Por Mariana Martins do blog Mari and the City

Romântica, moderna e vibrante, a capital da Suécia é uma cidade fácil de ser percorrida a pé (ou usando seu eficiente sistema de transporte público). É tambémcheia de paisagens lindas por ser cercada de água por todos os lados ao longo das suas 14 ilhas. Nos últimos tempos, vem se destacando por ser uma cidade bem vanguardista que exporta streetstyle para o mundo todo e com um promissor cenário de startups.

Estocolomo, ilha de Gamla Stan

Estocolomo, ilha de Gamla Stan

Temos outra vantagem que pesa bastante a seu favor para quem está em Paris: o acesso a Estocolmo é fácil e barato. Isso torna a cidade um destino ideal para uma viagem curta a partir da capital francesa! Há diversos voos partindo diariamente de todos os aeroportos de Paris para Estocolmo. Para quem viaja com pouca bagagem e quer economizar, voos low-cost são operados a partir do Aeroporto de Beauvais. Embora ele seja considerado um aeroporto parisiense, o Beauvais fica fora da Île-de-France (na região de Picard) e o trajeto até ele é mais longo. Mesmo assim, os preços costumam compensar especialmente se as passagens forem adquiridas com bastante antecedência e há ônibus saindo com frequência de Porte Maillot (ao lado do Palais des Congrès) para o Beauvais.

Atualização do Conexão Paris: A Air France está com uma promoção imperdível: SP ou Rio – Estocolmo, com parada e Paris, a partir de 429 dólares. Veja aqui.

Chegando em Estocolmo, é bom saber que a cidade possui 4 aeroportos: o Arlanda, o Bromma, o Skavsta e o Västerås. Todos eles contam com serviço de ônibus para chegar ao centro. Os dois primeiros são mais próximos da cidade e, partindo do Arlanda, ainda temos a opção de pegar um trem de alta velocidade (o Arlanda Express) para chegar à Estação Central. O Skavsta (onde chegam os voos low-cost vindos de Paris) e o Västerås ficam a cerca de 1h30 de ônibus do centro. Se decidir pegar táxi, é importante saber que as tarifas não são reguladas em Estocolmo e os preços podem variar bastante dependendo da companhia. Normalmente, chamar o táxi pelo aplicativo de celular pode sair mais em conta do que pegar um táxi na rua.

The Skeppsholm Bridge

The Skeppsholm Bridge

Estando em um país nórdico, é necessário prestar atenção às particularidades do clima da capital sueca antes de decidir ir até lá. As temperaturas são agradáveis no verão, mas dificilmente passam de 0° C no inverno. De dezembro a março, podem acontecer tempestades de neve fortes que cobrem a cidade de branco durante várias semanas. Caminhar pela cidade nas fases mais críticas do inverno não é obviamente uma tarefa fácil! Pior do que o frio exagerado nos meses de inverno é o fato de que Estocolmo conta com menos de 6 horas de luz do sol nessa época, ou seja, a cidade já está um verdadeiro breu bem no meio da tarde. Por outro lado, os dias de verão podem durar até 18 horas

A capital sueca data do século XIII e tem uma História interessante ligada aos vikings. Hoje em dia, a Suécia é uma monarquia constitucional e não deixa de ter certa relação com o Brasil, já que a rainha Silvia é filha de uma brasileira e viveu parte da sua vida em São Paulo. Como a cidade é formada por ilhas e muita gente as utiliza como ponto de referência, acompanhe abaixo as principais atrações que podem ser vistas em algumas delas em quatro dias de viagem.

Gamla Stan

Não esquecendo que Estocolmo foi fundada em 1252, esse é um dos centros medievais mais interessantes e bem preservados da Europa onde a cidade teve início. Aliás, Gamla Stan quer dizer exatamente Cidade Antiga em sueco. Com suas ruelas fechadas para pedestres, prédios em tons pastéis e ruas de paralelepípedos, essa é uma das atrações mais importantes de Estocolmo. Há diversos restaurantes, cafés e lojinhas de souvenirs por ali. Não esquecer de visitar o Royal Palace, palácio construído no século XVIII que substituiu o antigo Castelo Tre Kronor destruído em um incêndio. Embora ele seja considerado a residência oficial do monarca sueco, ele é mais usado para propósitos de Estado e, na verdade, a Família Real vive no Palácio de Drottningholm (nos arredores de Estocolmo).

Gamla Stan

Gamla Stan ou Cidade Antiga em sueco

Em Gamla Stan, não deixar de visitar ainda a Catedral de Estocolmo, a linda praça Stortorget e o Museu do Prêmio Nobel. Para quem está a fim de outra experiência histórica, Den Gyldene Freden é um restaurante bem informal de culinária nórdica que foi fundado em 1722 e entrou para o Guinness Book como o restaurante mais antigo do mundo a nunca ter alterado seu interior e sua fachada. O negócio pertence à Academia de Letras Sueca (grupo que define o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura) que costuma se reunir ali quase todas as quintas.

