Coronavírus: respondemos nesse artigo os questionamentos dos leitores sobre a presença do coronavírus em Paris e na França. Iremos atualizando o post à medida que novos desdobramentos foram acontecendo.

Coronavírus: atualização 29/05/2020

A partir do dia 02/06, a França entra na fase 2 do desconfinamento. Na França continental somente o departamento Île-de-France (onde fica Paris) é zona laranja, o resto do país é considerado zona verde. Veja as novas medidas e diretrizes:

  • O distanciamento físico deve permanecer rigoroso; a limitação de agrupamento de no máximo 10 pessoas no espaço público é mantida e trabalhar de casa é sempre favorecido.
  • O uso de máscaras nas ruas e espaços abertos é recomendado mas não obrigatório.
  • O uso de máscaras é obrigatório no transporte público e lojas.
  • Parques e jardins abrem a partir do dia 30/05.
  • As Galeries Lafayette reabrem a partir do dia 30/05.
  • Cafés, bares e restaurantes em Paris e Île-de-France reabrem a partir de 02/06 somente para mesas na calçada. No restante da França a reabertura é total. Nos dois casos é preciso haver 1 metrô de distância entre as mesas e não mais do que 10 pessoas por mesa. Uso de máscara obrigatório para os funcionários e clientes se locomovendo dentro do estabelecimento.
  • Piscinas, ginásios, academias, parques de diversão, salas de espetáculos e teatros em Paris e Île-de-France reabrem a partir de 22/06. No restante da França a reabertura é a partir de 02/06
  • Museus e monumentos abrem a partir do dia 02/06. Exceção para o Palácio de Versalhes, que abre no dia 06/06, e o Museu do Louvre, que só abre no dia 06/07. Uso de máscara obrigatório.
  • Cinemas abrem a partir do dia 22/06.
  • Não há mais restrição de viagem dentro da França.
  • Na União Europeia, as fronteiras internas com os outros continuam fechadas até 15/06.
  • As fronteiras internacionais continuam fechadas até nova ordem. No dia 15/06 haverá uma reavaliação da situação.
  • Continuam proibidos e fechados: agrupamentos com mais de 10 pessoas no espaço público; esportes coletivos e de contato; boates e salas de jogos; estádios e hipódromos.
  • No dia 22/06 haverá uma nova avaliação da situação geral.

Coronavírus: atualização 11/05/2020

O dia de hoje marca o início do fim do confinamento em Paris. A Prefeitura da cidade anuncia as seguintes medidas:

  1. Podemos sair de casa sem restrições de horário e distância.
  2. Abertura dos bosques Boulogne e Vincennes.
  3. Abertura ao público do Champ-de-Mars e da esplanada dos Invalides.
  4. Abertura ao público das margens do Sena.
  5. As atividades físicas individuais ao ar livre são autorizadas, mas os esportes coletivos ou de contato continuam proibidos.
  6. As lojas abrem suas portas dentro das regras de segurança sanitária.
  7. Os mercados abrem a partir de 12 de maio com regras rígidas de controle sanitário.
  8. Como Paris está na zona vermelha no mapa de vigilância da epidemia, os parques e jardins continuam fechados.
  9. Centros comerciais com mais de 40.000m² continuam fechados: Galeries Lafayette Haussmann, Printemps, Forum Les Halles.
  10. Fechados restaurantes, bares e cafés.
  11. Fechados cinemas, teatros e salas de espetáculos.
  12. Fechadas piscinas e salões de festas.
  13. Os casamentos continuam não sendo realizados.
  14. E se quisermos encontrar ou convidar amigos em casa, devemos respeitar o limite máximo de 10 pessoas.
  15. Nos próximos dias as autoridades anunciarão o calendário de re-abertura dos museus.

No final de maio haverá uma avaliação da situação para decidir se os locais que permanecem fechados (restaurantes, bares, cafés, cinemas, salas de espetáculos etc) irão re-abrir – e quando – ou não.

Clique aqui e leia o post completo no site da Prefeitura de Paris.

