy, Porte de la Villette etc. Não que a situação seja perigosa, simplesmente porque estes endereços também estão afastados dos centros turísticos e estas regiões não são agradáveis. Estas áreas limítrofes tendem a serem apropriadas por aqueles que foram expulsos do centro. Quando ainda frequentava os escritórios de atendimento aos estrangeiros e fazia fila durante horas para pedir a permissão de residência no solo francês, me encontrava nestes espaços periféricos que escondem o que não deve ser visto.

Acho que com calma e muita pesquisa o turista pode encontrar um hotel mais central por preços equivalentes aos destes hotéis.

A discussão está aberta.

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

1600 pitacos, participe desta conversa

  1. helvia disse:

    Olá, vou a Paris em agosto e estou em dúvida entre me hospedar no 1º e 8º arrondissement, mais especificamente entre os hotéis novotel paris les halles e frankling roosevelt. Qual vc me aconselha, considerando a localização/ beleza / segurança do bairro?
    Muito obrigada!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Hélvia, considerando beleza / segurança do bairro eu indicaria o hotel no 8º arrondissement. Ele também é bem localizado.
      Abraços.

  2. Rodrigo disse:

    Olá Rodrigo. Estive pesquisando em sites de redes (Ibis, Mercure, etc.) e percebi que os hotéis na região do 10. arr como Gare du Nord e Gare de l’Est são mais baratos. Há algum motivo pra isso? São regiões ruins, perigosas? Não são tão afastadas, por isso fiquei com essa dúvida.

    Desde já, agradeço!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Rodrigo, são regiões um pouco afastadas dos pontos turísticos da cidade e são mais populares e menos bonitas. Hoje em dia elas estão começando a ficar mais cool e jovem.
      Abraços/

  3. Rodrigo disse:

    Olá Rodrigo, pretendo me hospedar na 24, Geoffroy l’Angevin St. O que acha? Conhece a região? É tranquilo chegar a noite para dormir? Serei eu, minha esposa e filha de 2 anos.
    Obrigado.

  4. Manuela disse:

    Boa noite!
    Estou indo dia 10 agora pra Paris e estou vendo um hostel perto da praça da République. Agora fiquei um pouco receosa pois vou estar sozinha e andar muito a pé. Essa região é difícil? A noite será que fica perigosa demais? Obrigada.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Manuela, a praça da République é segura, além disso existem muitas linhas de metrô que passam por lá. Nenhum local de Paris fica perigoso demais a noite.
      Abraços.

  5. Larissa disse:

    Olá Rodrigo, estou indo pela primeira vez com marido e filha de 1ano e 10meses para Paris no final de maio, confesso que estou muito perdida quanto ao Hotel, precisava unir um preço bom a uma boa localização. Tem hotel para indicar? Ou uma localização boa com preços bons?
    Obrigada!!

  6. Thais disse:

    Vou para Paris final de maio pela primeira vez e estou buscando o melhor local para ficar, mas que não seja tão caro…como não conheço, fico com medo de escolher o ARR errado. Queria poder fazer o máximo de coisas a pé… Obrigada.

  7. Mariene disse:

    Meu marido, eu e minha filha de 15 anos estaremos em Paris 13/07 23:00hs, ficaremos no Ibis do aeroporto CDG e p/ o dia seguinte estamos vendo um Flat na Boulevard Richard Lenoir – Bastille até 20/07, se é que será possível devido ao feriado e festividades no local? Qual sua opinião deste local nesta data? desde já agradeço seu parecer.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Mariene, as comemorações do dia 14 de julho acontecem na avenida Champs Élysées. Vocês não terão problemas para chegar até o apartamento no boulevard Richard Lenoir.
      Abraços.

  8. luciane disse:

    Estou indo para Londres em setembro e vou passar 4 dias em Paris sozinha, falo francês razoável e me indicaram o Bairro Opera pois é perto de tudo, acessível á vários pontos Turisticos a pé e menos perigosos para chegar sozinha a noite, você confirma essa indicação?

  9. Juliana disse:

    Estarei em paris em maio, ficarei 3 dias apenas, pois estarei vindo da Italia e sera o ponto final da viagem, estarei com a minha mae e gostaria de dicas de hoteis pra ficar que sejam proximos aos pontos turisticos e que tenham facil acesso ao metro, um lugar estrategico para podermos fazer passeios. Tambem se puder indicar alguns passeios, lugares tambem para podermos pesquisar roupas. Obrigada

  10. Rodrigo Lavalle disse:

    Simone, a região é boa para se hospedar: central e com muitas opções de restaurantes e comércios em geral.
    Abraços.

  11. Rodrigo Lavalle disse:

    Suzie, no CDG pegue o trem RER B até a estação Port Royal. Saia da estação e ande cerca de 8 minutos até o hotel.
    Abraços.

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.