A Provence, o Luberon e a Côte d’Azur

Do ponto de vista da blogueira que hoje sou,  conheci a Provence e a Côte d’Azur de uma maneira totalmente desorganizada. “Descia” de Paris, ora a convite de amigos que moravam em Maubec, ora para visitar a cunhada que morava em Cannes. Aos poucos fui conhecendo as cidades mais importantes, os vilarejos pendurados nas montanhas, as abadias, as belas cidades da orla marítima, os burgos medievais, os mercados de antiguidades, os mercados dos produtos locais e os restaurantes mais famosos.  Sem contar que desde 1985,  todos os anos, eu vou de Paris até o porto comercial de Marseille para pegar o navio que me leva até a Córsega. Inúmeras vezes ficamos um ou dois dias nesta fascinante cidade portuária tentando descobrir seus segredos. Uma vez, a convite de uma amiga que lá estava expondo seus quadros, outra vez para degustar uma bouillabaisse ou uma bourride. Tivemos até pernoites forçadas, motivadas por uma bandeirola que dizia: trabalhadores do porto de comércio de Marseille em greve.

Tentei várias vezes escrever sobre a Provence e a Côte d’Azur, mas me faltava a vivência enquanto turista visitando estas duas regiões de uma maneira organizada. E foi o que fiz em outubro de 2009.

Primeira questão: quantos dias são necessários para conhecê-las? Nós ficamos cinco dias na Provence e cinco dias na Côte d’Azur. Mas tenho um amigo que diz, no mínimo,  três semanas em cada uma delas. Optei por um programa mais realista. Em cinco dias é possível sentir o ambiente e conhecer as principais cidades.

Segunda questão: quantos hotéis reservar e onde? Nós decidimos reservar somente um hotel para a Provence e outro para a Côte d’Azur. Saíamos pela manhã e voltávamos no final da tarde.  Me dei conta que o ideal teria sido reservar dois hotéis para a Provence. Um em Aix en Provence ou em Marseille para conhecer estas duas cidades e outro no centro da região que se chama Luberon. A opção de somente um hotel para a Côte d’Azur foi correta.

Terceira questão: é possível conhecer estas regiões sem carro? Eu acho absolutamente necessário conhecer as duas regiões de carro. Sobretudo o Luberon. Já a Côte d’Azur possui um trem, o TER, que  liga Marseille, Toulon, Cannes, Nice e Mônaco. Mas algumas pequenas cidades interessantes não estão integradas nesta rede.

Vou escrever três artigos. O primeiro chamado Provence/Luberon  e o segundo  Côte d’Azur. O terceiro  com uma lista de hotéis e restaurantes.

Provence/Luberon

Porto de Marseille

O Luberon é uma cadeia de montanhas da Provence e se tornou o nome de uma região bem delimitada. O roteiro dos cinco primeiros dias inclui a visita de Marseille e Aix em Provence em seguida o percurso das pequenas cidades do Luberon: Roussillon, Gordes, Baux de Provence e Ménerbes.

Eu aconselho, saindo de Paris,   pegar o TGV direto até Marseille. São somente três horas de viagem e a passagem custa em torno de 80 euros.  Se saírem cedo de Paris ainda terão o final da manhã para conhecerem o porto, o chamado Vieux Port.

Nós almoçamos neste pequeno bistrot que se chama Le Bouchon Provençal (6, Place aux Huiles 13001 Marseille, tel. 04 91 33 44 92). Tudo muito gostoso, o preço correto, 11 euros o prato com uma taça de vinho. Ele está em uma região muito interessante ao lado do porto. Outra escolha seria um restaurante de frente para o porto, O Miramar, um dos endereços de Marseille para vocês conhecerem uma verdadeira bouillabaisse ( 12 quai du Port, tel 04 91 91 10 40).

Na parte da tarde, visitem a cidade com um daqueles ônibus de turista. Eu fiz este passeio e gostei muito. Saindo do porto, o ônibus pega a estrada da orla marítima. A vista é maravilhosa e as casas deslumbrantes. Na volta, ele vem por dentro da cidade e temos uma outra visão de Marseille.

Como hospedagem conheço um pequeno hotel ao lado do porto (Vieux Port).