Coronavírus: atualização 13/04/2020

Em declaração hoje, o presidente francês Emmanuel Macron, comunicou à nação:

1. O confinamento é confirmado até dia 11 de maio. 

2. A partir de 11/05 terá início o plano do desconfinamento progressivo.

3. Grandes reuniões culturais ou religiosas continuam proibidas até nova ordem.

4. Restaurantes, cafés, cinemas, museus continuam fechados até nova ordem.

5. As fronteiras exteriores ao espaço Schengen continuam fechadas até nova ordem. 

6. A partir de 11/05 terá início o plano do desconfinamento progressivo. 

7. A partir de 11/05 entrará em vigor o uso de máscaras para todos. 

8. A prioridade absoluta da França é a pesquisa médica na luta contra o covid19: vacina e tratamentos.

Coronavírus Paris: Atualização 08/04/2020

A Prefeitura de Paris tornou o confinamento mais rígido ao restringir, hoje, o direito de sair de casa para correr. Daqui para frente os parisienses não podem correr no período compreendido entre 10h00 e 17h00. O balanço da epidemia é de 607 mortes suplementares nos hospitais em 24 horas e 820 mortes a mais nos centros reservados aos idosos. O número de 10.000 mortes foi ultrapassado. No total, 30.000 pessoas estão hospitalizadas na França.

Para atualizações diárias acessem o site do European Center for Disease Prevention and Control ou o site oficial do governo francês.

Coronavírus: Atualização 16/03/2020

O presidente Macron anunciou o confinamento quase total dos franceses.

À partir do dia 17/03, às 12h, e durante, no mínimo, 15 dias, estão proibidos encontros exteriores, reuniões entre amigos ou familiares.

Somente os trajetos essenciais são permitidos:

  • trajetos para compras de alimentos – com disciplina e distância,
  • trajetos para consultar médicos ou comprar medicamentos,
  • trajetos para trabalhar – quando o trabalho em casa não é possível,
  • trajetos solitários para fazer um pouco de atividade física.

Toda infração será penalizada.

As fronteiras da União Europeia e do espaço Schengen estão fechadas. Todas as viagens entre países não europeus e países da UE serão suspensas por 30 dias. Ou seja, nesse período, se você está vindo para a França vindo de algum país não europeu não poderá entrar na União Europeia.

Entre em contato com a companhia aérea ou agência de viagem para remarcar sua passagem ou viagem. Como disse o blog Viaje na Viagem, nem todos estão devolvendo o dinheiro caso a pessoa queira cancelar a passagem/viagem, a maioria oferece apenas o crédito para remarcar a passagem/viagem, sujeito a diferença tarifária.

As Forças Armadas ajudarão na locomoção dos doentes.

Coronavírus: Atualização 15/03/2020

Paris fecha quase todas as portas.

1- Fechados: museus, monumentos, restaurantes, cafés, bares, discotecas, Galeries Lafayette, centros comerciais, Jardim Tuileries, estações de esqui, bibliotecas, academias de dança e esporte.

2- Abertos: bancos, correios, farmácias, comércios de primeira necessidade como padarias, mercados, supermercados, peixarias.

3- O governo aconselha limitar reuniões familiares e entre amigos, utilizar transportes públicos somente para ir trabalhar – se a presença física é indispensável -, sair de casa somente para compras essenciais e fazer um pouco de exercício.

4- Os hotéis podem oferecer somente room service.

5- Proibido fazer escalas na Córsega ou qualquer outro lugar da França.

Coronavírus, fases da luta contra epidemia

As 3 fases da luta contra o coronavírus na França. O gráfico publicado no jornal Le Parisien.

Casos de coronavírus em Paris e na França

Até hoje, 16/03/2020, 6.633 casos de coronavírus foram confirmados na França de acordo com o site oficial do governo francês.

Qual o perigo real do coronavírus em Paris?

Se você, assim como eu, é um pouco germofóbica, com certeza já prática nas suas viagens os conselhos do governo francês citados no documento oficial (veja o item abaixo) a fim de evitar o contágio e a propagação do vírus.

Desde sempre eu viajo com máscaras faciais ao alcance da mão. Se, no avião ou trem, um passageiro estiver tossindo e gripado, eu a coloco. Se eu estiver tossindo, a coloco também por respeito aos outros. Já me aconteceu pedir para trocar de assento quando me encontrei ao lado de um senhor com forte gripe.

Para os menos fóbicos aconselhamos adotarem as regras preconizadas no documento oficial francês (veja abaixo) e flanar por Paris leve e solto.

Seja você preocupado ou não, é importante não esquecer o seguro viagem. Além de ser um dos documentos que podem ser exigidos na sua entrada na França, esse seguro é extremamente importante no caso de acidentes ou emergências médicas durante a sua viagem.

Acesse o site da Seguros Promo e faça a cotação do seu seguro entre dezenas de seguradoras (use o código CONEXAO5 e ganhe 5% de desconto).

