Os bairros onde eu não me hospedaria em Paris

Para iniciar este assunto polêmico, um parágrafo que vai me salvar em situações difíceis no futuro.

Se hospedar em Paris intra-muros já é uma vantagem imensa. Neste caso todos os bairros são bons e com o metrô a vida fica fácil. Sei que às vezes o turista se hospeda fora de Paris, nas cidades que se encontram após o Anel Periférico. Se esta escolha for ditada por questões econômicas, a solução é válida. Neste caso veja se o hotel se encontra perto de uma estação do metro parisiense. Certas linhas cruzam a fronteira da cidade e vão até as cidades vizinhas.  Muita vezes não se trata de uma escolha e o turista se encontra do outro lado do periférico por falta de informações ou por informações incorretas. Uma regra fácil é verificar o código postal do endereço do hotel. Os ceps parisienses começam todos com  o número 75.

Foto: Sérgio T Gonçalves

Eu não me hospedaria em Montmartre. Bairro romântico com ruelas e escadas, bares, restaurantes e discotecas. Bairro com personalidade forte e interessante.  Mas não me hospedaria aí por duas razões. Quem a conhece sabe bem que esta área está afastada de todos os pontos turísticos. Que para pegar metro ou ônibus é necessário subir escadarias e contornar ruelas. Que o metrô Abesses não é fácil com seu elevador lento e sujo.

Quem o conhece sabe também que este bairro atrai uma população boêmia, jovens animados e divertidos mas também grupos sociais complicados. Sobretudo a parte mais turística do bairro, aquela que fica nas proximidades da igreja Sacre-Coeur. O turista brasileiro, já stressado com a violência do Brasil, pode se sentir ameaçado.

Eu evitaria também os limites da cidade. Estes hotéis que estão na divisa entre Paris, o periférico e as cidades vizinhas e que se encontram perto das Portas de Paris: Porte de Clichy, Porte de la Villette etc . Não que a situação seja perigosa, simplesmente porque estes endereços também estão afastados dos centros turísticos e estas regiões não são agradáveis.  Estas áreas limítrofes tendem a serem apropriadas por aqueles que foram expulsos do centro. Quando ainda frequentava os escritórios de atendimento aos estrangeiros e fazia fila durante horas para pedir a permissão de residência no solo francês, me encontrava nestes espaços periféricos que escondem o que não deve ser visto.

Acho que com calma e muita pesquisa o turista pode encontrar um hotel mais central por preços equivalentes aos destes hotéis.

A discussão está aberta.

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

1504 pitacos, participe desta conversa

  1. Daniel disse:

    Olá Rodrigo, tudo bem? Vou precisar morar em paris, para fazer meu mestrado e minha família irá comigo, minha esposa e dói cachorros pequenos, vi q dentro de paris a moradia é bem cara, sabe existe alguma cidade nos arredores que seja mais econômica , segura e q seja atendida pelo metro?

    Um grande abraço

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Daniel, existem várias cidades ao redor de Paris que são seguras, menos caras e atendidas pelo metrô: Levallois-Perret (linha 3 do metrô), Boulogne-Billancourt (linhas 9 e 10), Montreuil (linha 9), etc. Essas são algumas cidades limítrofes à Paris. Existem outras mais afastadas mas que também são servidas pelo metrô e que são mais baratas.
      Abraços.

  2. Bia disse:

    Olá Rodrigo, escolhemos um hostel nesse endereço:
    9 Rue Emile Zola, Vitry Sur Seine, Paris.
    sabe sé a localização é boa?

  3. Thaís disse:

    Olá Rodrigo,
    Vou a Paris início de Junho com meu namorado. Me indicaram dois hotéis econômicos, em áreas opostas, estou bem na dúvida em qual escolher. Queremos um lugar limpo e seguro, ficaremos apenas 3 noites. Caso tenha opções para indicar agradeço.
    Hotéis indicados:
    Hotel Suez – http://www.hoteldesuezparis.com/pt/
    Ibis Sacre Coeur – http://www.accorhotels.com/pt-br/hotel-0694-ibis-paris-sacre-coeur-18eme/index.shtml

    Se puder me responder por e-mail é melhor.

    Atenciosamente!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Thaís, sem a menor dúvida o hotel mais bem localizado é o Suez. A região é boa, bonita e segura. Vocês poderão fazer vários passeios a pé e encontrarão muitas opções de bares, restaurantes e lojas na proximidade.
      Abraços.

  4. Pedro Henrique Wattimo disse:

    Olá, vou a Paris dentro de duas semanas, reservei 9 diárias no Grand Hotel Nouvel Opera, no 11º arrondissement. Achei o preço bom e a localização aceitável. Foi uma boa escolha?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Pedro, a região é boa e segura. Talvez um pouco afastada do centro turístico mas isso é facilmente resolvido pelo sistema de metrô.
      Abraços.

  5. Mariana disse:

    Olá, vou a Paris em duas semanas e por um certo descuido acabei reservando o ibis Paris Montmartre 18ème hotel, para piorar um pouco mais chego em Paris à noite. É muito ruim a região ? Será q devo tentar desfazer a reserva?
    Obrigada

  6. Sthephanie Binx disse:

    Ola, vou a paris semana que vem, voce acha a avenida de versailles, e um bom local, proximo ao centro turístico?

  7. Cris Lima disse:

    Irei a Paris em fevereiro e estou super indecisa de onde me hospedar, quem puder ajudar dando opiniões sobre esses hotéis abaixo, ou dicas de outros. Obrigada:
    – Timhotel Opera Madeleine (http://www.timhotel.com/en/our-hotels-details/5-timhotel-opera-madeleine.htm#tab-presentation)
    – HOTEL IBIS PARIS BASTILHA OPERA 11ÈME
    http://www.hotellutece.com/pt/
    http://www.hotelimperialparis.com/

  8. Ludy disse:

    olá Rodrigo !! estou indo agora em janeiro com meu marido para Paris e depois para Londres , achamos melhor nos hospedarmos em Gare du Nord , por causa da estação de trem . Ficaremos dois dias em Paris somente . Você acha o bairro perigoso para voltar á noite ? Entre os hotéis Kyriad e Ibis Style em Gare du Nord , quel você acha melhor ? Obrigada !!!!

  9. Marcos disse:

    Marcos vou em maio com minha esposa e vamos ficar no Ibis Paris Tour Eiffel Cambronne tem metro direto para o museu do louvre e volta também? ou é melhor pegar um taxi o custo é alto?

    obrigado
    marcos

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Marcos, não há metrô direto mas é fácil fazer a troca. Na estação Cambronne pegue o metrô linha 6 (sentido Étoile) e desça na estação Étoile. Pegue então a linha 1 (sentido Château de Vincennes) e desça na estação Palais Royal – Musée du Louvre.
      Abraços.

  10. Rodrigo Lavalle disse:

    Ana Carolina, sim, a região possui bons restaurantes. Leia os artigos que escrevemos sobre ela: http://www.conexaoparis.com.br/categoria/passear/por-bairro-passear/montparnasse/.
    Abraços.

  11. Rodrigo Lavalle disse:

    Bruno, não conhecemos o local. A região é OK. Um pouco afastada do centro turístico da cidade mas isso é resolvido pela rede de metrô.
    Abraços.

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.