Estrasburgo fica na Alsácia, divisa entre a França e a Alemanha

Estrasburgo fica na Alsácia, divisa entre a França e a Alemanha

Estrasburgo (em francês, Strasbourg) é uma das mais bonitas e simpáticas cidades da França. Vale a pena passar pelo menos três dias na cidade para que você possa descobrir alguns dos seus segredos e contrastes.

Trata-se de antiga cidade medieval, localizada na região da Alsácia. Apesar da idade, a cidade é repleta de jovens (é a segunda maior população estudantil da França).  Ainda apesar da idade, Estrasburgo  está ligada no futuro –  ruelas tortuosas e sua lindíssima catedral gótica contrastam, por exemplo, com a arquitetura contemporânea do Parlamento Europeu.

Por estar na fronteira com a Alemanha, Estrasburgo  é meio francesa, meio alemã. Isso significa uma gastronomia híbrida entre os dois países. Você vai comer choucroutte e Foie Gras, regados a vinhos da região, especialmente brancos, com destaque especial para os Riesleings.

Estrasburgo é uma cidade pequena e ideal para ser visitada a pé. A imensa maioria dos locais a serem visitados se encontram  na Grande Île, uma ilha situada no centro da cidade tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, ou no simpático bairro Petite France.

Catedral de Estrasburgo

A Catedral de Estrasburgo, construída em 1015

A Catedral de Estrasburgo é um dos monumentos mais marcantes da Europa. Imensa construção feita de pedra rosa e com fachadas cobertas por esculturas, que formam o maior livro de imagens da Idade Média.

Detalhe da fachada da Catedral de Estrasburgo.

Detalhe da fachada da Catedral de Estrasburgo. ortille no Flickr

A catedral se encontra “espremida” entre os prédios da cidade, causando uma estranha impressão, gênero Gulliver na ilha de Lilliput.

Quando entrei pela primeira vez na catedral de Estrasburgo sabia que retornaria muitas outras vezes. Em apenas uma visita, não conseguimos ver todos os detalhes da decoração definida, por Victor Hugo, como um “prodígio do gigantesco e do delicado“.

Relógio da Catedral de Estrasburgo. Alexandre Dolique no Flickr

Relógio da Catedral de Estrasburgo. Alexandre Dolique no Flickr

Além da beleza dos vitrais, da nave central com altura de três andares, do púlpito todo esculpido, do orgão pequeno mas ricamente decorado, o que mais chama a atenção dos visitantes e o relógio astronômico. Todos os dias, às 12h30, os bonecos autômatos “acordam”. E a cada quinze minutos aparecem as quatro etapas da vida: nos primeiros 15 minutos uma criança desfila em torno do relógio, em seguida um adolescente, um homem maduro e, no último quarto de hora, um idoso anuncia sua morte e a chegada da criança.

E se tiver preparo físico, não deixe de subir – 332 andares – até o alto da torre da Catedral de onde vemos os telhados de Estrasburgo.

A catedral se encontra na Grande Île.

A barragem Vauban, em Estrasburgo. Net Circlion no Flickr

A barragem Vauban, em Estrasburgo. Net Circlion no Flickr

A antiga barragem Vauban, hoje conhecida como Ponte Vauban ou Terrase  Vauban, fez parte do sistema de defesa da cidade. Em caso de ataque, a barragem permitia inundar certas áreas de Estrasburgo. Uma varanda, localizada no último andar, oferece uma das mais bonitas vistas da cidade: as três torres (de uma antiga ponte que não existe mais) refletidas no rio Ill e, no fundo, a catedral.

Vista da cidade de Estrasburgo a partir do topo da barragem Vauban. David Almeida no Flickr

Vista da cidade de Estrasburgo a partir do topo da barragem Vauban. David Almeida no Flickr

A barragem Vauban está entre a Grande Île e a Petite France.

Estrasburgo, detalhe das torres da antiga ponte

Estrasburgo, detalhe das torres da antiga ponte

O bairro chamado Petite France é o cartão de visita de Estrasburgo.

Estrasburgo, bairro Petite France

Estrasburgo, bairro Petite France

O bairro é entrecordado por ruelas estreitas e canais navegáveis de onde observamos casinhas com janelas floridas como nos contos de fada. Esta é uma das áreas mais históricas de Estrasburgo e antigo bairro onde residiam os artesãos. A barragem Vauban e as torres da antiga ponte estão na extremidade da Petite France.

Estrasburgo, Palais Rohan. Claudia Schillinger no Flickr

Estrasburgo, Palais Rohan. Claudia Schillinger no Flickr

Strasbourg tem excelentes museus e os três principais estão no mesmo endereço: Palácio Rohan.

O Palais Rohan, construído em 1742,  foi residência de cardeais, sede da prefeitura da cidade, palácio real e hoje abriga o Museu de Arqueologia, o Museu de Belas Artes e o Museu das Artes Decorativas. Palais Rohan se encontra na Grande Île, nas margens do rio Ill e ao lado da Catedral.

Passeio de barco por Estrasburgo

Passeio de barco por Estrasburgo

Alguns conselhos:

  • Caminhe pela Grande Île e pela Petite France, perca-se nas ruelas, admire a arquitetura, o rio Ill e suas pontes.
  • Passe um bom momento descobrindo a catedral. Admire as fachadas externas e viaje na decoração interna.
  • Faça um tour de barco para ter uma idéia da cidade e dos seus contrastes. O tour contorna a Grande Île, passa pela Petite France, pela barragem Vauban e vai até a sede do Parlamento Europeu. Programa altamente turístico, mas lindo e ideal para ter uma vista geral da cidade, sobretudo se estiver chovendo. O local de embarque dos barcos é ao lado do Palais Rohan.

Como ir de Paris até Estrasburgo

. De trem. Em 2 horas é possível fazer Paris Gare de l’Est /centro de Strasbourg. A duração da viagem e os preços podem variar de acordo com o mês, o dia da semana e a hora escolhida para a viagem. E se comprar sua passagem com antecedência no site da RailEurope (clique aqui), consegue preços mais baratos ainda.

. De avião. A viagem de avião dura cerca de 3 horas saindo de Paris, não há voo direto, verifique as escalas de cada voo. Pela Air France, você pode comprar a passagem direto do Brasil para Strasbourg, fazendo uma parada grátis em Paris (na ida e/ou na volta). Veja aqui as melhores ofertas da Air France.

. De carro. Passando por Reims, Epernay e Metz. Belo passeio na região da Champagne. Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França aqui. 

. De ônibus. Esta costuma ser a opção mais barata mas também a mais longa, com cerca de 6h30 de viagem. O ônibus sai da estação Paris Bercy. Consulte valores, disponibilidade de horários e faça a compra da passagem pelo site da empresa de ônibus OuiBus (clique aqui).

MinhaViagemParis1Acesse nosso novo site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.