Coronavírus e o seguro viagem

A Seguros Promo informa que está garantida ao segurado a opção de remarcação das datas da viagem. Será considerado o mesmo número de dias e produtos, caso seja solicitada a remarcação antes do início da vigência da apólice atual.

Caso o segurado ainda não possua as novas datas da viagem definidas, poderá solicitar o cancelamento com crédito da apólice atual, garantindo a condição acima e, posteriormente, entrar em contato conosco informando as novas datas para que a apólice seja reemitida.

Para cancelamento da compra e reembolso do valor pago, consulte as condições de cancelamento entrando em contato com a Seguros Promo por meio dos canais de atendimento disponibilizados no site de empresa.

Coberturas

Seguros Promo informa que, todas as seguradoras presentes no seu site cobrem o primeiro atendimento emergencial até o diagnóstico da doença. Ou seja, caso o cliente manifeste algum sintoma característico do coronavírus e necessite de uma avaliação médica, ele será atendido e estará coberto.

Porém, em caso de diagnóstico positivo, não existirá nenhuma cobertura, uma vez que pandemia é um risco excluído. Dessa forma, todas as coberturas da apólice, não somente médica, mas também regresso e cancelamento, por exemplo, serão inválidas.

EXCEÇÃO para as seguradoras abaixo:

ITA: Caso seja confirmado o coronavírus, o viajante receberá os cuidados médicos de acordo com protocolos internacionais e regras de saúde locais. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

APRIL: A seguradora garante o primeiro atendimento aos segurados que manifestarem os sintomas e necessitarem de avaliação médica. Em caso de diagnóstico positivo, o segurado deverá seguir com o atendimento da rede local seguindo o protocolo da OMS. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

AFFINITY: A seguradora garante o primeiro atendimento e em caso de diagnóstico positivo para o COVID-19, será seguido o atendimento de acordo com os protocolos locais de saúde, de acordo com as orientações da OMS. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

TRAVEL ACE: Em caso de diagnóstico positivo para o COVID-19, a seguradora seguirá os protocolos estabelecidos pelas autoridades locais de saúde, em conformidade com as orientações da OMS. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

ASSIST CARD: Garante aos segurados 100% das assistências médicas para casos e sintomas relacionados ao COVID-19. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

ASSIST MED: Garante o primeiro atendimento aos segurados que manifestarem os sintomas e necessitarem de avaliação médica. Em caso de diagnóstico positivo, o segurado deverá seguir com o atendimento da rede local seguindo o protocolo da OMS. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

GTA: Garante a cobertura até a confirmação do coronavírus. Após a apresentação dos sintomas, a seguradora orienta ao cliente a entrar em contato com a Central Operativa, a qual irá orientar sobre as medidas a serem tomadas, bem como o local a se dirigirem para a realização de exames. Ao ser confirmada a presença do vírus, serão seguidos todos os protocolos estabelecidos pela autoridade de saúde de cada país, seguindo as determinações da OMS. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

Intermac: Irá oferecer a cobertura de Despesas Médicas e Hospitalares (DMH) para todos os viajantes que apresentarem os sintomas do coronavírus durante o período da viagem. Ao ser confirmada a presença do vírus, serão seguidos os protocolos da autoridade de saúde competente no país, sempre de acordo com as instruções da OMS. Obs: em caso de diagnóstico positivo, as demais coberturas (exceto despesas médicas) perdem a validade.

As seguradoras recomendam a todos os segurados que apresentem alguma sintoma durante a viagem a entrar em contato com a central de assistência ao viajante nos números que constam no bilhete de seguro viagem para orientações.

Coronavírus: sintomas e o que fazer

Resumimos abaixo o documento francês acima citado. Em caso de sintomas de infecção respiratória (febre, tosse, dificuldades respiratórias), que não são necessariamente indícios de contaminação pelo coronavírus, você deve:

  • Usar uma máscara médica e se manter longe da família e dos amigos.
  • Utilizar somente lenços de papel descartáveis.
  • Lavar as mãos com frequência.
  • Proteger a boca quando tossir.
  • Contatar rapidamente o Samu discando o número 15. Explicar os sintomas e enumerar os países onde esteve recentemente.
  • Não contatar um médico perto do hotel ou da sua casa e não ir às urgências dos hospitais. Contate o Samu, os médicos que aí trabalham foram treinados para tratar as consequências do coronavírus covid-19.

