Paris tem mais de 5.000 ruas, avenidas, boulevares e passagens dos mais variados estilos: fofas, chiques, românticas, bucólicas, imponentes, sem graça e até feias. Todos que já visitaram a cidade têm a sua rua parisiense predileta. Nesse artigo nós revelamos quais são nossas ruas preferidas em Paris.

Nós, do Conexão Paris, e alguns de nossos parceiros e colaboradores contamos abaixo quais são nossas ruas preferidas em Paris.

Lina Hauteville, criadora e editora do Conexão Paris

Eu tenho vários cantinhos preferidos em Paris. Um deles se esconde entre as Colunas de Buren do Palais Royal e a rua Bons Enfants. Aí se encontra uma pequena praça chamada Place de Valois [1° arrondissement]. Mesmo os parisienses não a conhecem.

Nossas ruas preferidas em Paris

Saindo do Palais Royal e chegando à Place de Valois

Entre no Jardin du Palais Royal, caminhe ao longo das Colunas de Buren, vire á direita e passe pelas arcadas da foto acima. Você encontrará um espaço calmo, uma belíssima arquitetura, um discretíssimo hotel 5 estrelas, um restaurante com uma deliciosa varanda e dois grandes vasos. Continue, passe pela segunda arcada chamada Passage Vérité. Você se encontra na rue des Bons Enfants e atrás de um imóvel que causa polêmicas. Uns gostam, outros não. Eu gosto muito.


Conheça os guias turísticos do Conexão Paris. Eles vão te ajudar a organizar sua viagem.

Paris: 5 Roteitos, 4 Dias | Essencial do Museu do LouvreParis com CriançasEssencial da Provence


Mariana Berutto, editora do Conexão Paris

A rue de Bretagne é minha rua preferida de Paris. Antes de tudo, tenho um laço afetivo com a rua. Morei ali durante um ano, em 1999, quando estava terminando a faculdade. Naquela época, o Alto Marais não era o frenesi que é hoje. Aliás, nessa época, nem havia esse termo – Alto Marais. 

O Marais era já era o bairro da moda. Mas, naquela época, o Marais hypado era o 4˚ distrito de Paris. O 3˚ distrito, onde está a rue de Bretagne, era o Marais ainda decadente, popular, mesmo que as galerias de arte estivessem começando a se instalar por aquelas bandas. Não haviam as lojas, marcas famosas, restaurantes da moda, nada disso. Mas a rue de Bretagne já era a rue de Bretagne. Aliás, ela soube guardar seu charme de outrora em grande estilo – as mesmas padarias, queijarias, açougues e mercadinhos estão lá. Trata-se de uma rua de comércio de bairro, uma espécie de grande mercado, onde eu fazia minhas compras diárias, que muitas vezes se resumia a uma baguette, um queijo e uma garrafa de vinho (bem baratinha).

É na Bretagne que se encontra o famoso Marché des Enfants Rouge, o mais antigo mercado de Paris – hoje um ponto de encontro para os almoços de sábado.

Square du Temple. Foto: Guilhem Vellut no Flickr

E também a Square du Temple, um parque pequenininho mas delicioso, que conta com um laguinho e um gramado disputadíssimo nos dias de sol.

Minha dica: assim que o tempo permitir, compre coisinhas gostosas para comer na rue de Bretagne e vá fazer um piquenique na Square du Temple. 

Rodrigo Lavalle, editor do Conexão Paris.

A primeira vez que visitei Paris, em outubro de 2007, fiz uma viagem meio sem roteiro e planejamento (o Conexão Paris era récem-nascido e eu ainda não o conhecia). Um dia resolvi ir ao Museu Picasso. Como estava com fome, parei em um café atrás do museu para comer algo. Sentei a uma mesa na calçada e, enquanto comia meu croque monsieur acompanhado de uma taça de rouge e do sol tépido de outono, tive aquele sentimento fulgaz de felicidade plena. Foi algo tão especial que até mesmo tirei foto do nome da rua para jamais esquecer o local exato: rue Vieille du Temple.

Rue Vieille du Temple, no Marais. Foto tirada em 16/10/2007

Três anos mais tarde me mudei para Paris e fiquei muito amigo de outro belo-horizontino récem chegado. Nosso QG quase diário passou a ser um bar na mesma rue Vieille du Temple, dessa vez esquina com a rue de la Perle: a “esquina mágica”, como meu amigo a apelidou. Passávamos nossas tardes ali vendo o ir e vir da fauna do Marais (a rua concentra muitas lojas e restaurantes cools e é uma das mais movimentadas do bairro) e dando muitas gargalhadas. 


Antes de sair do Brasil, não se esqueça de contratar seu seguro viagem, que é um dos documentos necessários para entrar na França.

Seguros Promo

Compare os preços no site da Seguros Promo e use o código CONEXAO5 para obter 5% de desconto.


Fernanda Hinke, responsável pelos passeios de bike e arte urbana do Meia Noite em Paris.

Minha rua preferida em Paris é a rue Denoyez em Belleville, no 19° arrondissement da capitalEla sempre foi considerada a meca da street-art em Paris, pois tem muitos grafites.

Ninguém sabe ao certo como a tradição começou. Pintar um muro lá é livre, pode-se até “atropelar” ou seja pintar por cima de outros gafittes, não tem problema é a dinâmica da rua. Já indiquei muitos artistas brasileiros a deixarem suas marcas lá. Mas a obra não dura muito, às vezes nem mesmo uma noite, no final o que fica são as memorais de grafitar em Paris e as fotografias como suvenir.

Rue Denoyez, no 19° arrondissement. Foto: Nelson Minar no Flickr

Ano passado parte desta rua mudou, alguns prédios foram demolidos para a construção de casas populares e creches. No início fiquei triste, pois a rua perdeu parte de sua identidade, mas está sendo por uma causa maior e a efemeridade da arte de rua é um processo natural.

Adoro o atelier do artista urbano Pedro, uma lenda do bairro. Normalmente o atelier fica “fechado”, tem um código pra entrar. Como ele me conhece bato no vidro e visito suas obras. Adoro também o bar Aux Folies (que era o favorito de Piaf). Cerveja super barata para um happy hour e um chá de menta delicioso. Eles não servem comida! Mas  por ali tem muitos restaurantes orientais deliciosos. Além da Cantina de Belleville que fica quase na esquina desta rua, eles servem cortes de carne francês, com preços excelentes.

Zildinha Figueiredo, guia conferencista brasileira e responsável pelos passeios a pé e visitas guiadas do Conexão Paris. Clique aqui e aqui para saber sobre os passeios e visitas.

Acho a rue des Cannettes e a rue Guisarde – ambas no 6° arrondisement de Paris e quase somente de pedestres – pitorescas e bem parisienses. Lá a encontramos a elegância parisiense, bons restaurantes, bares, lojas e uma atmosfera desse Saint-Germain-des-Près intelectual e boêmio do começo do século 20.

Leia também o outro artigo coletivo com os parceiros e colaboradores do Conexão Paris:

 


Encontre o menor preço para a sua passagem aérea no site Passagens Promo, sempre com ofertas atualizadas para todos os destinos.

Compre seus ingressos para museus, monumentos e atrações em Paris, na França e na Europa no site Tiqtes.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

No site Booking você reserva hotéis e hostels com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro no Rentalcars.

Inscreva-se na newsletter e receba as novidades do Conexão Paris

* necessário