Trata-se do Oceania Marseille Vieux Port (www.oceaniahotels.com). Quartos confortáveis, limpíssimos e banheiros novos. Diárias em torno de 85 euros. Um dos melhores hotéis de Marseille é o Sofitel. Vista maravilhosa do porto e um restaurante-bar excelente (www.sofitel.com)

No dia seguinte peguem o trem para Aix en Provence, que está a 15 minutos de Marseille. Preço da passagem 5 euros.  Passem o dia nesta cidade, uma das mais interessantes da Provence. Aconselho a vocês alugarem um carro a partir de Aix. Descendo do TGV, peguem o carro na estação e passem o dia nesta cidade.

Geralmente todo passeio começa na praça Rotonde, ponto de partida para conhecerem a famosa avenida Cours Mirabeau. Bela avenida com suas árvores (platanes), seus cafés, suas fontes. Esta avenida é um verdadeiro teatro e a calçada do lado esquerdo, mais ensolarada, está sempre cheia de estudantes e turistas do mundo inteiro. É no Cours Mirabeau que se instala, nos sábados, a feira dos antiquários da região.

É da praça Rotonde que começa, também,  o passeio pelo antigo bairro de Aix.

Ruelas ocupadas por uma multidão alegre.

Pequenas praças elegantes.

E milhões de pequenos restaurantes. Nós almoçamos no Le Pain Quotidien ( 5 Place Richelme). Sempre que encontrarem restaurantes desta cadeia, podem confiar. As refeições são leves, gostosas e baratas.

Durante o dia vocês viram o principal de Aix en Provence. No final da tarde peguem o carro rumo ao hotel que reservaram no Luberon. Nós ficamos em um pequeno hotel já citado aqui no blog pela leitora Patrícia.

Trata-se de cinco chambres d’hôtes situadas no prédio de um restaurante delicioso que se chama  Le Vieux Bistrot ( www.vieuxbistrot.com ). São somente cinco quartos, todos lindos e charmosos.   Uma precisão importante: os pais do proprietário possuem uma casa com piscina e alugam alguns quartos também. No site do Vieux Bistrot os quartos do restaurante se chamam Côté Village e os da casa dos pais Côté Champs. Eu preferi os quartos do Côte Village. O restaurante foi citado por dois guias, o Michelin e o Pudlo France.

Jantamos quase todas as noites, sem nenhuma nota falsa, no Vieux Bistrot. Na foto, o jovem proprietário do restaurante e das chambres d’hôtes.

O Vieux Bistrot está em uma pequena cidade que se chama Cabrières d’Avignon, vilarejo fora do circuito turístico, calmo e muito bonito.

Todas as manhãs, antes de começar a dura vida de turista, eu caminhava uma hora pelas ruelas desta cidade. Casas construídas com pedras brancas, ruas vazias e, de tempos em tempos, alguns turistas a cavalo.

Nestes três dias restantes conhecemos:

a maravilhosa cidade de Gordes,

a não menos maravilhosa cidade de Roussillon,

e percorremos as trilhas do ocre.

Visitamos  também a fascinante cidade-fortaleza de Baux de Provence.

de onde se tem a mais bonita vista de toda a região.

Fomos também a Ménerbes,

Para conhecer esta torre,

Para ver a casa da Dora Maar.

e para comprar o famoso vinho rosé da Provence.

Ficou faltando Saint-Rémy-de-Provence, Lacoste, Oppède Le Vieux, a Fontaine du Vaucluse e a famosa Abbaye de Sénanque. Meu ritmo é lento, caminho de manhã, tomo café com calma, mas um turista esportivo poderá integrar nestes três dias a visita de quase todos estes lugares. A região é pequena e tudo é perto.

Os próximos dois artigos serão sobre a Côte d’Azur e a lista de restaurantes e hotéis.

www.aixenprovence.com

www.gordes-village.com

www.roussillon-provence.com

www.tourisme-en-luberon.com

Publicidade

Veja Também

Os mercados e feiras de Aix en Provence

Um fim de semana na Provence

Pequeno hotel de charme na Provence: Hostellerie de l’Abbaye de la Celle

217 pitacos, participe desta conversa

  1. vania disse:

    Estou planejando viagem à Provença – Gordes, Roussillon, Menerbe, Venasque, Baux de Provence entre outros locais. Tneho 7 dias para tudo. Minha dúvida é a seguinte. Escolher entre Aix e Avignon para base. Em sites que informam distâncias me parece que Avignon é mais perto de tudo. Contudo, em site de Roussillon, por exemplo, informa que está a meio caminho entre as duas cidades. O que você me aconselha? Como verificar de fato a distância entre os vilarejos, considerando as estradas do interior? Preferiria fica em Aix, mas também penso nas distâncias.

