Documentos necessários para entrar na França

A- A+

.

A leitora Cristiane me enviou um artigo, publicado no blog de Luiz Nassif, com o depoimento de uma professora brasileira que não pode entrar na França. Ao chegar no aeroporto Charles de Gaulle ela  ficou presa em uma sala e em seguida foi reconduzida ao Brasil.

Contatei a Embaixada da França no Brasil pedindo a lista dos documentos necessários, enquanto turista,  para entrar na França. Me responderam fornecendo um link para o site da Embaixada onde encontrei as seguintes informações:

Todos os estrangeiros, submetidos ou não a um visto de curta duração, que desejarem ingressar na França, devem obrigatoriamente estar munidos de um seguro-saúde e de repatriamento no valor mínimo de 30.000 euros e que cubra todo o território “Schengen” (França, Alemanha, Grécia, Espanha, Itália, Áustria, Portugal, Finlândia, Suécia, Noruega, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Islândia e Luxemburgo).

Todos os estrangeiros, submetidos ou não a um visto de curta duração, que desejarem ingressar na França para uma visita particular, familiar ou turística, devem estar de posse de uma reserva de hotel ou um atestado de acolhimento.

O atestado de acolhimento é solicitado pela pessoa que irá hospedar o estrangeiro à prefeitura de seu domicílio. O original desse atestado deverá ser assinado pelo prefeito que o concedeu e visado pelo serviço de vistos do Consulado Geral para aqueles que precisam de visto.

São dispensados de apresentar um atestado de acolhimento:

– os estrangeiros que desejarem efetuar na França uma estada de caráter humanitário ou cultural;

– os estrangeiros que se dirijam à França no contexto de uma emergência médica;

– os estrangeiros que se dirijam à França para os funerais de uma pessoa próxima;

– os familiares de franceses (cônjuge, filhos);

– os familiares de cidadãos da Comunidade Européia.

A Luciana M. do blog Dividindo Bagagem me informou que o Rodrigo Purish, do blog Aquela Passagem, tem um post sobre este assunto. Eu li, está ótimo, mas já teve uma modificação: a imigração não aceita mais uma carta do habitante dizendo que vai hospedar o turista. É preciso apresentar a declaração oficial dada pela Prefeitura.

Se alguém tiver informações complementares peço que nos informe. Porque atravessar o Atlântico, ser mal tratado e colocado de volta no primeiro vôo é uma experiência amarga.

Leia também:

Publicidade


Vai para Paris? Reserve sua passagem no site oficial da Air France - o melhor preço para mais de 900 destinos em todo o mundo.
O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

1661 pitacos, participe desta conversa

  1. Wagner Rocha disse:

    Boa noite!
    O que preciso fazer para conseguir trabalhar legalmente na França?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Wagner, você precisa ter a cidadania europeia ou um visto de trabalho. Como somos um blog especializado em turismo não temos conhecimento profundo sobre esse assunto, sugiro que você entre em contato com o consulado francês no Brasil para obter informações mais detalhadas.
      Abraços.

  2. Lillian disse:

    Oie! Vou a Paris visitar minha tia que é casada com um francês a 12 anos, queria ajuda, não sei bem do que precisa, entendi que ela precisa me fazer um convite, mas como vou receber? Não tenho cartão de credito e o que é seguro viagem? Como fazer? Pretendo passar um mês e mais alguns dias, então não preciso de visto? Quanto dinheiro preciso levar em mãos? Desculpas, são tantas perguntas :/ agradeço se responder!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Lilian, a sua tia tem que ir na “mairie” (prefeitura) do bairro onde ela mora e pedir o atestado de acolhimento. Depois ela vai lhe enviar esse atestado pelo correio.
      O seguro saúde e de repatriamento deve cobrir todo o território Schengen (França, Alemanha, Grécia, Espanha, Itália, Áustria, Portugal, Finlândia, Suécia, Noruega, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Islândia e Luxemburgo). Nesse site você encontra várias opções de onde comprar o seguro: https://www.seguroviagem.srv.br/?agency=378.
      Não há necessidade de visto.
      Como você vai ficar na casa de um parente e não tem cartão de crédito internacional a lei exige 33€ por dia de estadia na França.
      Esse artigo é mais completo, leia-o: http://www.conexaoparis.com.br/2013/07/01/dicas-air-france-documentos-vistos-e-malas.
      Abraços.

  3. Ineide disse:

    Como fasso para passar uma semana na frança…tenho amigos que vao reserva hotel em seu nome…oque EU preciso para sair do brasil e entrar na frança.??

