Nós já comentamos aqui que a supremacia da harmonização vinho tinto/queijo não se justifica e  os especialistas consideram que o vinho branco –  um Mâcon, um Sancerre ou um Châteaunef-du-pape blanc – acompanha com mais elegância a maioria dos queijos.

Queijos franceses

Queijos à venda em fromagerie, em Paris

Mas outros caminhos se abrem para os gourmets e o  esnobismo do momento é servir:

  • champagne com queijo de cabra, sobretudo os cendrés, ou com parmesão;
  • cerveja com queijos do norte da França como o boursin, o camembert e o livarot.

Certos  fromagers estão mesmo  iniciando experiências em torno da associação  sakê e queijos franceses.

Novos caminhos conduzem a novos hábitos como propor uma faca diferente para cada tipo de queijo. O antigo gesto francês de cortar o chaource com a mesma faca que cortou o roquefort está desaparecendo.

Vários designers criaram facas especiais para queijos e podemos compor à vontade nosso plateau à fromages.


 

Um modelo Laguiolle tradicional  com a ponta para espetar o pedaço cortado.

 

Um modelo assinado por Philippe Starck e fabricado pela empresa Forges de Laguiolle.

Um outro para queijos massa mole.

Forges de Laguiole é uma das melhores marcas de facas da França. Você pode comprá-las na loja da marca, perto da Place de la Madeleine, ou nas melhores lojas de artigos para cozinha da cidade, como a Lafayette Maison.

Galerie Laguiole Paris :
29 rue Boissy d’Anglas (metrIo: Madeleine)
75008 Paris
Tel.: o1 40 06 09 75

Veja mais modelos de facas no site da Forges de Laguiole.