Restaurantes com crianças em Paris

Ficamos às vezes indecisos se devemos ou não frequentar os bons restaurantes com crianças. A indecisão se refere a aspectos diversos.

A criança vai apreciar, ou pelos menos suportar, o longo ritual de entradas, pratos, queijos e sobremesas? Eu mesma acho esta sequência longa demais,  salva, às vezes, por  companheiros de mesa divertidos.

Os restaurantes gastronômicos recebem cordialmente as crianças? Uma coisa é certa, crianças turbulentas  e bebês chorando são mal vistos em ambientes policiados onde elegância se confunde com discrição e vozes veladas.

Se deixarmos de lado os endereços dos grandes chefs e pensarmos nos bistrôs parisienses o problema permanece por outra razão. Aqui o ambiente é mais descontraído e poderíamos pedir  um filé com fritas.  Mas o espaço é menor, com frequência, minúsculo. Uma pequena sala com mesas quase grudadas dificilmente seria uma situação adaptada para família numerosa.

O que aconselhar aos leitores viajando com seus filhos e netos?

.  As brassseries com suas grandes salas e ambientes mais agitados recebem cordialmente os casais com suas crianças e podem reservar mesas para a família toda.

.  Os endereços conhecidos por serem ostensivamente kid-friendly:

Foto daqui.

Café Suedois, situado no Marais, um grande espaço com cadeiras para crianças, livros infantis,  brinquedos e no cardápio sanduíches de bolinhos de carne moída, sobremesas simples e gostosas. Trata-se do café do Instituto Cultural Sueco que possui, além da sala, esta grande área sempre cheia nos dias ensolarados. Aberto de terça à domingo das 12h às 18h. 11 rue Payenne 75003 Paris, metro Saint Paul.

Restaurante e salão de chá da marca Bonpoint, situado no interior da loja da rue Tournon. As crianças são bem vindas e no almoço adultos e crianças encontram ofertas adaptadas aos diversos paladares. O restaurante conta com uma varanda deliciosa. Aberto de terça à sábado, das 10h às 18h. 6 rue Tournon 75006 Paris.

.  Se você estiver procurando lugares menos “especializados”,  mas kid friendly,  veja as  seguintes opções:

Le Relais de l’Entrecôte, com seus filés fritas deliciosos, um endereço conhecido de todos os apreciadores da boa carne.  Sem reservas, prepare-se para fazer fila ou chegue cedo.  15,rue Marbeuf, 75008

.

Coffe Parisien, bistrô à la americaine, oferece no cardápio clubs sanduwich, hamburger e saladas. Endereço frequentado por famílias em férias. 4, Rue Princesse, 75006

Le Pain Quotidien, já citado aqui como um dos melhores cafés da manhã de Paris. Lugar ideal para uma refeição tranquila com os pequenos. Os bolos e as viennoiseries são deliciosas. Vários endereços em Paris. Clique aqui para conhecer o mais próximo de você.

O restaurante Glou, no Marais, já citado aqui, está sempre cheio de pais e suas crianças. Leia aqui.

Outro restaurante excelente para ir com crianças é o Fuxia e eles possuem vários endereços em Paris. Leia aqui.

Você já viajou com crianças? Então deixe aqui as suas dicas.

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

Veja Também

Pierre Gagnaire: meu querido chef

Paris: Bistrô Caillebotte

Os endereços do chef Akrame

34 pitacos, participe desta conversa

  1. Laine disse:

    Lina,
    No Relais d´Lentrecote, as fritas são à vontade ? Pode-se dividir um prato ? Como funciona isso em Paris? Fui uma vez e achei a carne muiiito grande. Eu preferiria dividir a carne e complementar com uma salada a mais….

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Laine, as batatas vem uma travessa à parte mas não são à vontade. Não sei se você pode dividir o prato, nunca fiz isso.
      Abraços.

  2. ANE ELISA disse:

    Eymard
    O show foi fantástico. Chick Corea Trio. Com Christian Mc Bride, no contrabaixo, e Brian Blade, na bateria. Incrível. Um show de jazz como pouco. Show de 1:30 com direito a bis. Acredito que tenha pego as dicas dos shows da Sale Pleyel aqui no CP. Incrível. Comprei pela internet. Antes desse, porém, fomos ao concerto Vivaldi, as quatro estações, na Saint Chapelle. Tambem comprei pela internet e entregaram os tickets no Brasil. Domingo cheio e cultural.
    Quanto aos ratinhos, disse extamente isso que vc escreveu ao meu marido – o cinema nao e tão criativo assim, a arte imita a vida rsrsrs. Um abraço

  3. eymard disse:

    Ane Elisa, show do Chick Corea na Sale Pleyel? Conte sobre ele!