Gamla Stan, a ilha onde Estocolmo nasceu

Gamla Stan, a ilha onde Estocolmo nasceu

Djurgården

Djurgården é uma das ilhas mais incríveis de Estocolmo. Ela é cheia de atrações interessantes. Saindo de Gamla Stan a pé, é possível chegar até ela por meio do ferry boat. Alguns dos museus mais importantes da cidade ficam ali. O Vasa Museum é um navio preservado do século XVII que passou simplesmente mais de 300 anos embaixo da água. Como impressiona pelo seu bom estado de conservação, acabou se tornando o museu mais visitado da Escandinávia.

Uma das atrações mais divertidas da ilha é o Museu do ABBA. As canções do grupo musical sueco de maior sucesso no mundo ainda estão na cabeça de muita gente por conta do sucesso do musical Mamma Mia. Em um espaço bem interativo que convida o público a cantar e dançar suas músicas ao longo dos seus espaços, o lugar promete boas risadas!

Museu do ABBA

Museu do ABBA

Ainda em Djurgården, o Skansen Museum é um museu a céu aberto e zoológico com uma série de prédios que podem ser explorados pelos visitantes entre pessoas vestindo roupas típicas e recriando cenas do passado.

Östermalm

Östermalm é uma área residencial e bem elegante da capital sueca. Evidentemente, essa é também a região mais cara de Estocolmo. Ela conta com lojas exclusivas, galerias de arte, bons restaurantes e a maior concentração de nightclubs da cidade. Para quem aprecia produtos gourmet, o Östermalm Food Hall é uma boa oportunidade de dar uma olhada nas mercadorias e nas especialidades suecas oferecidas por ali em seus restaurantes durante o dia.

Kungsholmen

Kungsholmen é o endereço de uma das atrações mais importantes da cidade: o City Hall. Um dos prédios mais icônicos de Estocolmo, ele é palco do banquete e da festa de gala do Prêmio Nobel.

Vista do City Hall

Vista do City Hall

A Sala Dourada e a Sala Azul são dois dos espaços mais lindos desse lugar! Como existem políticos trabalhando no local, só é possível visitar o City Hall por meio de tours guiados em horários específicos. Do lado de fora do prédio, temos vistas maravilhosas para as outras ilhas!

Sala Dourada do City Hall

Sala Dourada do City Hall

Kungsholmen também conta com parques que são populares entre quem pratica jogging ou busca alguma atividade ao ar livre nos meses de verão.

Parque em Kungsholmen

Parque em Kungsholmen

Norrmalm

Norrmalm é um bairro empresarial onde também se encontram edifícios importantes, como a Royal Opera House e o National Museum. O Stockholm Concert Hall é outro importante prédio dessa área onde ocorre a Cerimônia Oficial do Nobel. Nessa ilha, também temos o Museu de Arte Moderna que conta com obras de Picasso, Dali, Derkert e Matisse. Norrmalm é considerada atualmente o centro de Estocolmo e é uma área cheia de shoppings, lojas de departamento, unidades de cadeias de fast-fashion e opções de compras mais em conta do que o resto da cidade. Aqui, temos também o Ice Bar que é o primeiro bar de gelo permanente do mundo. Os passeios de barco também são uma ótima opção para apreciar os canais espetaculares e as lindas paisagens entre as ilhas da cidade.

Södermalm

Quem acompanhou as aventuras de Lisbeth Sandler nos livros da Trilogia Millennium de Stieg Larsson ou se impressionou com a performance de Rooney Mara na sua versão para o cinema, sabe que essa é a região de Estocolmo onde acontece boa parte das aventuras do best-seller. Aliás, existem até tours dedicados à trilogia na ilha! Essa é a área boêmia e de cultura alternativa da cidade. Embora fosse considerada uma área destinada aos menos favorecidos no passado, ela passou por um processo de gentrificação e a especulação imobiliária tomou conta do lugar. Hoje em dia, é considerada uma área cara para se viver. O Sofo é a parte mais descolada da cidade com brechós, cafés em um estilo mais hipster e uma vida noturna agitada. Vários designers de moda têm endereço fixo por ali e o lugar é um verdadeiro berço para a cultura de streetstyle sueca que ganha os blogs de moda mundo afora atualmente. Vale também a pena visitar na ilha o Fotografiska que é um dos maiores museus do mundo dedicados à fotografia.

Embora não seja propriamente um ponto turístico, é indiscutível que o design sueco é algo para ser apreciado em toda parte. Os escandinavos são mestres no minimalismo e logicamente têm muito bom gosto nesse quesito. Marcas suecas que dominaram o mundo como H&M e IKEA mostram o quanto eles dominam o assunto. Outra atração imperdível da cidade é pegar o metrô pelo menos uma vez para apreciar a beleza de algumas estações. Dizem que o metrô de Estocolmo é a mais longa exposição de arte do mundo com cerca de 110 km de extensão.

metro

Estação de metrô em Estocolm.

A viagem de avião entre Paris e Estocolm dura 2h30. Veja aqui as melhores ofertas da Air France

 

Leia também o outro artigo da Mari:


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.