Onde eu não me hospedaria em Paris

A- A+

Paris é formada por 20 distritos, os chamados arrondissements. Em volta de Paris, há uma imensa periferia, formada por centenas de pequenas cidades – algumas lindas e agradáveis, outras difíceis e violentas.

Se hospedar em Paris mesmo (ou seja, em um dos 20 arrondissements da cidade) já é uma vantagem imensa. Não importa em que bairro esteja, você vai sempre estar a no máximo 500 metros de uma estação de metrô.

Sei que às vezes o turista se hospeda fora de Paris, nas cidades que se encontram após o Anel Periférico. Se esta escolha for ditada por questões econômicas, a solução é válida. Neste caso veja se o hotel se encontra perto de uma estação do metrô parisiense. Certas linhas cruzam a fronteira da cidade e vão até as cidades vizinhas.

Mas às vezes, o turista se encontra do outro lado do periférico por falta de informações ou por informações incorretas. Uma regra fácil é verificar o código postal do endereço do hotel. Os CEPs parisienses começam todos com o número 75. Ou seja, 75001 é o primeiro arrondissement; 75002, o segundo e assim por diante, até 20.

Eu não me hospedaria em Montmartre. Bairro romântico com ruelas e escadas, bares, restaurantes e discotecas. Bairro com personalidade forte e interessante. Mas não me hospedaria aí por duas razões. Quem a conhece sabe bem que esta área está afastada de todos os pontos turísticos. Que para pegar metro ou ônibus é necessário subir escadarias e contornar ruelas. Que o metrô Abesses não é fácil com seu elevador lento e sujo.

Quem o conhece sabe também que este bairro atrai uma população boêmia, jovens animados e divertidos mas também grupos sociais complicados. Sobretudo a parte mais turística do bairro, aquela que fica nas proximidades da igreja Sacre-Coeur. O turista brasileiro, já estressado com a violência do Brasil, pode se sentir ameaçado.

Eu evitaria também os limites da cidade. Estes hotéis que estão na divisa entre Paris, o periférico e as cidades vizinhas e que se encontram perto das Portas de Paris: Porte de Clichy, Porte de la Villette etc. Não que a situação seja perigosa, simplesmente porque estes endereços também estão afastados dos centros turísticos e estas regiões não são agradáveis. Estas áreas limítrofes tendem a serem apropriadas por aqueles que foram expulsos do centro. Quando ainda frequentava os escritórios de atendimento aos estrangeiros e fazia fila durante horas para pedir a permissão de residência no solo francês, me encontrava nestes espaços periféricos que escondem o que não deve ser visto.

Acho que com calma e muita pesquisa o turista pode encontrar um hotel mais central por preços equivalentes aos destes hotéis.

A discussão está aberta.

Publicidade


Vai para Paris? Reserve sua passagem no site oficial da Air France - o melhor preço para mais de 900 destinos em todo o mundo.
O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

2066 pitacos, participe desta conversa

  1. José disse:

    Boas
    Vou a paris no proximo mes e vou ficar hospedado no 8 arrondissement perto sa estção de metro “Rome”.
    Acha a zona boa e segura?

  2. Fabiane almeida disse:

    Olá rodrigo , estaremos indo para Paris no final de agosto … Onde iremos nos hospedar no hotel mercure porte versalles …. Poderia me informar sobre esse hotel … Fica perto ou muito longe dos pontos turísticos ?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Fabiane, essa região fica mais afastada do centro turístico da cidade mas nada que o metrô não resolva. Peguem a linha 12 na estação Porte de Versailles e desçam na estação Concorde, vocês estarão a meio caminho do Louvre e do Arco do Triunfo. Clique aqui e leia nosso artigo sobre essa região.

  3. Rose disse:

    Olá, temos uma viagem marcada para setembro de 2017, somo um grupo de 7 corredores e estamos pesquisando um local que tenha fácil acesso aos pontos turísticos. Tenho essas 3 indicações: Rue Archereau, Ilha de France; Passage Du Ponceau; Rue aux Ours, apartamentos pelo Airbnb. Que dicas você pode nos fornecer. Obrigada!!

  4. Elaine Rosi Kelm disse:

    Muito bom o seu blog. Parabéns! Estaremos indo a Paris em maio/2017. Já reservamos 2 hotéis no Ibis ´no 15º distrito e no 10º distrito. Qual é o distrito mais recomendado??? Ref ao city tour, vi que tem 4 linhas, posso adquirir um bilhete para 3 dias e usufruir de todas as linhas???