    Quanto aos ratos, lembre-se do filme!! Não precisamos gostar e nem apreciar….mas que eles existem…., isso é um fato!

  4. ANE ELISA disse:

    Lina, boa noite.
    Sou fã e leitora assídua do CP. Por isso, relatarei aqui o que acabei de vivenciar há mais ou menos 1hora atras no Ralais d’ Entecote em Saint Germain. Estamos em Paris eu e meu marido. Saímos do fantástico show do Chick Corea, na Sale Pleyel, e voltando ao Hotel (D’ Aubusson, por indicação sua) resolvemos comer no Ralais d’Entrecote. Ao final do jantar, restaurante lotado, quase já pedindo o cafezinho, percebi algo passando pelo chão rapidamente de mesa em mesa. O que era, um desesperado ratinho. Pequeno, porém um rato.
    Imediatamente sai do restaurante. Meu marido chamou a garçonete, que disse simplesmente “pardon” . Do lado de fora percebi que os demais comensais nao deram a mínima para o rato – acharam bem engraçado- parecia eu uma alienígena. E isso mesmo? Normal a convivência restaurante-ratos em Paris, ainda nesta época? Sempre pensei que pudessem existir. Mas ver foi um choque.

  5. Adriane disse:

    Acabamos de chegar de Paris, levando nossa filhota de 4 anos e meio. Boas dicas de restaurantes kid friendly são o Chez Clement e o Hippopotamus. Ambos possuem vários endereços em Paris e apresentam menu infantil, além de darem lápis e desenhos para as crianças colorirem enquanto aguardam a comida. O ambiente dos dois também é bem informal, facilitando levar crianças.

  6. nair chaves disse:

    Le pain cotidien da Marche St Honoré, tivemos um pessimo atendimento, café frio e muito depois chegaram os pães (deixamos tudo), em N York a impressão foi melhor.

  7. Ale Bongiovani disse:

    Estou de viagem marcada pra daqui um mês pra Paris e esse post veio a calhar, acho que em termos de viajar com crianças pequenas acho que vou ter muito pra contar depois da viagem, eu e meu marido levaremos nossa filha de 1 ano e meio a Paris e realmente a questão ‘alimentação’ preocupa um pouco, anotei todas as dicas e depois eu conto como foi a aventura! Obrigada!!!
    Bjs

  8. Beth disse:

    Betina
    Outro local simpático para festejar os 15 anos da sua filha seria a Fermette Marbeuf..
    http://www.fermettemarbeuf.com/

  9. Betina disse:

    Obrigada Lina! Dei uma olhada no site do Les Ombres e achei realmente maravilhoso.

  10. Beatriz Gallian disse:

    Lina, não poderia deixar de elogiar seu blog/site, pois sou sua fã número 1. Amo Paris, assim como você e já tive oportunidade de contemplar todas essas belezas que a cidade nos oferece. Já faz 5 anos que vou entre dezembro e janeiro com marido e 5 filhos, pois meu marido tem alguns vínculos profissionais por aí. Paris a dois é maravilhoso, mas com as crianças é diversão e cultura garantida!

  11. Patricia Braga disse:

    Lina, obrigada por tr atendido ao meu pedido neste post. Muito esclarecedor!

  12. Betina disse:

    Olá Lina, bom dia! Acompanho sempre o Conexão Paris, embora não costume “pitacar”, sou do tipo voyeur. Porém, gostaria de lhe pedir alguma indicação de restaurante em Paris para o jantar de comemoração dos 15 anos de minha filha, ao final de junho/12. Iremos nós, o casal, a filha e o filho de 10 anos e os avós, de modo que gostaria de ir a um lugar que fosse, ao mesmo tempo, inesquecível para ela, e que meu filho menor não se entediasse… Isto existe? Um abraço, e parabéns pela nova roupagem do blog!

