Documentos necessários para entrar na França

.

A leitora Cristiane me enviou um artigo, publicado no blog de Luiz Nassif, com o depoimento de uma professora brasileira que não pode entrar na França. Ao chegar no aeroporto Charles de Gaulle ela  ficou presa em uma sala e em seguida foi reconduzida ao Brasil.

Contatei a Embaixada da França no Brasil pedindo a lista dos documentos necessários, enquanto turista,  para entrar na França. Me responderam fornecendo um link para o site da Embaixada onde encontrei as seguintes informações:

Todos os estrangeiros, submetidos ou não a um visto de curta duração, que desejarem ingressar na França, devem obrigatoriamente estar munidos de um seguro-saúde e de repatriamento no valor mínimo de 30.000 euros e que cubra todo o território “Schengen” (França, Alemanha, Grécia, Espanha, Itália, Áustria, Portugal, Finlândia, Suécia, Noruega, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Islândia e Luxemburgo).

Todos os estrangeiros, submetidos ou não a um visto de curta duração, que desejarem ingressar na França para uma visita particular, familiar ou turística, devem estar de posse de uma reserva de hotel ou um atestado de acolhimento.

O atestado de acolhimento é solicitado pela pessoa que irá hospedar o estrangeiro à prefeitura de seu domicílio. O original desse atestado deverá ser assinado pelo prefeito que o concedeu e visado pelo serviço de vistos do Consulado Geral para aqueles que precisam de visto.

São dispensados de apresentar um atestado de acolhimento:

- os estrangeiros que desejarem efetuar na França uma estada de caráter humanitário ou cultural;

- os estrangeiros que se dirijam à França no contexto de uma emergência médica;

- os estrangeiros que se dirijam à França para os funerais de uma pessoa próxima;

- os familiares de franceses (cônjuge, filhos);

- os familiares de cidadãos da Comunidade Européia.

A Luciana M. do blog Dividindo Bagagem me informou que o Rodrigo Purish, do blog Aquela Passagem, tem um post sobre este assunto. Eu li, está ótimo, mas já teve uma modificação: a imigração não aceita mais uma carta do habitante dizendo que vai hospedar o turista. É preciso apresentar a declaração oficial dada pela Prefeitura.

Se alguém tiver informações complementares peço que nos informe. Porque atravessar o Atlântico, ser mal tratado e colocado de volta no primeiro vôo é uma experiência amarga.

Leia também:

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

1496 pitacos, participe desta conversa

  1. Simone Rufino disse:

    Olá, Boa Tarde! Viajo para Bordeaux na França, em dezembro. Vou visitar meu namorado que mora lá. Moro em Recife e comprei meu bilhete assim: Recife/ Lisboa. Lisboa/ Bordeaux. No caso, passarei pelo serviço de emigração em Lisboa. Estou indo com uma carta convite dele. Ele tem dupla cidadania. Portuguesa e Francesa. Gostaria de saber, se esta carta deve ser feita com os dois documentos dele dessas duas cidadanias e se essa carta precisa ser registrada em algum orgão? E em que lingua deve ser escrita esta carta? Desde já agradeço se puderem me informar.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Simone, como você vai ficar na casa dele em Bordeaux esse carta tem que ser feita na prefeitura (mairie) do bairro onde ele mora. Ela será feita em francês.
      Abraços.

  2. Gisselle disse:

    Gente, eu fui em agosto, fiquei na casa do meu irmão, que não tinha como fazer a carta de acolhimento pois sua casa é pequena demais. Então eu fiz a reserva pelo Booking, imprimi, depois cancelei (sem custo). E na imigração, me perguntaram justamente sobre a hospedagem. Disse o nome do hotel e mostrei a reserva (cancelada) do Booking. O fiscal não ligou lá pra confirmar, rsss, e acho que nenhum faz isso. Enfim, entrei. Só me perguntaram a quantidade de tempo de permanência no país e o local em que iria ficar. Depois, entrei e foi só alegria, que cidade linda é Paris, meu Deus, que saudade… o litoral francês (Normandia) também é lindo, cidadezinhas charmosas, amei!

  3. Felipe disse:

    Gostaria de saber se além desse documentos, preciso de um documento de comprovação de vinculo no Brasil, irei ficar 30 dias na europa (15 dias em Paris e 15 na Italia), com entrada por Portugal.
    Ou só levando esses documentos + dinheiro/cartão de crédito está ok?