  2. Gabriela Alves disse:

    Olá Lina,
    Eu e mais duas amigas vamos fazer uma viagem de carro, na primeira semana de agosto, pela Sul da França durante 7 dias e gostaríamos de uma dica sobre o melhor lugar para montar uma base. Vamos chegar de trem em Aix en Provence onde vamos pegar o carro, de lá devemos passar em Manosque (sou fã da Loccitane) e depois queremos passar em Marseilles, Hyeres, Toulon, Saint Tropez e outras cidades até chegar em Nice onde devolveremos o carro e voltaremos para Paris.
    A nossa ideia é montar base em Aix en Provence ou Nice e gostaríamos de saber se pela sua experiência é viável ir e voltar diariamente por este trajeto.
    Grata pela ajuda.

  3. Katia disse:

    Gostei muito do seu blog, vai nos ajudar bastante.
    Estamos indo em outubro num grupo de 6 pessoas para a França.
    Chegaremos, em príncípio de trem, vindo de Barcelona. A nossa dúvida, é em qual cidade montar base, ficar hospedados em Marseille, Aix en Provence ou Avignon? Ficaremos 3 dias nesta região, indo a seguir para Nice, onde ficaremos mais 2 dias. Poderia nos sugerir um roteiro para estes 5 dias?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Katia, para visitar a Provence melhor se hospedar em Aix en Provence e conhecer Gordes, Roussillom, Baux de Provence. Para visitar a Côte d’Azur melhor se hospedar em Cannes ou em Nice.
      Abraços.

  4. Anderson Pereira disse:

    Um roteiro de carro inesquecível que fiz: saindo de Aix, vá para Manosque (para quem quer conhecer a Occitane). De lá, vá para Valensole, ver os campos de lavanda. Tudo perto. E para fechar com chave de ouro, programe o GPS para ir de Valensole até Menerbes, não pela auto-estrada. Passe por dentro de Manosque. Verão um dos caminhos mais belos do interior da França, na minha humilde opinião.

  5. Cibele Lima disse:

    Olá!!! Primeiramente, meus parabéns pela excelência do seu trabalho! Estou indo para França no final de abril, no dia 03/05 partirei de Annecy para Avignon e iniciarei um roteiro de carro pela Provence e Cote d’Azur. Nesta época é possível ver algum campo de lavanda florido? A temperatura permite um banho de mar? Também gostaria de saber se vale a pena subir até Manosque para conhecer a fábrica da L’occitane? Pois a idéia inicial seria descer de Aix en Provence para Marseille. Grata! Att., Cibele

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Cibele, a Lina responde: “Em abril as lavandas não estão ainda abertas completamente. Somente em junho. E a água do mar ainda estará muito fria. Na minha opinião você terá cidades, monumentos e paisagens mais bonitas para ver do que a fábrica da L’Occitane. Mas se você for fã da marca vale a pena.”
      Abraços.

  6. Elaine disse:

    oi Lina , adoro o seu Blog , e também adoro a França. Estarei na Provence no final de abril e começo de maio por 8 dias . Vou alugar um carro em Avignon. Meu roteiro na Provence começa pela cidade de Vaison la Romaine depois Gordes,Roussillon,Apt ,Bonnieux,Oppèdele vieux ,Menerbes,Mousties ,Saint Marie,Gorges du verdon,Saint Remy e ,Les Beaux de Provence. Pretendo ficar hospedada em 2 lugares somente ,Gordes e Moustiers,voce tem algum Chambres D’ Hôtes pra me indicar perto destas duas cidades?.Obrigado

  7. Patrícia disse:

    Oi Lina, parabéns pelo belo trabalho realizado no blog!
    Estou indo à França em abril/2014. Estarei no sul da França por 03 dias e meio vindo de Bruxelas. Montarei base em Avignon, para conhecer Gorges do Verdon incluindo Moustiers Sainte-Marie, Gordes, Ménerbes, Roussillon e Lourmarin. É tranquilo comprar passagem de trem para Avignon? Alugo carro na própria estação de trem? Obrigada.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Patrícia, melhor comprar as passagens com antecedência pelo site http://www.voyages-sncf.com. Se não conseguir pelo site, compre logo que chegar a França. Alugue carro também com antecedência. Veja quais locadoras possuem agência na estaçāo: Hertz, Avis ou Europcar.
      Abraços.