  4. JOSÉ RUBENS disse:

    Olá Rodrigo minha sogra mora na frança a dois anos ela é casada com um cidadão italiano e eles tem uma filha de um ano nascida na frança, tendo em vista a crise no brasil minha sogra nos convidou para morar la e existe a possibilidade do padrasto da minha esposa me conseguir um emprego na empresa que ele trabalha sera que eu e minha esposa podemos entrar e morar legalmente no pais já que minha sogra mora la a algum tempo e a minha cunhada nasceu la?

    • Rodrigo Lavalle disse:

      José, para morar na França legalmente (e trabalhar) vocês e sua esposa precisam ser cidadãos europeus ou ter um visto que permita o trabalho. A empresa onde o seu sogro trabalha pode lhe ajudar a conseguir um visto de trabalho. Caso você o consiga, a sua esposa teria um visto de cônjuge. Esses procedimentos são complexos, o mais indicado é você procurar um consulado francês no Brasil.
      Abraços.

  5. lucas moreira britez disse:

    Ola , eu tenho um amigo brasileiro que tem cidadania francesa e mora, nesse momento na guiana francesa, ele me convidou para ir com ele para a França por aproximadamente 2 semanas ,mas ele vai a partir de um curso que ele está fazendo por la e que vai arcar com todas as despesas dele e no caso a minha, ou seja sera essa empresa que oferece o curso a ele que vai custear minhas despesas , e passagens para a França, mas ele vai partir da guiana francesa. O alem do passaporte o que eu precisaria para poder entrar na guiana francesa e estando por la precisaria de mais alguma coisa para entrar na frança sem nenhum tipo de problema?

  6. Tiago C. disse:

    Antes da duvida: parabéns pelo conteúdo, o site é ótimo, fácil, bem ilustrado e de rápida navegação.
    Sou recém casado em uma união homoafetiva aqui no Brasil, descobrimos que meu companheiro vai ser transferido para a Paris, ja não é fácil achar informação sobre cônjuge, agora imagine cônjuge do mesmo sexo, não tenho achado muitas informação sobre este assunto, obviamente não quero deixar ele ir só, teriam alguma informação para me auxiliar nesta nova etapa? Obrigado pela atenção.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Tiago, sugiro que você entre em contato com o consulado francês no Brasil para conseguir informações mais consistentes. Em um casal heterossexual, o cônjuge teria um visto vinculado ao outro que veio a trabalho. Creio que esse visto não permite que ele trabalhe (emprego formal).
      Abraços.

  7. Ronan de carvalho souza disse:

    Olá gostaria de saber se o meu passaporte tem o carimbo de entrada na suíça, e fiquei lá antes de vencer três mês foi para Paris e aomque o meu passaporte, tem o carimbo de saída da França, isso pode impedir algumas viagem quando eu dor voltar p suíça.

  8. Monaliza disse:

    Gostaria de saber quais são os documentos precisos pra tirar meu visto pra morar em Guiana francesa. Meu namorado é francês e vamos nos casar, ele já mora em guiania.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Monaliza, como o nosso blog é especializado em turismo, não sabemos lhe informar os documentos necessários para o visto de moradia na França ou em um território francês. Sugiro que você entre em contato com o consulado francês aí no Brasil.
      Abraços.

  9. Marcos González disse:

    Boa tarde pessoal. Quem me puder responder à dúvida ajuda muito e agradeço por adiantado. Meu filho mora faz dois meses na França com Visto de Pesquisador. A sua enamorada (Paraense) vai visitar ele em Janeiro por três meses e vai morar no apartamento que ele alugou. Ela já tem compradas as passagens.
    As questões são:
    1. Ela precisa de um ‘convention acueil’, se sim, como se tira?
    2. É obrigatório o Seguro de Saúde Internacional e de Repatriamento?
    Faz pouco tempo o Brasil assinou um tratado para o atendimento médico de Turistas!

  10. Felipe disse:

    Boa tarde, desembarquei em Paris dia 11 e logo na saída da aeronave pessoas nos abordavam pedindo o passaporte, todas as pessoas que tinham passaportes que não eram da união europeia eram barrados e os agentes faziam-lhes perguntas, comigo não foi diferente, perguntaram se era minha primeira viagem e fui obrigado a mostrar se tinha passagem de volta para o Brasil, dinheiro, reservas de hotéis, etc. Nessa parte fui liberado, ao passar pela a imigração também fui parado e a mulher fez as mesmas perguntas, mostrei todos os documentos e por fim ela perguntou se eu tinha seguro viagem, foi ai que tirei o documento do seguro, ela abriu um sorriso, carimbou meu passaporte e me desejou bon voyage.

  11. Rodrigo Lavalle disse:

    Maria Eduarda, como você vai fazer uma viagem de curta duração – menos de 3 meses – você não precisa de visto para entrar na França. Leia esse artigo onde explicamos todos os documentos necessários para entrar na França: http://www.conexaoparis.com.br/2013/07/01/dicas-air-france-documentos-vistos-e-malas.
    Abraços.

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.