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Elaine, nesse artigo nós falamos sobre Paris e suas regiões em relação ao centro turístico da cidade. Se você procura uma região mais central opte pela área ao redor do Louvre ou por Saint Germain ou Quartier Latin.
      Clique aqui e leia sobre os hotéis Ibis bem localizados em Paris. Eles não ficam em áreas super centrais mas elas são simpáticas e de fácil acesso.
      Você se refere ao city tour da Paris City Vision? Sim, você pode adquirir um bilhete para 3 dias e usufruir das 4 linhas/circuitos. Mesmo se Você comprar o bilhete para somente 1 dia, você poderá fazer os 4 circuitos/linhas.

  5. Ana Karine disse:

    Boa tarde, um hotel próximo a Gare du nod é bom de ficar hospedado?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Ana, essa região não é a mais simpática e bonita de Paris. Ela passa uma sensação de insegurança. Leia aqui sobre as regiões parisienses e onde é mais interessante se hospedar.

  6. Eduardo disse:

    Rodrigo, chegaremos em Paris perto das 10:00. Estaremos indo de uma estada em Portugal. Provavelmente será somente neste dia que poderemos fazer este city tour, então pensei em deixar as malas em Orly e fazer este passeio retornando depois para o aeroporto e indo para o hotel próximo da Disney. Mas se o ônibus não passa lá vou ver qual a melhor alternativa.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Eduardo, realmente está bem complicado o esquema. Uma solução simples e prática seria o nosso city tour de carro privativo: o carro pegaria vocês em Orly, faria o city tour e depois levaria vocês ao hotel na Disney. Escreva para a Adriana no email vendas@minhaviagemparis.com.br e peça um orçamento.
      A outra solução seria ir de Orly (com as malas) de trem até a estação Gare du Nord (lá há guarda-volumes). Pegar o city tour da Paris City Vision (existem 4 circuitos, veja aqui) que tem ponto em frente à Gare du Nord. Após o city tour vocês retornariam à Gare du Nord, recuperarim as malas, pegariam o metô linha 4 até a estação Châtelet – Les Halles e lá pegariam o trem RER A4 até a Disney (estação Marne-la-Vallée – Chessy).

  7. Eduardo disse:

    Obrigado pelo retorno Rodrigo!
    Outra pergunta… estamos pensando em deixar as malas em um locker no aeroporto de Orly e fazer um city tour de ônibus.
    Me disseram que há um ótimo passeio no qual podemos descer em vários pontos e pegar novamente os ônibus que passam de 10 em 10 minutos. Sabe me dizer se esta opção tem uma parada no aeroporto de Orly?

    Novamente muito obrigado!!!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Eduardo, não há guarda-volumes no aeroporto de Orly. Os ônibus de city tour não passam em Orly pois o aeroporto fica longe do centro turístico da cidade. Por que vocês estão pensando em deixar as malas em Orly? Seria depois de fazer o check-out no hotel?

  8. Eduardo disse:

    Olá! Vou com esposa e filhas para Paris em 13/02/17 com o objetivo de levar as crianças para Disney. Poderia me ajudar a escolher um bairro cujo acesso para o trem que leva ao parque seja perto?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Eduardo, você pode se hospedar perto do Arco do Triunfo (estação Charles de Gaulle – Étoile), na região da Opéra próximo à estação Auber, na região de Chatêlet (estação Châtelet – les Halles) ou na região da Bastille próximo à estação Gare de Lyon.

  9. Mari disse:

    Boa tarde, vou à Paris em fevereiro de 2017, para não ter problemas em ficar carregando mala, pensei em me hospedar próximo a estação Gare du Nord, algum recomendação? Olhe no site e muitas pessoas recomendam por ser próximo à estação mas tenho medo de ser perigoso.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Mari, a região não é perigosa no sentido de ataques e assaltos mas ela passa uma sensação de insegurança. Além disso ela não é muito bonita.
      O “problema” de ficar carregando mala pode ser resolvido com um táxi da estação até o seu hotel.
      Sugiro que você fique hospedada na região de Montparnasse. Desça do trem RER B (que liga o aeroporto Charles de Gaulle a Paris) na estação Denfert- Rochereau e depois pegue um táxi até o hotel. Leia esse artigo sobre a região de Montparnasse com dicas de hotéis e do que fazer. Leia também esse artigo onde citamos 13 hotéis Ibis bem localizados em Paris.

  10. Leonardo Ribeiro disse:

    Olá, primeiramente parabéns pelo blog. Estou planejando uma viagem econômica para Paris este ano e estou em dúvida entre dois hotéis: Best Western Hotel Eiffel Cambronne e Hotel Bailli de Suffren – Tour Eiffel. Qual deles você indica? Obrigado!

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.