Para quem quer aproveitar a viagem à França para ir às compras, é importante entender como funciona e conhecer as vantagens da Detaxe ou Tax Refund (devolução do valor dos impostos embutidos no preço da mercadoria) e do Duty Free (compras sem impostos nos aeroportos e a bordo).

Escrevemos esse post para esclarecer as dúvidas recorrentes dos leitores em relação ao procedimento do détaxe e dar dicas em relação às compras de Duty Free.

detaxe

Detaxe ou Tax Refund: fila na alfêndega no aeroporto Charles de Gaulle

1. Como conseguir o reembolso das mercadorias compradas na França?

  • Para ter direito a solicitar o reembolso, o valor das compras feitas em uma mesma loja em um único dia deve ser superior a 175 euros.
  • Ao pagar, informe que você quer fazer a détaxe. E não se esqueça que você precisará apresentar o seu passaporte, portanto, tenha sempre uma cópia com você.
  • Você deverá informar ao lojista se prefere receber o reembolso em espécie ou como crédito no cartão de crédito.
  •  O comerciante lhe entregará um formulário (e um envelope já selado), que você deverá apresentar ao funcionário da alfândega, junto com as mercadorias compradas, no aeroporto no momento de sua viagem de volta ao Brasil. O oficial da alfândega irá carimbar este formulário que você deverá colocar dentro do envelope e, em seguida, colocá-lo em uma caixa de correios, no próprio aeroporto. Hoje em dia, na França, a maioria das lojas usam o formulário PABLO cuja validação pode ser feita nos terminais automáticos presentes nos aeroportos parisienses e em alguns outros aeroportos franceses (clique aqui e leia nosso artigo sobre o formulário PABLO).
  • Você só pode fazer este procedimento quando estiver deixando a Europa. Portanto, se sua viagem inclui vários países, você deverá apresentar os formulários de détaxe na alfandêga do aeroporto no qual fará o check-in para a viagem de volta ao Brasil.
  • A detaxe pode ser feita até 3 meses após a data da compra.

2. Devo pedir o reembolso, em espécie ou no cartão de crédito?

  • Geralmente, ao solicitar o reembolso em espécie, o pagamento é feito no aeroporto. Neste caso, após apresentar os formulários na alfândega, você deverá enfrentar outra fila para o reembolso.
  • Algumas lojas fazem o reembolso no momento da compra (caso das Galeries Lafayette, clique aqui). Mesmo nestes casos, você deverá fazer todo o procedimento descrito no item 1. Caso contrário, o valor reembolsado será cobrado em seu cartão de crédito com um acréscimo de 2%.
  • Caso prefira ficar livre da fila de reembolso, a melhor opção é pedir a devolução no cartão. Neste caso, os créditos demoram cerca de dois meses para entrar no cartão. E não acontecem todos simultaneamente.

3. Devo passar na alfândega antes ou depois do check-in?

  • Se as suas compras estiverem na mala a ser despachada, você deve fazer o procedimento de détaxe antes do check-in pois o oficial pode solicitar a apresentação das mercadorias compradas.

4. Onde ficam os guichês da alfândega nos aeroportos de Paris?

  • Orly:
    – Terminal Sud: nível Départs (Partidas), porte G
    – Terminal Ouest: nível Arrivées (Chegadas), porte E
  • Charles de Gaulle:
    – Terminal 1: nível CDGVAL, hall 6
    – Terminal 2A: porte 5
    – Terminal 2C:  porte 4
    – Terminal 2E : nível Départs (Partidas), porte 8
    – Terminal 2F : nível Arrivées (Chegadas), em frente à porte 10
    – Terminal 3: nível Départs (Partidas), dentro da zona internacional

5. Quanto tempo demora o procedimento no aeroporto?

  • As filas costumam ser grandes por isso sugerimos que você chegue com pelo menos três horas de antecedência.
  • Os vôos da Air France para o Brasil saem do terminal 2E no aeroporto Charles de Gaulle. Mas você pode fazer o procedimento em qualquer outro terminal.

6. O que é melhor, fazer as compras em Paris e solicitar o reembolso ou fazer compras no Duty Free?

Depende do que você vai comprar. O Duty Free no aeroporto Charles do Gaulle é excelente, com muitas lojas e uma enorme variedade. Se não quiser perder tempo com compras em Paris e se não for comprar muitas coisas (mais de 175 euros em uma mesma loja, no mesmo dia), pode ser melhor deixar para fazer compras no Duty Free. Assim, você  fica livre do procedimento da detaxe, que é chato e muito demorado. Mas é óbvio que há muito mais variedade em Paris.

7. Dica da Air France: faça suas compras Duty Free a bordo.

Os voos internacionais da Air France têm suas próprias lojas com venda Duty Free a bordo, onde você compra já sem os impostos.

Veja as demais dicas da Air France: