O infográfico de setembro da nossa série feita em parceria com as Galeries Lafayette é sobre as marcas de luxo francesas mais famosas.

A França é sinônimo, entre outras coisas, de moda. E não por acaso. Mais do que frivolidade e banalidade, a moda na França sempre foi encarada como negócio lucrativo e como parte integrante da cultura francesa.

O métier foi aprimorando seu savoir faire e consolidando sua importância ao longo de séculos. Desde o reinado de dois grandes influencers – o Rei Sol Louis XIV, no século XVII, e a rainha Marie Antoinette, no século XVIII – passando pela criação da alta costura e chegando aos dias de hoje, a moda francesa sempre foi referência e lançadora de tendências.

AS 10 MARCAS DE LUXO FRANCESAS MAIS FAMOSAS

marcas de luxo francesas

As 10 marcas de luxo francesas mais famosas. Clique aqui ou na imagem para ampliar.

Você encontra essas marcas – com exceção da Hermès e Lanvin – no 1° andar das Galeries Lafayette.

As marcas de luxo francesas nos dias de hoje

Com o passar dos anos as marcas vão evoluindo e até mesmo mudando radicalmente seu estilo. Várias são as causas: morte do fundador, mudança de estilista, a venda da marca para um grande grupo, adaptação ao mercado globalizado e mesmo a evolução natural que acompanha a evolução do mundo, dos hábitos e costumes.

Para que você encontre a grife perfeita para o seu estilo, citamos abaixo as principais características atuais de cada uma delas:

  • Chanel: apesar de seu início revolucionário e avant garde, com a introdução no guarda-roupa feminino de peças do vestuário masculino, hoje em dia a marca é sinônimo do clássico e do chique.
  • Dior: depois da 2ª Guerra Mundial, a marca re-introduziu a feminilidade no vestuário feminino com as saias rodadas e as cinturas marcadas. Atualmente seus ternos femininos e vestidos fluidos são as estrelas da grife.
  • Saint Laurent: seguindo umas das características de base da marca, suas roupas ainda hoje são sexies porém de um jeito roqueiro e um pouco dark.
  • Givenchy: sempre apostou no estilo elegante e romântico (sem ser açucarado).
  • Hermès: seguindo o estilo de suas bolsas, as roupas da marca são discretas, atemporaischiques de forma casual.
  • Chloé: manteve através das décadas um estilo anos 70, levefluido.
  • Celine: conhecida por suas roupas minimalistas porém com um toque “distorcido”, diferenciadas sem serem chamativas.
  • Louis Vuitton: atualmente propõe uma moda elegante e feminina com um lado conceitual e de futurismo-retrô.
  • Balenciaga: se nos primórdios a marca era arquitetural, limpa e depurada, hoje ela é cacofônica, nada discreta, mistura de streetwear com alta moda.
  • Lanvin: anda um pouco sem personalidade depois que o estilista Alber Elbaz deixou a marca. Durante a Paris Fashion Week que está acontecendo atualmente, a grife promete voltar com força total. Aguardemos.

Lembrando que durante todo o ano de 2019 as Galeries Lafayette oferecem diferentes mimos aos leitores do Conexão Paris nas compras acima de 175€, de 500€ e de 1.000€, inclusive uma bolsa Pliage da marca Longchamp. Clique aqui para saber mais e baixar os voucheres.


Galeries Lafayette Paris Haussmann: 40 boulevard Haussmann, 75009 | Metrô linhas 7 e 9, estação Chausée d’Antin – La Fayette ou linhas 3, 7 e 8, estação Opéra | Horários de funcionamento: segunda a sábado de 09:30 as 20:30 e domingos de 11:00 as 19:00.