Máscaras médicas / máscaras faciais

Os especialistas em epidemias recomendam o uso da máscara médica, ou máscaras faciais. Alertamos aqui para que não leve em consideração artigos e conselhos sobre e ineficiência do procedimento. Use a máscara sim e de maneira correta, ela deve tapar o nariz e a boca. E atenção, é necessário trocar a máscara a cada 4 horas.

Coronavírus, medidas higiene nas viagens

Coronavírus em Paris, medidas de higiene nas viagens. Foto: Imagem de Ryan McGuire por Pixabay

Medidas do governo francês contra propagação do coronavírus em Paris e na França

O governo francês está atento à propagação da doença e tomando as medidas necessárias em dois campos:

1) Proteção dos habitantes e turistas presentes em solo francês

Nos sites do Ministère des Solidarités et de la Santé e da France Diplomatie podemos baixar documentos (baixe aqui em francês / baixe aqui em inglês) com conselhos de como agir em caso de sintomas, como evitar o contágio, além de obter as últimas informações da evolução nacional e internacional.

Outras medidas tomadas pelo governo e empresas a fim de evitar a propagação do vírus:

  • A França e todos os outros países recomendam evitar estadias na China.
  • As companhias aéreas United Airlines, British Airways, Lufthansa, Ibéria, Lion Air anunciaram a suspensão de seus voos para a China Continental. Cathay Pacific suspendeu a metade dos seus voos para a China. A Air France suspendeu os voos entre Paris-CDG e o aeroporto de Wuhan-Tianhe. A linha Air France Shanghai Pudong e Pequim (Beijing) é mantida com somente 1 voo diário. A Swiss Air Lines suspendeu as rotas entre o aeroporto Zurich-Kloten e Pequim e Shanghai e a Australian Airlines interrompeu a ligação entre Viena e Pequim.

2) Repatriação de cidadãos presentes em áreas afetadas pelo coronavírus

A França, assim como os Estados Unidos, Itália, Alemanha, Canadá, Austrália, Inglaterra, Nova Zelândia, começaram os procedimentos para o repatriamento dos seus cidadãos com residência em Wuhan. Os repatriados franceses não apresentam a priori os sintomas da doença. Os franceses doentes que desejam voltar para a França serão repatriados em aviões sanitários específicos.

Aeroporto Charles de Gaule e o coronavírus em Paris

Para controlar a expansão do coronavírus em Paris e na França, o aeroporto parisiense Charles de Gaulle criou um balcão especial para receber os passageiros de voos de proveniência da China, Hong-Kong e Macao. O serviço receptivo é feito por pessoas ligadas à segurança civil e profissionais médicos ligados à reserva sanitária do Ministério da Saúde.

Coronavírus e a Economia Mundial

O jornal francês Les Echos publicou artigo sobre a relação entre a epidemia chinesa e a empresas internacionais. O artigo começa com a frase “quando a China tosse a economia mundial gripa”. Todos os setores da economia estão expostos às consequências da epidemia. Como sabemos todos, a China é o primeiro mercado mundial para a maioria dos vendedores internacionais e um dos principais fornecedores das indústrias do planeta. Entre as empresas citadas as do fast food e dos cafés como Starbucks; as empresas de entretenimento como Disney; a indústria automobilística impactada dos dois lados, tanto para a venda como para a fabricação e a indústria do luxo, que é dependente do mercado chinês para obter seus excelentes resultados.

Sobre a Seguros Promo

No site da Seguros Promo – uma empresa do grupo Belvitur (53 anos no segmento de turismo) – você compara os preços e propostas de várias empresas seguradoras sérias e contrata com tranquilidade o seu seguro viagem. Se tiver dúvidas, você pode falar imediatamente com um consultor online, no email ou por telefone. Além disso, é possível parcelar a compra do seu seguro em até 10 vezes sem juros.

Para os leitores do Conexão Paris, a empresa está oferecendo um desconto. Para obtê-lo, basta inserir o código CONEXAO5 no campo “VOUCHER DE DESCONTO” na tela de pagamento.

Outros artigos sobre seguro viagem:

 


Encontre o menor preço para a sua passagem aérea no site Passagens Promo, sempre com ofertas atualizadas para todos os destinos.

Compre seus ingressos para museus, monumentos e atrações em Paris, na França e na Europa no site Tiqtes.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

No site Booking você reserva hotéis e hostels com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro no Rentalcars.

Inscreva-se na newsletter e receba as novidades do Conexão Paris

* necessário