  4. Greicy costa disse:

    Boa tarde!
    Aluguei um quarto “chez habitant” pelo site chambrealouer para o período de permanência, em Grenoble/França que é menos de 30 dias. Eu tenho o email com a comprovação do pagamento e com as datas de chagada e de partida , seria suficiente para comprovar ou ainda teria que apresentar o atestado de acolhida?

    Agradeço a atenção desde já

  5. ericka costa disse:

    Rodrigo, bom dia.
    Viajarei para a Paris em novembro deste ano, 2014, e estou insegura quanto à passagem na imigração. Não falo inglês nem francês. Terei problemas com isso? Como se dará a comunicação na imigração? Outra dúvida ´r quanto ao seguro saúde. Pretendo utilizar o oferecido pelo cartão de crédito. Tem algum problema? Desde já agradeço a atenção.

  6. veruska disse:

    bom dia. meu nome é veruska, meu namorado vai para a frança fazer mestrado e quero muito ir com ele. Se casarmos no brasil antes de sua ida poderei ir com ele? (em relação ao visto) Caso não possa, posso me matricular em algum curso de frances para ir como estudante e depois lá conseguir um trabalho ou estagio e solicitar visto de trabalho? Por favor se puderem me ajudar…muito obrigada.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Veruska, seu namorado é francês ou brasileiro? Sugiro que você procure o consulado francês na sua cidade e se informe. Vistos e permissões de trabalho são assuntos delicados e o melhor é procurar os órgãos competentes.
      Abraços.

  7. silvana disse:

    Rodrigo
    aluguel um apartamento por 9 dias em setembro no site Homeway, o propretário mandou por e-mail uma espécie de contrato de aluguel, isso vale como um atestado de hospedagem?
    abraço

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Silvana, essa é uma questão para a qual nós ainda não conseguimos obter uma resposta oficial. Nem mesmo o consulado sabe ao certo responder. A principio, deve bastar você apresentar esse e-mail com a confirmação do aluguel. Não acho que você terá problemas, mas é apenas uma opinião a partir da nossa experiência, e não uma resposta precisa. Pode ser também que eles não peçam para ver esse documento.
      Abraços.

  8. Rute disse:

    Ola tenho uma dúvida tenho passagem comprada para Paris em outubro e retorno em dezembro vou levar minha filha menor que tem também nacionalidade portuguesa visitar seu pai que é brasileiro e esta trabalhando ha 1ano em Paris , ficarei hospedada na casa dele ,como minha filha é cidadã da UE ainda assim preciso da carta ? Mto obrigada

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Rute, se você não tem nacionalidade européia você precisa da carta de acolhimento. Acho mais garantido, pelo fato da sua filha ser menor de idade, que na sua carta de acolhimento conste os dados dela. Peça ao pai dela que se informe sobre os tramites na prefeitura da região onde ele mora.
      Abraços.

  9. Paulo disse:

    Minha primeira vez, indo a Franca! Vou ficar 7dias. Qual documento necessário..?.

    Grato

  10. Rita disse:

    Rodrigo me equivoquei a funcionária que mencionei regressa no dia 18/08/2014, ou seja um mes antes da nossa chegada, estamos receiosas quanto ao tempo , se caso,não der tempo para realizar o documento de acolhimento o que podemos fazer?
    Estive na França ano passado, eu e minha mãe.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Rita, peça a pessoa que vai te acolher que te envie a carta pelo modo mais rápido que o correio francês oferece. O prazo é de 4 dias e o valor é por volta de 58€. Caso não chege, sugiro que você reserve algum hotel que possa ser cancelado sem custo.
      Abraços.

  11. Rita disse:

    Rodrigo, boa tarde!
    Estou com um problema, embarco dia 17/09/2014 para França, eu minha mãe, minha cunhada e prima.
    Faremos conexão em Lisboa , o problema é que sobre o atestado de acolhimento não pode ser feito porque a funcionária que está encarregada dessa função só regressa dia 18/09/2014, justamente no dia da nossa chegada. Minha pergunta, o que podemos fazer?
    Obs.;Temos parentes em Portugal. Tias e primos.

