Jardin du Luxembourg

Jardin du Luxembourg

Várias gerações passaram por aqui e brincaram com os mesmos barcos. Esta cena do verão no jardim Luxembourg é clássica e histórica. Não estamos diante de um brinquedo e sim de um mito.

A fila de espera foi longa, enfim ela conseguiu seu veleiro!

A fila de espera foi longa, enfim ela conseguiu seu veleiro!

Estes pequenos veleiros existem desde 1881 e numerosos foram os “alugadores de barcos”. O mais conhecido de todos foi Paudeau, que se instalou no jardim em 1922. Ele fabricava os barcos de madeira e sua esposa costurava as velas. Todos os barcos eram diferentes. Mais tarde, o filho do casal herdou a atividade.

Hoje, os encontramos nos antiquários

Hoje, os encontramos nos antiquários

Hoje os “Paudeau” viraram relíquia, custam caro e são carinhosamente colecionados.

Um empurrão com a varinha, em seguida, o vento é que manda

Um empurrão com a varinha, em seguida, o vento é que manda

Os que alugamos no Luxembourg são verdadeiros “Paudeau” e pertencem à um jovem colecionador. Eles são restaurados com amor e somente as velas não são originais.

Nós amamos: Brasil e França

Nós amamos: Brasil e França

A escolha das bandeirinhas, tenho certeza,  não é anodina. Ela faz parte de uma estratégia comercial, claro, mas conta também uma história de amor recíproco entre dois países.

As fotos são de Sergio T Gonçalves.

Mas para que tudo dê certo, é preciso prestar atenção na direção do vento e correr para receber o barquinho do outro lado do lago.


PCCConheça o guia Paris com Crianças, escrito por Adélia Lundberg com dicas do Conexão Paris, ele traz uma seleção de programas em Paris e seus arredores que irão encantar as crianças. À venda no site Minha Viagem Paris, clique aqui.