O Museu Bourdelle, localizado na região de Montparnasse, é interamente dedicado à obra do escultor francês Emile-Antoine Bourdelle. Ele está fora do roteiro turístico tradicional e é uma opção para aqueles que já conhecem os museus mais famosos e se interessam por escultura ou pelo trabalho de Bourdelle.

A quantidade de museus que existe em Paris é realmente avassaladora. Dos maiores e mais conhecidos aos pouco conhecidos e minúsculos, passando pelos bem específicos e pelos bizarros, a lista é enorme. Nesse artigo de 2015 nós categorizamos vários deles mas, obviamente, dezenas de outros ficaram de fora.

Esse grande número de museus na cidade pode ser explicado, em parte, pela quantidade de grandes artistas que aqui viveram. Muitos deles doaram para o estado suas casas-ateliês e suas obras. Caso do Museu Rodin, do Museu Gustave Moreau e do Museu Bourdelle, nosso assunto de hoje.

O Museu Bourdelle, em Montparnasse (foto: TijsB no Flickr)

Quem foi Emile-Antoine Bourdelle

Bourdelle foi um famoso escultor francês do fim do século XIX e começo do século XX. Filho de um marceneiro que esculpia os móveis que vendia, ele ganhou aos 15 anos uma bolsa para a École des Beaux-Arts de Toulouse.

Oito anos depois, em 1884, ele passa em 2° lugar no concurso de admissão para a École des Beaux-Arts de Paris. No ano seguinte se muda para o endereço onde hoje funciona o museu em sua homenagem. Em 1893 é contratado por Rodin, 20 anos mais velho, como um de seus assistentes.

Em 1900, Bourdelle é convidado para criar algumas esculturas para o teatro do Museu Grévin. Nesse mesmo ano ele abre em Montparnasse com Rodin e Desbois uma escola de escultura. A partir desse momento, Bourdelle se afasta do estilo de Rodin – cujo ateliê ele abandona em 1908 – e começa a procurar sua própria identidade estética. Seu estilo é menos realista que o de Rodin. Suas obras são mais angulosas, de proporções alteradas e feições estilizadas.

Em 1910 Bourdelle assume o canteiro de obras do Théâtre des Champs-Elysées como arquiteto, escultor e pintor.

Ele morre no dia 1° de outubro de 1929 deixando centenas de rascunhos, modelos, desenhos e documentos.

O Museu Bourdelle

Após a morte de Bourdelle, foi sua viúva – Cléopâtre Bourdelle – quem lutou por 20 anos para a criação do museu. Em 1949, a cidade de Paris aceitou a doação do terreno, do prédio original, de 800 esculturas, 200 pinturas, 1000 desenhos e manuscritos e, no dia 4 de julho, o Museu Bourdelle foi inaugurado.

Ao longo das décadas o museu foi sendo ampliado. Além do prédio original, onde Bourdelle morou, e dos ateliês, há também:

  • Um jardim externo dando para a rua e um jardim interno bucólico. Em ambos estão expostos as esculturas de grande porte em bronze. Destaque para a enorme escultura de um cavaleiro montado colocada bem no fim do jardim, em um espaço exíguo que potencializa ainda mais a sua imponência.

O jardim externo do Museu Bourdelle (foto: © Benoît Fougeirol / Terra Luna)

O jardim interno do Museu Bourdelle (foto: © Benoît Fougeirol / Terra Luna)

  • O Grand Hall, construído em 1961 na ocasião dos 100 anos de nascimento de Bourdelle. Aqui estão expostos os modelos em gesso em tamanho natural de algumas obras do escultor. Destaque para o “Centaure mourant” e “Héraklès archer”.

O Grand Hall (foto: © Philippe Ladet)

O Grand Hall (foto: © Philippe Ladet)

  • A extensão, no fundo do terreno, construída entre 1989 e 1992 e onde acontecem as exposições temporárias.

A extensão (foto: © Benoît Fougeirol / Terra Luna)

Informações práticas

O Museu Bourdelle, assim como o Museu Carnavalet e o Museu de Arte Moderna, é um museu municipal, ou seja, pertence à cidade de Paris. Em virtude disso, o acesso a sua coleção permanente é sempre gratuito para todos.

O acesso às exposições temporárias é pago. O ingresso custa de 7 a 10€ dependendo da exposição.

Museu Bourdelle: 18 rue Antoine Bourdelle, 75015. Metrô linhas 4, 6, 12 e 13; estação Montparnasse-Bienvenue. Aberto de terça a domingo, de 10:00 as 18:00.


Museu Bourdelle

O guia do Conexão Paris 5 Roteiros em 4 Dias é ideal tanto para quem está indo pela primeira vez a Paris, quanto para aqueles que já visitaram a cidade e desejam descobrir os segredos dos parisienses. São cinco roteiros exclusivos que podem ser percorridos em, no mínimo, quatro dias. À venda no site Minha Viagem Paris, clique aqui.

 

 


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.