  8. Marcia Moita disse:

    Lina, amei muito seu blog… tem dicas incríveis e práticas, que me salvaram em algumas viagens… e garanto que também a muita gente que quer vistar um lugarzinho na França e não faz a menor ideia da logística pra tal… Como meu foco agora é vinho e estarei por aí durante um mês (meados de outubro a meados de novembro de 2013), você, por acaso, não teria alguma sugestão sobre atividades ligadas ao vinho próximas a Provence e Vale do Loire… Desde já, agradeço a atenção, se possível…

  9. bruna moscon disse:

    Oii! Seu blog é maravilhoso! Vou aproveitar todas as dicas pois ficarei em paris de setembro até fevereiro. Desde já agradeço :)
    Quero muito conhecer aix en provence em outubro. Vc acha que vale a pena mesmo no outono? Quais lugares na França vc indica para ir no outono e no inverno?
    Beijos

    • Lina disse:

      Bruna
      Aix é bonita no outono.
      Você pode visitar a França toda no outono ou inverno sabendo que, se ele for rigoroso com muita neve, os transportes ficam peturbados. E que fizer muito frio não conseguimos ficar ao ar livre muito tempo. Por isso consulte a meteorologia antes de tomar decisões.

  10. Valeria Guimarães disse:

    Oi Lina,
    Parabéns pelo seu blog, ele está me ajudando muito a formular o meu roteiro na Região da Provence. Gostaria de saber qual é o clima no meado de maio e se os campos de lavanda já vão estar floridos?
    Obrigada,
    Valéria

  11. paula disse:

    Lina, gostaria de uma indicacao para hospedagem em Nice..passaremos 1 dia em Marselle, voce pode indicar um roteiro ou lugares importantes. Pensei no Castelo D’if, sera que vale a pena? grande abraco

  12. Augusta Viguier disse:

    lamento só hoje “ter sido apresentada” ao seu blog.
    fui estudante na frança, morei por lá alguns anos e adoro o país. lendo suas dicas me sinto outra vez transportada para aquelas cidades inesquecivéis q povoam meus sonhos e graças a Deus podem tb se tornar realidade. Felicitations et Bravo!

  13. Fred disse:

    Olá! Vou ficar baseado na Provence, primeiro em Avignon, de onde farei bate-voltas de carro para Chateauneuf-du-Pape e para o Luberon (Gordes, Roussillon e talvez outros villages de passagem, a depender da disponibilidade de tempo). Depois mudo a base para Aix e no caminho passo em St. Remy e Les Baux. 
    O dia que irei pra Chateauneuf-du-Pape tem espaço pra outra programação pela manhã, pois reservei lá um almoço no Le Verger des Papes e pela tarde uma degustação na Cave Saint Charles. 
    Que programa eu poderia fazer nos arredores de Avignon e Chateauneuf-du-Pape nessa manhã que está “sobrando”?

  14. Cristina disse:

    Ai, Lina… Mandei o link errado. Desculpa. :(
    O correto é esse: http://goo.gl/maps/XENZS
    Bjo

  15. Cristina disse:

    Oi, Lina!!
    Adoro seu blog, sempre indico pra quem vai ou gosta da França…
    Vou final de Junho para Luberon, mas será um pacote, passeios de bicicleta. Esse será o roteiro https://maps.google.com.br/maps?q=dora+maar&oe=utf-8&client=firefox-a&ie=UTF-8&ei=XrddUZHWCc3O0QHLxYCwDQ&ved=0CAsQ_AUoAg
    A minha grande dúvida é: Chegarei numa sexta feira final de tarde em Marseille e a expedição começa no domingo. Portanto terei somente o sábado livre. Fico em Marseille ou vou a Aix en Provance?…
    Obrigada. :)

  16. Luana disse:

    Primeiro gostaria de dizer que o blog me ajudou muito nessa tarefa difícil que é fazer um roteiro provence/cote. A princípio estou com a seguinte ideia: chegada em marselha
    2 dias marselha/cassis(dormindo em marselha)
    8 dias para Aix en provence, avignon,luberon(le baux, gordes…), moustiers saint marie e gorges du verdon na ida pra nice (ainda definindo onde iria dormir.. gordes talvez?). 7 dias dormindo em nice para nice, cannes, monaco, saint tropez, eze e st paul. E pra fechar com chave de ouro, 4 dias em Paris indo passar 1 em giverny para ver jardim de monet na primavera. Qualquer sugestão será bem vinda!!! Vou em maio e pretendo alugar carro a partir de marselha. Obrigada !

