Diego é um querido amigo parisiense. O nome, ele ganhou da mãe espanhola e a paixão pela música francesa foi construída ao longo da vida entre Paris e a Provence. Convidamos Diego para nos apresentar seus artistas favoritos. O texto foi escrito em francês. Abaixo, nossa tradução livre.

Em 1972 apareceram nas ondas francesas um furacão loiro – Véronique Sanson (leia sobre ela aqui) – e uma determinada música que se tornaria um clássico das canções de amor na França e no mundo: Amoureuse.

Na aurora dos anos 70, a França ainda era um país pudico e a letra de Amoureuse mexeu com as idéias vigentes sobre o amor tradicional e sobre o lugar das mulheres no mundo – limitado ao papel de mãe de família, ou mesmo de dona de casa submissa e sem substância.

Essa é a primeira versão de Amoureuse:

Essa canção é a história de um amor profundo mas proibido, condenado pelos preceitos morais que as mulheres começavam a condenar: jovem demais em relação ao homem, amar um homem casado ou simplesmente exprimir seus sentimentos. Situações que não agradavam os homens conservadores da época.

E, no entanto, essa canção afirma: Sim, uma mulher pode falar do amor erótico. Sim, uma mulher pode sonhar e fantasiar. Sim, a mulher é um ser humano como o homem e pode exprimir suas emoções.

Aqui a versão sinfônica:

https://www.youtube.com/watch?v=Se3yVZwlSOw

Essa canção sublime, com uma melodia também brilhante, teve um reconhecimento internacional particularmente rápido. A versão inglesa foi gravada no mundo inteiro por grandes cantoras. Mesmo que a letra tenha sido algumas vezes adaptada e o título alterado (Emotions), a melodia é sempre reconhecível em todas as versões.

Logo de início são os quebequenses que a recebem com fervor. Depois a Inglaterra, com a cantora KiKi Dee, protegida de Elton John, que fez sucesso com a seguinte versão:

Em seguida a canção faz sucesso nos EUA com Shirley Bassey e Olivia Newton-John. Muitas outras intérpretes – francesas, inglesas, americanas, etc – regravam ao longo dos anos essa joia musical:

Uma boa canção de verdade é capaz de atravessar os anos, de emocionar todas as gerações e de sobrepujar os modismos. “La vie en rose”, “Comme d’habitude”, “Ne me quitte pas” são exemplos de canções atemporais que nós não paramos de escutar.

Hoje “Amoreuse” virou um clássico da chanson française e é considerada uma das mais belas canções de amor já escritas.

Quando teremos uma versão brasileira dessa joia e cantada por quem?

De minha parte, eu os convido a escutar minha versão preferida, cantada por outra cantora francesa de voz excepcional: Lucid Beausonge.

Leia também os outros artigos escritos pelo Diego:

 

MinhaViagemParis1Na nossa agência online Minha Viagem Paris você vai descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.

 

 


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.