Artista nascido no México, sem endereço fixo, em movimento constante, cidadão do mundo, Gabriel Orozco é exposto pela primeira vez na França. O Centre Pompidou expõe este maravilhoso artista do dia 15 de setembro até o dia 3 de janeiro 2011, das 12h às 21h.

Orozco se interessa pelo universo urbano, pelos objetos do cotidiano e sua prática artística é variada: pinturas, fotografias, esculturas e objetos reconfigurados.

O Centre Pompidou fecha nas terças e no dia 1 de maio. Um dos raros museus abertos no dia 1 de janeiro. Fica aqui a idéia para um programa pós-festas.