Onde eu não me hospedaria em Paris

A- A+

Paris é formada por 20 distritos, os chamados arrondissements. Em volta de Paris, há uma imensa periferia, formada por centenas de pequenas cidades – algumas lindas e agradáveis, outras difíceis e violentas.

Se hospedar em Paris mesmo (ou seja, em um dos 20 arrondissements da cidade) já é uma vantagem imensa. Não importa em que bairro esteja, você vai sempre estar a no máximo 500 metros de uma estação de metrô.

Sei que às vezes o turista se hospeda fora de Paris, nas cidades que se encontram após o Anel Periférico. Se esta escolha for ditada por questões econômicas, a solução é válida. Neste caso veja se o hotel se encontra perto de uma estação do metrô parisiense. Certas linhas cruzam a fronteira da cidade e vão até as cidades vizinhas.

Mas às vezes, o turista se encontra do outro lado do periférico por falta de informações ou por informações incorretas. Uma regra fácil é verificar o código postal do endereço do hotel. Os CEPs parisienses começam todos com o número 75. Ou seja, 75001 é o primeiro arrondissement; 75002, o segundo e assim por diante, até 20.

Eu não me hospedaria em Montmartre. Bairro romântico com ruelas e escadas, bares, restaurantes e discotecas. Bairro com personalidade forte e interessante. Mas não me hospedaria aí por duas razões. Quem a conhece sabe bem que esta área está afastada de todos os pontos turísticos. Que para pegar metro ou ônibus é necessário subir escadarias e contornar ruelas. Que o metrô Abesses não é fácil com seu elevador lento e sujo.

Quem o conhece sabe também que este bairro atrai uma população boêmia, jovens animados e divertidos mas também grupos sociais complicados. Sobretudo a parte mais turística do bairro, aquela que fica nas proximidades da igreja Sacre-Coeur. O turista brasileiro, já estressado com a violência do Brasil, pode se sentir ameaçado.

Eu evitaria também os limites da cidade. Estes hotéis que estão na divisa entre Paris, o periférico e as cidades vizinhas e que se encontram perto das Portas de Paris: Porte de Clichy, Porte de la Villette etc. Não que a situação seja perigosa, simplesmente porque estes endereços também estão afastados dos centros turísticos e estas regiões não são agradáveis. Estas áreas limítrofes tendem a serem apropriadas por aqueles que foram expulsos do centro. Quando ainda frequentava os escritórios de atendimento aos estrangeiros e fazia fila durante horas para pedir a permissão de residência no solo francês, me encontrava nestes espaços periféricos que escondem o que não deve ser visto.

Acho que com calma e muita pesquisa o turista pode encontrar um hotel mais central por preços equivalentes aos destes hotéis.

A discussão está aberta.

Publicidade


Vai para Paris? Reserve sua passagem no site oficial da Air France - o melhor preço para mais de 900 destinos em todo o mundo.
O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

1886 pitacos, participe desta conversa

  1. Paula disse:

    Oi, Rodrigo! Em primeiro lugar, parabéns pelo trabalho. Passei horas no site pesquisando e anotando as melhores dicas de Paris. Vou passar 3 dias na cidade (sozinha) e, por conta do meu orçamento, estava pensando em me hospedar em Montmartre (Rue Lamarck). É uma localização ok dentro do bairro? Achei outra opção um pouco mais cara na Rue Saint-Lazare, em Pigalle – Saint-Georges, mas se não fizer tanta diferença, eu preferiria economizar mesmo. O que você me indicaria?
    Obrigada!

  2. Ana Fraga disse:

    Olá, muito interessante suas dicas. Estou planejando ir para Paris em janeiro com uma amiga, estamos pesquisando hotéis no Quartier Latin, nos falaram que era uma região interessante e bem movimentada. O que você acha dessa região? É um lugar seguro?

  3. Luciano disse:

    Boa noite, Rodrigo!
    Você pode me dizer se é melhor se hospedar no Batignolle do que em Montmartre?
    Obrigado!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Luciano, depende muito do endereço em cada uma dessas regiões. As duas são um pouco isoladas, o ideal é que haja uma estação próxima.

