Do ponto de vista turístico, toda metrópole possui as áreas e os monumentos que representam a cidade no imaginário internacional. É quando ultrapassamos esta etapa que entramos na vida real do país e descobrimos sua cultura.

Nós achamos que o 1ème bairro de Paris, a rua Saint Honoré e sua região, é uma porta de entrada perfeita no mundo do parisiense. Do parisiense bem informado, para sermos mais precisas.

Luxo, gastronomia e cultura estão concentrados na Saint Honoré.

A Saint Honoré se tornou, nos últimos 10 anos, uma das referências para o shopping de luxo, mas um luxo diferente do exposto na Avenida Montaigne. Saint Honoré não é exibicionista, seus prédios não são ricas mansões dos séculos passados transformadas em butiques, a ruas são estreitas. Saint Honoré não possui megas lojas com vigias carrancudos na entrada. Saint Honoré não é intimidante, ela é intimista e democrática.

O endereço chave da Saint Honoré e o concept store Colette.

Sem Colette, a fundadora da loja epônima, Saint Honoré seria diferente. E o luxo Colette é um luxo que possui sua especificidade: ele é conceitual e intelectual, às vezes até demais. Ela vende objetos luxuosos cujos preços começam em 2 euros e sobem até patamares muito, mas muito mais elevados. Isto significa que todos nós podemos entrar na loja e comprar algo.

Além do luxo conceptual, Saint Honoré representa também o luxo discreto. O melhor exemplo é a marca de bolsas e valises Goyard. Marca sem grandes iniciais aparentes e cujo lema é a confidencialidade.

Saint Honoré é a área dos perfumistas luxuosos: do tradicional perfume francês Guerlain, aos discretos e excelentes perfumes de nicho como Francis Kurkdjian.

Saint Honoré é teatro, museus e livrarias: cultura é luxo. Aqui temos a histórica Comedie Française, residência dos melhores atores de teatro da França. Aqui temos uma das melhores livrarias de Paris, a Delamain. Fui apresentada a vários escritores franceses e internacionais graças aos bons conselhos destes profissionais. E aqui temos, claro, o Louvre, o Arts Décoratifs, o Orangerie, o Jeu de Paume.

Saint Honoré é um concentrado de bons cafés, restaurantes e bares: gastronomia é luxo. Um excelente café em uma das mais antigas lojas de cafés de Paris é um momento luxuoso e um contraponto ao lado fashion da Saint Honoré: conheça o Café Verlet.

Uma comida gostosa, feita com excelentes produtos e com preços honestos é um luxo. Por isso indicamos Da RosaBrasserie FlottesCastiglioneL’Absinthe

Um restaurante de um grande chef com preços abordáveis é raro, então um luxo. Conheça o Pinxo.

Tomar o melhor chocolate quente – no inverno – ou o melhor chocolate gelado – no verão – é um luxo. Nós adoramos o bar de chocolates do Jean Paul Hévin.

No final da tarde, um bonito bar, uma coupe de champagne ou uma taça de vinho é um momento perfeito, portanto luxuoso. Teste no bar do Hotel Mandarin Oriental

Foram por todas estas razões e algumas mais que fizemos um vídeo sobre a Saint Honoré. Clique nos links acima, veja o vídeo, anote os endereços. No final terá um maravilhoso circuito do centro de Paris.

Nós temos muitos outros vídeos. Visite e inscreva-se no nosso canal do You Tube.