    • Lina disse:

      Betina
      As adolescentes, e os adultos também, gostam muito do Les Ombres, um restaurante todo de vidro no teto do museu Quai Branly e de frente para a torre Eiffel.
      O indico sempre porque é bonito, a comida é gostosa e não é muito caro.
      Quando ao filho menor, acho que vai gostar também.
      http://www.lesombres-restaurant.com/

  13. Fernanda Reali disse:

    ótimo post e excelentes comentários. Comemos muito bem em nossa viagem. Repetimos a Brasserie Publicist Drugstore, que foi a favorita de toda a família. Super recomendo

    http://www.fernandareali.com/2012/05/hotel-em-paris-e-o-fim-da-primeira.html

    Não gostamos do Quick e do Hippo, fast food, pois achamos o serviço ruim, embora sejam baratos, bem localizados e com muitas opções nos cardápios.

    bjs

  14. Ediene do Amaral Ferreira disse:

    Olá, Gostaria de agradecer todas as dicas do Blog, pois ficamos 12 dias em Paris super bem! Chegamos “conhecendo”um pouquinho. Viajei com meu marido e meu filho de 5 anos, e posso afirmar que Paris é para todas as idades. No final da viagem meu filho Eduardo olhou pra mim e falou: “Vamos morar em Paris”… Será que ele gostou? bjs, sucesso e parabéns pelo novo layout.

  15. Adriana disse:

    Olá! Sempre viajamos com nosso filho. Estamos em Paris e ele esta com 4 anos. Ontem almoçamos no Le Jules Verne e foi ótimo! Ele participou de tudo, inclusive pedimos o menu degustação para ele também já que lá não há manu infantil. A criança que desde cedo está acostumada a viajar e a freqüentar restaurantes sabe muito bem como se comportar! E nada como um joguinho, um livrinho ou um IPad não resolva! Obrigada pelas super dicas do blog!

  16. Alessandra disse:

    Desde os 2 anos e meio levo minha filha para Paris e ela sempre se comportou!!! Também nunca fomos em restaurantes tão sofisticados, sempre demos preferência para os cafés e bistros, porque realmente são uma ótima ideia, sempre tem uma massa, ovos etc…. Inclusive dessa última vez ela até comeu scargot e gostou!!! Acredito até que por conta dessas viagens ela é uma criança com “paladar desenvolvido” e come de tudo. Certa vez li numa revista que viajar faz muito bem para crianças porque estimula o apetite, a cultura e o sono. Então acho que é uma boa oportunidade para oferecer coisas novas. Concordo que a rede Bistro Romain é muito boa, eles oferecem revistinhas de passatempos que sempre distraem as crianças.

  17. marcia disse:

    Lina, nada a ver com o post, necessidade de última hora. A posse do novo presidente é na terça, não? Muda alguma coisa em termos de funcionamento de comércio, museus, etc?

    Muito obrigada

  18. Gi do Prado disse:

    Tb estou de acordo que as crianças desde cedo freqüentem ambientes como de restaurantes refinados.
    Manu nossa filhota sempre fica bem, gosta de explorar o espaço as vezes mas na maioria do tempo está compartilhando conosco os bons momentos de lazer.
    Acredito que o filho precisa ser inserido na vida do casal, que a familia precisa se adaptar com a chegada de um novo integrante e não parar de sair, se enclausurar, parar de viajar pq tem filho pequeno. Foi pensando nisso que resolvemos apresentar a cidade luz a nossa pequena, que já foi conosco para Buenos Aires e adorou, nós tb.
    Que essas sejam as primeiras de muitas viagens com nossa amada princesa! Que as maravilhas que terá contato fiquem impressas dentro dela já que as lembranças provavelmente não serão retidas.
    Estou adorando as dicas tb dos comentários.

  19. Suely disse:

    Teresa
    Concordo com você, sempre levei meus filhos desde bem pequenos em restaurantes e sempre se comportaram bem, agora com menu infantil e área de brincadeiras muitas vezes com monitores, ficou mais tranquilo para os pais.