  4. Rafaela disse:

    Outra pergunta, Rodrigo…
    Você conhece o Maisons-Alfort?
    É fora de Paris, mas a dona do apto disse que são 20 min de metrô até o centro de Paris.
    No bairro Alésia, onde pensei ficar, tbm seriam 20 min de metrô pro centro.
    Não sei onde ficar…
    Somos 6 e os preços estão bem altos…
    Obrigada e boa noite.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Rafaela, não conheço mas é longe de Paris. Eu não me hospedaria lá. Se for realmente bem mais barato que ficar em Alésia, opte por ele. Ficando em Alésia você pode até mesmo ir andando até determinados pontos turísticos, além disso a linha 4 é rápida e prática.
      Abraços.

  5. Rafaela disse:

    Boa noite, Rodrigo!
    O bairro Alésia em Paris é legal de ficar? Acho que também é afastado dos pontos turísticos, né? Mas pra se locomover é melhor que o Montmartre?
    Obrigada pela ajuda!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Rafela, em Alésia há uma estação da linha 4. Ela é prática para o turista pois possui várias estações em pontos turísticos estratégicos.
      Abraços.

  6. Luciana Rocha disse:

    Olá Rodrigo !
    Vou com minha família, meu marido e 2 filhos de 7 e 14 anos em julho (4 a 7) para Paris e estava vendo algumas opções de hospedagem : uma no Ibis Budget Porte de Pantin, outra em um studio em montmartre e outra em um studio em Quai de Grenelle, Paris 15E Arrondissement. Vi seus comentários e as 2 primeiras opções acho que não são boas indicações ! Gostaria de saber o que você me diz do studio em Quai de Grenelle ? Gostaria de suas orientações para que possamos curtir bastante Paris ! Grata

  7. Clio disse:

    Rodrigo,

    Vou para Paris mês que vem, e ficarei na Rue Alexandre Parodi, na beira do Canal St Martin.
    Essa região é bacana? 🙂

  8. Leticia disse:

    Olá Rodrigo! Vou à Paris em maio e pretendo me hospedar no bairro boêmio. Meu objetivo é conhecer além dos pontos turísticos, pontos onde foram gravados o filme Amelie e economizar na viagem. Depois do seu texto estou um pouco apreensiva, pois vou sozinha. Montmartre é muito perigoso para quem viaja sozinha? se sim, qual bairro você me recomenda, tendo em vista economizar euros.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Letícia, Montmartre não é perigoso, é agitado e boêmio. A área ao redor do Metrô Abbesses é mais tranquila. Evite as áreas perto dos metrôs Blanche, Pigalle, Anvers.
      Abraços.

  9. Tallita Fernandes disse:

    Ola Rodrigo.
    Vou em maio a Paris e escolhi um hotel da rede Ibis que fica no arrondissements 10, próximo a praca da republica. É um lugar seguro? Hotel ibis Styles Paris République.

  10. Talita disse:

    Muito obrigada pela ajuda, Rodrigo!
    Um excelente dia!

  11. Talita disse:

    Rodrigo, muito boa tarde.
    Fechei um hostel (ficaremos 5 noites, no mês de junho), pois realmente não conseguia encontrar opções mais econômicas, em hotéis.
    Ele fica na Rue des Morillons, 75015. Se chama Arty Paris. Sei que não é a melhor região, mas realmente a questão financeira pesou.
    Chegarei via trem, vinda de Barcelona, na Gare Lyon. Fiz uma simulação de trajeto e foi me dada essa opção: Gare de Lyon, descer na Champs Elysee Clemenceau e de lá pegar para Porte de Vanves.
    Seria mais ou menos isso? Tem alguma informação adicional dessa região?
    Te agradeço e desejo uma excelente semana!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Talita, está certo, na Gare de Lyon você vai pegar a linha 1 até a estação Champs Élysées – Clemenceau e lá vai pegar a linha 13 até a estação Porte de Vanves.
      Essa região é bem residencial e calma. Ela só é um pouco afastada do centro turístico da cidade.
      Abraços.

  12. Rodrigo Lavalle disse:

    Eliomara, esse hotel fica, na verdade, fora de Paris. Ele fica bem distante do centro turístico da cidade e longe de uma estação de metrô. Se possível o ideal seria trocar de hotel.
    Leia esse artigo onde descrevemos Paris e suas regiões: http://www.conexaoparis.com.br/2015/02/22/em-qual-regiao-se-hospedar-em-paris.
    Sui você vê todas as nossas dicas de hotéis dentro de Paris: http://www.conexaoparis.com.br/categoria/dormir.
    Abraços.

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.