  12. Carolina disse:

    Boa tarde Rodrigo, gostaria de informacoes, estou sem saber o que fazer bom vamos la, eu sou tripulante de barcos e cheguei na Europa via Barcelona e desembarquei, terminei meu contrato, vim para Paris para estudar Frances me matriculei num curso de 3 meses dentro dos 90 dias de turista. So que agora eu quero ficar mais 3 meses nao e suficiente para aprender a lingua, quero ficar mais 3 meses, qual seria a melhor opcao para estar legalmente aki, tenho pesquisado e nao consigo informacoes, umas pessoas me disseram para ir a Prefecture de police e pedir uma extensao de estadia com os comprovantes da escola, de hospedagem, seguro e grana, outras falaram para eu tentar visto de estudante diretamente e outras pra eu simplesmente ficar que ninguem vai chegar, nao quero estar ilegal pois isso pode atrapalhar meu trabalho no futuro, voce tem alguma sugestao? pensei em voltar ao brasil por uma semana e depois retornar a Paris, mas acho que da na mesma. Por favor, preciso de ajuda.
    Obrigada
    Carolina

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Carolina, eu sugiro que você faça o mais sensato, certo e dentro da legalidade que é ir à Prefecture de Police e se informar sobre as opções que você tem. Voltar ao Brasil e ficar lá uma semana não resolve, você teria que ficar por mais de 3 meses.
      Abraços.

  13. Juliana disse:

    Bom dia Rodrigo, meu nome é Juliana eu estou indo para França no dia 19 de Fevereiro e volto no dia 18 de Março. Eu vou fazer uma EUROTRIP não vou ficar na França mais de dois dias mesmo assim eu preciso comprovar 50 Euros por dia?

    Obrigado!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Juliana, oficialmente o valor é 57€ por dia. Provavelmente eles não te pediram para ver o dinheiro mas é bom ter tudo certo para evitar problemas. A lei é a mesma para quem vai ficar 1, 2, 10 ou 90 dias.
      Abraços.

  14. Gisselle disse:

    Olá Rodrigo, eu vou ficar 15 dias em Paris (vou em agosto/2014) na casa de meu irmão, só que ele disse que não tem como fazer a carta de acolhimento porque sua residência é pequena e não comporta dois hóspedes (eu e minha mãe), mas mesmo assim vamos ficar lá, mesmo que apertados. Assim, fiz uma reserva de hotel pelo Booking que tem cancelamento gratuito até dois dias antes do embarque. Já imprimi o comprovante da reserva e é o que vou levar comigo, porém vou cancelar antes de embarcar porque não quero pagar multa por uma coisa que não vou usar. Vc acha que tem risco de eles ligarem lá no hotel, investigar pra saber se a reserva está ativa?
    Obrigada!

  15. Maíra disse:

    Boa tarde! Estou indo para Paris em setembro e ficarei quase um ano lá. Resido em São Paulo e estou no processo para a obtenção do visto de estudante (longa duração). Poderia, por favor, esclarecer se a carta convite que necessito se trata de uma carta simples, que deverá ser elaborada e apresentada juntamente com a cópia dos documentos dos residentes, ou se trata da carta a que a norma Cerfa n°10798*03 faz referência? Fiquei em dúvida, pois há quem diga que a carta deve ser nos termos dessa norma, mas, após ler a norma, me pareceu que ela está direcionada para pessoas que ficarão até 90 dias na França. Se for a carta simples, saberia me informar o que ela deve conter, por favor? Muito obrigada!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Maíra, a carta a qual nos referirmos nesse artigo é para turistas que vão entrar na França sem visto e ficar menos de 90 dias. No seu caso, com visto de longa duração, eu não sei qual o tipo de carta convite que você precisaria. Aconselho que você procure o consulado francês na sua cidade e se informe.
      Abraços.

  16. jose antonio disse:

    Eles vivem em franca

  17. jose antonio disse:

    Casei com cidadao portuguesa sou cabo verdiano nos temos filhod gemeos so que vivem com pais e quero visitar eles o que fazer ?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      José Antônio, infelizmente não sei te informar quais documentos um cidadão cabo verdiano precisa para entrar na França. Esse artigo se refere aos cidadões brasileiros. Sugiro que você procure o consulado francês da cidade onde mora.
      Abraços.

