Os franceses vêem os cemitérios de uma maneira diferente da nossa. Para eles, os cemitérios de Paris são um mundo fascinante onde se misturam arte e história. Os cemitérios são espaços verdes onde eles se refugiam da mineralidade urbana.

(foto: stanze no Flickr)

Père Lachaise (foto: stanze no Flickr)

Passear nos cemitérios é um momento de tranquilidade, de contemplação da beleza decorativa e arquitetural das sepulturas e da biodiversidade da natureza.

Salvo erro de interpretação, baseado na minha longa vida francesa, nós não enxergamos os cemitérios como um espaço cultural, histórico e sereno. Daí nossa surpresa quando descobrimos que os cemitérios parisienses atraem visitantes franceses e estrangeiros.

(foto: John Althouse Cohen no Flickr)

Père Lachaise (foto: John Althouse Cohen no Flickr)

Descobri a relação dos franceses com os cemitérios quando visitei o famoso Père Lachaise acompanhada por um guia da Escola do Louvre. Era como se estivéssemos admirando e estudando o acervo de um outro museu, situação enriquecida pelo prazer de estar ao ar livre rodeados por um parque.

Túmulo Allan Kardec no Père Lachaise. (foto: R's Photographie no Flickr)

Túmulo Allan Kardec no Père Lachaise (foto: R’s Photographie no Flickr)

Os cemitérios atraem também por um outro aspecto: a sedução exercida pelos túmulos de personalidades.

Se Jim Morrison é personagem importante da sua cultura musical, você ficará impressionado com o número de homenagens diárias que ele recebe no seu endereço eterno do Père Lachaise (leia aqui).

Grafite em árvore próxima ao túmulo de Jim Morrisson, no cemitério Pére Lachaise.

Grafite em árvore próxima ao túmulo de Jim Morrisson, no cemitério Pére Lachaise (foto de Oh Paris no Flickr)

Assim como Edith Piaf (leia aqui), Abelardo e Heloisa (leia aqui). As pessoas que gostam de Gainsbourg sabem que ele está no cemitério Montparnasse, assim como Jean-Paul Sartre. Uma vez mortos, eles se tornam personagens próximos e acessíveis.

Já que estamos falando de cemitérios, gostaria de contar uma peculiaridade da Córsega.

Os mortos desta ilha ocupam os mais bem localizados terrenos, aqueles com vista para o Mediterrâneo ou para os vales que separam suas inúmeras montanhas.

O cemitério de Bonifácio, na Córsega, com vista para o mar.

O cemitério de Bonifácio, na Córsega, com vista para o mar (foto de Sami Ben Gharbia no Flickr)

E um dos cemitérios mais bonitos é o de Bonifácio, no extremo sul da ilha com vista direta para a Sardenha. O maior insulto que você faz à uma família da Córsega é não comparecer ao enterro dos seus membros. Quando alguém morre, mesmo que você não o conheça, nunca tenho encontrado nem ele nem os membros da sua família, sua ausência no enterro será notada e anotada. O grande evento da vida de um corso é atrair ao seu funeral um número elevado de pessoas. Uma cerimônia com alguns gatos pingados é o medo de todos eles.

Túmulo de Noureev

Túmulo de Noureev

Para terminar, duas curiosidades ainda. Gostaria de mostrar o túmulo de Rudolf Nureyev que se encontra em cemitério afastado de Paris, por isso pouco conhecido e visitado. Ele foi enterrado no cemitério russo de Sainte Geneviève des Bois. O dançarino russo e diretor do Balé da Opera Nacional de Paris, de 1983 até 1989, possui uma tumba que se vê de longe. Ela é coberta por um tapete feito de mosaicos. Um tapete tipo kilim – Nureyev os adorava – vermelho, azul e dourado. As franjas do tapete são em bronze dourado, inspiradas na cortina que esconde o palco da Opera de Paris.

Cemitério dos animais de Asnière

(foto: Toucanradio no Flickr)

Perto de Paris existe um outro cemitério tão famoso quanto o Père Lachaise. Trata-se do Cemitério dos Animais Domésticos. Aí estão enterrados animais vedetes e animais de vedetes. Animais de artistas famosos, duques, escritores. Os túmulos acolhem muitos cães e gatos. Mas também pássaros, coelhos, tartarugas, camundongos, peixes, cavalos. Seus mestres decoram as sepulturas e algumas são ricamente enfeitadas. Este cemitério faz parte da lista de monumentos históricos franceses como pitoresco, artístico e legendário. Dizem que este foi o primeiro cemitério de animais domésticos do mundo.

Cemitério Père Lachaise: 8 boulevard de Ménilmontant, 75020.

Cemitério Montparnasse: 3 boulevard Edgar Quinet, 75014.

Cemitério dos animais: 4 pont de Clichy, Asnières-sur-Seine.


Reflexões sobre a experiência de ser bilíngueAcesse o site Minha Viagem a Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.

 


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.