  20. Teresa Queiroz disse:

    Lina e Dé,

    Não preciso dizer q amo o site… seria ficar no lugar comum… meu dia começa sempre viajando pelas suas dicas maravilhosas!!!
    Ia dar como dicas, justamente, o Chez Clement e o Hipopotamus que são super acessiveis em todos os sentidos!!! Tem em varios pontos de Paris, o “menu enfant” é bem interessante, e o preço é otimo!!!
    Mas sou da linha que as crianças devem aprender a se comportar e tb frequentar desde pequenas os bons “restos”.
    Na minha ultima estada em Paris, levei meu filho, de 10 anos aos 2 citados acima q ele adora desde pequeno, mas tb o levei no Angelina e no Le Meurice!!! E ele amou!!!
    bjs

  21. marcia disse:

    Dividindo minha experiência (obs: crianças com 4 e 6 anos incompletos): o molho do Relais foi forte para o paladar infantil, mas isso depende do hábito de cada criança. Na hora do sufoco, embora decididamente não sejam exemplos de gastronomia, as redes Hippo, Le Paradis des Fruits e Bistro Romain salvaram a parada. Mas o melhor de tudo, é que Paris convida a piqueniques maravilhosos e se a criança curte frutas, pães e queijos como o meu curte, meio caminho andado. No meio de tantos piqueniques auspiciosos, consegui segurar a onda com uma refeição diária, normalmente o jantar, já que não forcei meu filho a entrar completamente no fuso horário. Como o café da manhã/piquenique já era tardio (tipo 11h/11h30) e as “formules midi” são servidas normalmente até as 14h, o almoço “dançava”. Então, a gente ficava na base dos lanches deliciosos ao longo do dia (e Paris é pródiga em belisquetes de sonho) e fechava o dia com o jantar. Ah, outra opção que funciona com meu filho é restaurante japonês (combo tepan + arroz), me socorre bem nas viagens. Enfim, a fórmula que deu certo pra mim em viagem com criança é exercitar o lado “gourmet/ local” nos lanches/ piqueniques e “mais pragmática/ internacional” na hora da refeição. E o mais importante de tudo, na minha opinião: viajar com criança é uma experiência incrível mas exige concessões, tanto de nossa parte como da deles. E isso se aplica à comida, aos passeios, aos horários.
    Abraços a todos que tornam esse blog muito especial.

  22. disse:

    Oi Lina, outro dia mesmo falei la’ no meu blog sobre a rede de restaurantes Chez Clement, que são SUPER child friendly. Claro que não é a alta gastronomia francesa, mas os preços e as refeições são corretos. Eles tem um otimo menu especial para os pequenos de todas as idades.

    http://roede.blogspot.fr/2012/04/chez-clement-um-endereco-child-friendly.html

    Outro restaurante no mesmo estilo é o Hippotamus, também com menu enfant, cadeirão, joguinhos (lapis de cor, desenhos…).

    Beijos!

  23. Susana Almeida disse:

    Olá Lina!

    Estava a precisar dessas dicas… Obrigada!! A proxima em Paris vais ser com 5 crianças….mas mais complicado de agradar vai ser o meu pai…só gosta de comida tradicional portuguesa!! O que vale é que ele só almoça e não janta…mas acho que vai andar a bifes e omoletes o tempo todo, o que é uma pena!!

  24. Tati disse:

    Coincidência incrível!!!! Estou com viagem marcada para Paris dia 17/5 e vou levar o pequeno!!!!! Estou com um pouco de receio com o feijão, pois meu filhote eh super viciado!!!! Região do metro Courcelles….. Será q fiz bem?

  25. Agda disse:

    Levei meus filhos na época com 1 e 3 anos ao Relais de L’Entrecôte e eles foram muito gentis e atenciosos. Recomendo a todos levarem os baixinhos a Paris. Eles amaram!

  26. Gi do Prado disse:

    Oi Lina, seu post veio mesmo a calhar já que estamos com viagem marcada para Paris em agosto com nossa pequena que terá 2 anos e meio na ocasião.
    Estou anotando várias dicas de blogs e guias que falam de como se divertir com os pequenos em Paris. Já estivemos antes aí, mas agora será bem diferente.
    Alugamos um ap no Marais e estamos animados planejando tudo.
    Obrigada pelas dicas, vamos usá-las com certeza!

    Gi do Prado

  27. Adriana Pessoa disse:

    Ótimo post.
    Viajar com crianças requer planejamento e paciência.
    Plano A e plano B.
    Quando fui om meu filho a Paris, me hospedei estrategicamente ao lado do Jardin du Luxembourg. Antes, localizei pelo Google Maps, restaurantes, boulangeries, sanduicherias e mercadinhos por perto.
    Nosso café da manhã vez ou outra nos gramados do Luxembourg, onde levava sucos, frutas e baguetes recheadas.
    Ele se encantou pela sopa de cebola do Le Perraudin, na Rue de Saint Jacques, e essa foi a refeição preferida dele durante nossa estadia.
    Bjs.

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.