Publicamos abaixo um texto escrito por três leitores do Conexão Paris. Um longo comentário da Madá sobre os 10ème e 11ème distritos de Paris, enriquecidos por foto de Marcia Lube e comentário de Marcello Brito.

————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————

Vocês sabem que eu adoro um pé sujo, do tipo comer ostras na rua, em pé, como no bistrô Baron Rouge do Marché d’Aligre que eu frequento desde os anos 90. Entre os restaurantes em torno da Champs Élysées e a lista de restaurantes descolados da Karen Goldman, no 11ème, sou muito mais o 11ème. (Conheça a lista dos restaurantes descolados clicando aqui.)

É bem verdade que não me sinto à vontade nesses restaurantes estrelados, ainda mais quando são frequentados por celebridades…
Esse ano, resolvemos experimentar algumas indicações do 11ème, expandindo os nossos circuitos.
Os pontos altos foram:

Pipocas

Pipocas My Crazy Pop

. a lojinha especializada em pipocas My Crazy Pop. Pipocas gastronomicamente corretas, pipocas sem gordura, feitas a partir da pressão do ar e pela ação do calor. Os grãos explodem sem matérias tóxicas. Pipocas salgadas, doces, aromatisadas com gergelim, basílico, parmesão, caramelo, caramelo e castanhas.

My Crazy Pop: 5 rue Trousseau 75011 Paris.

Bistrô Septime, foto de Márcia Lube

Bistrô Septime, foto de Márcia Lube

. o restaurante Septime, já famoso nos meios gastronômicos. Leia artigo sobre este endereço clicando aqui. Adoramos este restaurante simples e com uma cozinha maravilhosa. Nós escolhemos o menu surpresa com seis pratos.

Canal Saint Martin

Canal Saint Martin

Além disso, resolvemos dar mais uma chance ao Canal de St Martin, no 10ème bairro de Paris. Conhecemos Belleville e o Canal St Martin por volta de 2007. Não foi uma experiência dessas que você quer repetir. Em 2010, o Canal estava bombando e resolvemos repetir. Fomos em uma manhã de terça feira e, novamente, não nos encantamos. Na verdade, por ser uma área mais frequentada por locais, o ideal seria ir à noite ou nos fins de semana. Tiramos várias fotos, o canal tinha seu charme, mas sem aquele clima agitado que nos agrada.
Voltamos, agora, com amigos jovens que moram na rue des Vinaigries. Achamos a rua muito charmosa e em novembro 2014 a exploramos um pouco mais. Adoramos!!! A rua preserva uma atmosfera que vivemos um dia em Saint Germain, outro tempo no Marais e mais recentemente no Haut Marais. Enfim, super charmoso.
Vejam aqui matéria da rua Vinaigriers publicado no Figaro.

Nesta rua, destacamos:

Le Petit Matieu

Le Petit Matieu

. o restaurante Le Petit Matieu que nos surpreendeu com um tartare de magret de pato. Uma descoberta maravilhosa, para mim. À noite, eles servem somente pequenos pratos tipo tapas. Provamos muitas delícias como alcachofras frescas, embutidos da Córsega e uma seleção de vinhos bem legal. Voltamos para casa a pé, seguindo o canal Saint Martin até o Marais. Curtimos muito as ruas e o movimento simpático do bairro. Ficamos impressionados com os diversos hotéis de charme pelo caminho. Talvez um dia experimente ficar por lá.

Le Petit Matieu: 55 rue des Vinaigriers, 75010, Paris.

Ambrym

Ambrym

. destacamos também a loja Ambrym, design e fabricação 100% francesa, um luxo nos dias de hoje. Conhecemos a designer e fotógrafa da criação, ambas muito simpáticas.

Ambrym: 22-24 rue des Vinaigriers, 75010, Paris.

Hotel

Le Citizen

. Marcello Brito: o 10ème é o bairro do momento na cidade. As novidades e indicações de dois sites excepcionais, Le Fooding e GoGo Paris, estão concentradas no 10ème e no 11ème. Não tem nem como comparar com Saint Germain. Todos os dois sites renovam, a cada mês, as indicacões. E mês após mês, os caminhos apontam para esta região. E o melhor hotel da região do Canal Saint Martin é o Citizen, que fica justo na esquina da rua Vinaigriers e das margens do canal [NOTA: na verdade o hotel fica na rue de la Grange aux Belles esquina com a avenida do canal]. O hotel é descolado, todo eco friendly e com design de ponta, meio escandinavo. Vou ficar lá com certeza, da próxima vez. Outro hotel, mas aí na outra ponta do 10th, na realidade, já no Haut Marais, é o Jules e Jim. Novamente design de ponta.