À meia noite...

À meia noite…

Por Aloysio Bello

Ele se chama o Faune Dansant. Um fauno, divindade campestre, em equilíbrio sobre um odre. Ele se encontra no Luxembourg, um dos jardins mais bonitos de Paris.

Desde que aí ele foi colocado, testemunhas afirmam que à meia noite em ponto ele dança. As testemunhas afirmam também que para vê-lo dançar é necessário beber um odre de vinho.

O odre é feito de couro de bode ou de cabra. Em seguida o couro é curtido com azeite. Uma vez cheio de vinho, é extremamente difícil se equilibrar em cima dele.

Nas Dionisíacas na Grécia, as festas de Dionysos, o deus da uva, do vinho e do excesso, havia um prêmio para quem ficasse mais tempo em equilíbrio sobre o odre cheio.

Quando visitar o Luxembourg, procure o Faune Dansant e lembre-se deste artigo. O jardim é lindo e imenso. Poderá passar a tarde por aí. Depois jante no bairro e à meia noite, quem sabe, você verá o fauno dançar.

Restaurantes não faltam nesta área. Algumas sugestões:

. Terroir Parisien do chef Yannick Alléno, 15 minutos a pé até o jardim. 20 rue Saint Victor.

. KGB, delicioso restaurante bis do chef William Ledeuil, menos de 10 minutos a pé. 25 rue des Grands Augustins.

. La Méditerranée, tradicional restaurante de peixes e crustáceos, pertinho. 2 Place de l’Odeon.

. Cafe Les Éditeurs, ao lado. 4 Carrefour de l’Odéon.