A pirâmide do Louvre é uma das obras emblemáticas de Paris

A pirâmide do Louvre é um projeto do arquiteto I. M. Pei e foi naugurada em 1988. Ela está situada na praça central do museu, a Cour Napoléon, e funciona como sua entrada principal.

A pirâmide é uma estrutura de vidro e metal, medindo 20,6 m de altura sobre uma base quadrada de 35 metros de lado. Diz a lenda que o número de placas de vidro da pirâmide é exatamente 666, número associado ao diabo. Este mito reapareceu quando o escritor Dan Brown confirmou esta informação no livro O Código da VinciNa realidade, de acordo com informações oficiais do museu, a pirâmide possui 673 placas: 603 losangos e 70 triângulos.

Polêmica e redenção

Como quase toda grande obra arquitetônica contemporânea em Paris, sua construção provocou um grande debate. O argumento da turma do contra era que a pirâmide – ainda mais de vidro! – estava fora do contexto clássico do museu. A turma a favor considerava que exatamente esse choque entre o contemporâneo e o clássico era interessante e enriquecedor. Com o passar dos anos a pirâmide acabou se impondo como a beleza arquitetônica que é e caiu no gosto – ou na indiferença – da maioria.

exposições para 2017

Museu do Louvre e sua pirâmide

A melhor resposta para essa polêmica vem dos turistas. Ao tirarem suas fotos “ilusão de ótica” com o dedo na ponta da pirâmide, eles se apropriam do monumento de forma divertida, dão a ele um novo significado e, sobretudo, mostram seu carinho. Aposto que esse é o sonho da Torre Montparnasse.

Acesse e assine o canal do Conexão Paris no You Tube para acompanhar nossos vídeos semanais com dicas de Paris (clique aqui).

Leia também


Clique aqui para comprar seu ingresso com acesso prioritário para o Museu do Louvre.

No site Minha Viagem Paris você encontra um guia que vai lhe ajudar a conhecer sozinho as principais obras do Louvre e uma super visita guiada com uma guia brasileira. Clique aqui e aqui para saber mais.