  18. Regina Lucia disse:

    Caro Rodrigo Lavalle,
    Minha filha vive em Paris com um Frances,não se casaram oficialmente e dessa união tenho 2 netas uma com 05 anos e outra com 10 meses. Tenho 63 anos, divorciada , pais falecidos e perdi recentemente minha única irmã e estou só. Assim pergunto, minha única filha vive na Europa e quero ficar perto das minhas netas e ajudar a criá-las como posso conseguir visto de permanência? Minha filha deveria se casar para isso? Obrigada por toda orientação que puder me oferecer.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Regina, mesmo se a sua filha se casasse com o companheiro francês você não teria visto de permanência. Eu sugiro que você procure o consulado francês para maiores informações.
      Abraços.

  19. Lena disse:

    Semana passada passei pela imigração francesa na estação St. Pancras em Londres e foi muito tranquilo, não me pediram absolutamente nada, carimbaram meu passaporte e o oficial muito simpático ainda me disse “obrigado”. Mas não sei se no aeroporto são mais rigorosos…

  20. Wanessa disse:

    Olá!
    Irei fazer um curso de francês de 3 semanas, entre junho e julho, em Nice. Após, passearei durante 1 semana por Paris.
    A estadia será em uma host family, arranjada pelo escola de línguas (France Langue).
    Nesse caso, é necessário que a confirmação da estadia passe pela prefeitura?

    A reserva do hotel em Paris deve estar paga?

    Obrigada!

    Wanessa

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Wanessa, imagino que a escola vá te fornecer um documento dizendo que você ficará hospedada na casa de uma família durante o curso. A reserva do hotel não precisa estar paga.
      Abraços.

  21. Glennda Lisboa disse:

    Ola,gostaria de saber se mesmo tendo a carta convite preciso do seguro viagem,e a respeito desse seguro saude avaliado em 30.000 euros. Obrigada.

  22. jessica disse:

    eu sou casada com um frances posso entrar na europa sem a passagen de volta para o brasil com o livro de familia e o certificado de casamento ou precisa de algo a mais?

  23. Lena disse:

    Olá, td bem? Eu fiz reserva de hotel em Paris pelo site do Booking.com, mas o pagamento só será feito depois. Vocês acham que na imigração eles podem pedir exigir que o hotel esteja pago?

  24. Renato Nataniel Wasques disse:

    Olá!
    Estarei em Paris na segunda quinzena de junho. Ficarei em um Hostel (MIJE). A reserva foi confirmada via e-mail. Basta imprimir os e-mails recebidos ou torna-se necessário pedir outro documento?

  25. Zé Maria disse:

    Obrigado, Rodrigo.
    Este recibo ou contrato que faremos, pode ser redigido em português mesmo [prefiro!] ou é melhor que seja em francês?

  26. Zé Maria disse:

    Estou alugando um apartamento em Paris de uma brasileira que mora em São Paulo. O que preciso fazer para passar tranquilo com esposa e filha pela imigração?
    Obrigado,

  27. Rodrigo Lavalle disse:

    Fernanda, antes de tudo você precisa de uma autorização dos seus pais, procure informações no Juízado de Menores.
    Como você vai entrar na Europa pela Espanha você tem que pesquisar quais documentos eles exigem, eu não sei te informar. Procure informações no consulado espanhol.
    Para você ter uma idéia, para entrar na França você precisa dos documentos citados nesse artigo, http://www.conexaoparis.com.br/2013/07/01/dicas-air-france-documentos-vistos-e-malas/:
    - sua passagem de volta (sendo que 3 meses é o tempo máximo que sua estadia poderá durar):
    - seguro saúde e de repatriamento, no valor mínimo de 30 mil euros, que cubra todo o território Schengen (França, Alemanha, Grécia, Espanha, Itália, Áustria, Portugal, Finlândia, Suécia, Noruega, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Islândia e Luxemburgo). Todas as boas seguradoras possuem este tipo de seguro e poderão lhe auxiliar;
    - reserva do hotel. Se você for se hospedar na casa de um amigo ou familiar, você será solicitado a apresentar um atestado de acolhimento. Este atestado deverá ser solicitado pela pessoa que irá lhe hospedar à prefeitura de seu domicílio.
    Abraços.

  28. Rodrigo Lavalle disse:

    Carmem, procure o consulado da França no Brasil e se informe de maneira mais oficial.
    Abraços.

Próximos 50 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.