  17. Adriana Miyai disse:

    Oi, Lina! Adoro suas dicas de Paris e segui várias! Agora é a vez de Provence! Gostaria de saber quais as melhores vinícolas para se visitar e fazer degustação. Poderia me ajudar? Irei na segunda quinzena de maio. Obrigada!

  18. Adriana disse:

    Olá Lina.
    Viajamos à Paris no final do ano passado e usei suas recomendações de hotel e de passeios com crianças. Estamos planejando uma semana no Sul da França no começo de julho e gostaria de saber se vc tem alguma informação sobre atividades para crianças por lá. Temos uma menina de 6 anos que adora museus para desenhar, mas também muita atividade física. Moramos na Alemanha, onde em cada canto há um parquinho. O mesmo acontece nas cidades da Provença?
    Obrigada.
    Abraço, Adriana.

  19. Sueli disse:

    Lina!
    Faremos um cruzeiro saindo de Barcelona á Nápoles com parada em Toulon e Nice de 10 horas em cada lugar, será que dá para conhecer alguma coisa?, gostaria de ir até Mõnaco, vale a pena? Tem alguma sugestão?

    • Lina disse:

      Sueli
      Pegue um ônibus de turismo. Assim terá a visão geral da cidade. Vale a pena, sobretudo Nice que é uma cidade muito interessante. Eu prefiro Nice a Mônaco.

  20. SilVia Caiado disse:

    Oi Lina! Como todos adorei seu blog e suas dicas. Estarei hospedada em saint Tropez em abril . Meu filho estará em Nice a trabalho. Qual o transporte mais fácil para ir de Saint Tropez a Nice diariamente? obrigada!,

  21. Sonia disse:

    Olá Lina!
    Estarei desembarcando no Porto de Provence em agôsto 2013, infelizmente vamos passar somente o dia, próxima parada em Nice, você tem algumas dicas para esses dois lugares ?
    Nesses dois portos tem o ônibus Turista?
    Bjsss

  22. Leda Mattos disse:

    Gostei muitissimo do seu blog e me interesso por esta região.
    tambem gostaria de saber se vc tem informações de bordeaux e biarritiz.

    abraços!!

    Leda!

  23. Heloísa disse:

    Olá Lina, vou para França em Outubro e ficarei 14 dias. Tá difícil fechar o roteiro depois de ver cada lugar lindo no site. Pensei: 6 dias em Provence ficando 4 dias no Luberon e 2 dias em Nice, 6 dias em Paris deixando 1 dia para conhecer Reims de trem(ida e volta no mesmo dia) e 2 dias no Vale do Loire( pensei em conhecer também em conhecer o Mont Saint Michel neste período). Faria os trechos maiores de trem e depois alugaria carro. O que acha?

  24. Edvirges Maria Lino disse:

    Estava procurando um restaurante Brasileiro em Marcelly e acabei parando aqui.Por favor se puder me ajudar eu ja estou agradecendo. um abraço

  25. yolanda belchior fava disse:

    Boa tarde, eu e meu marido estamos indo para a Europa no dia 15 de Outubro, deste ano, gostaria de receber informações como chegar a Marselha e ir para Toulon, Cannes, Nice e Mônaco assim como hospedagem e quantos dias seria suficiente para conhecer? O nosso dinheiro é regrado por esta razão estamos pedindo opiniões para desfruta com pouco dinheiro.

  26. Arnaldo Linhares disse:

    Boa noite Lina. Estarei em Marselha no fim de Julho e irei a Avignon,. Depois gostariamos de ter contato com os campos de lavanda e partir para Toulouse. Qual o roteiro que vc me aconselha para vermos estes campos?

  27. Nilza Freire disse:

    Lina, parabens e obrigada! Minha primeira visita a Provence ja esta ganhando contorno, embora eu tenha duvidas, principalmente quanto ao fato de que nao dirigimos…
    Abracos a todos!

  28. Paula Fiuza disse:

    Oi,
    Sou filha do Firmino e da Patricia sim.
    Parabéns pelo blog…muito bacana!
    Beijão

Próximos 50 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.