Algumas dicas para que pessoas com mobilidade reduzida possam aproveitar Paris sem stress e surpresas.

Paris em cadeira de rodas.

Paris com mobilidade reduzida

Transporte:

– Para as pessoas com mobilidade reduzida, o metrô é o meio de transporte menos indicado. Todas as estações possuem, em algum momento, um, alguns ou vários lances de escadas. Com exceção das estações da linha 14 e de algumas estações aéreas das linhas 2 e 6, a maior parte não possui elevadores. O site vianavigo tem um serviço de informação sobre a acessibilidade do transporte público em Paris e região, incluindo mapa mostrando as estações com acessibilidade. É possível ligar ou enviar um email para o serviço e se informar sobre o trajeto que se quer fazer.

– Os ônibus são uma opção mais indicada. Todos são adaptados e possuem assentos e espaços reservados. Existem linhas que fazem quase os mesmos trajetos das linhas de metrô. Outra grande vantagem dos ônibus é ir apreciando a cidade durante o trajeto. Aqui vocês encontram o mapa das linhas de ônibus e aqui podem pesquisar os trajetos que desejam fazer inclusive selecionando a opção “itinerários acessíveis às pessoas com mobilidade reduzida”.

– Achar táxi em Paris pode ser uma tarefa difícil (especialmente à noite/madrugada). O conselho é baixar o aplicativo para smartphone da empresa parisiense de táxis G7. Através dele é possível chamar um táxi imediatamente, mesmo estando na rua, ou fazer um agendamento sem precisar falar com ninguém. Eles possuem carros adaptados e um número de telefone exclusivo para pessoas com mobilidade reduzida (+33 1 47 39 00 91). A G7 é boa e confiável.

– Contratar um carro com motorista brasileiro durante a estadia é uma opção que vale o investimento. Envie um email para contato@conexaoparis.com.br e peça um orçamento.

– No geral as calçadas da cidade são boas e existem rampas. Em alguns bairros como o Marais e o Quartier Latin, as calçadas são mais estreitas.

Museus e monumentos:

– A maioria dos museus e monumentos é acessível e adaptada. Alguns totalmente e outros menos. Como se tratam de construções antigas, extremamente resguardadas pelo Patrimônio Histórico, às vezes elas não são passíveis de serem totalmente adaptadas. Exemplo: o Arco do Triunfo é acessível até certo ponto mas, para se chegar ao terraço no topo, é preciso subir uma escada estreita e íngreme. O salão principal da Catedral de Notre Dame é acessível mas não as suas torres.

– Alguns museus e monumentos acessíveis: Museu do Louvre, Museu d’Orsay, Centro Pompidou, Museu do Quai Branly, Torre Eiffel, Sainte Chapelle, Opéras Garnier e Bastille, Cité de la Musique, Cité des sciences et de l’industrie, Palais Galliera – Museu da Moda, Palais de Tokyo, Instituto do Mundo Árabe, Fundação Louis Vuitton, Fundação Cartier, Pinacoteca de Paris, Basílica da Sacré Coeur de Montmartre, Museu Nacional de História Natural (Galeries de Paléontologie et d’Anatomie Comparée, Grande Galerie de l’Evolution e Galerie des Enfants), Invalides (o Museu das Forças Armadas sim, a tumba de Napoleão não), Museu Rodin (térreo, jardins, café e auditório), Versailles.

– Alguns museus e monumentos não acessíveis: as torres da Notre Dame, Conciergerie, Panteão, Museu Cluny.

– Na maioria desses locais as pessoas com algum tipo de deficiência tem prioridade e gratuidade na entrada (assim como o seu acompanhante). É aconselhável pesquisar no site do museu ou monumento a política do local com relação a isso. Como justificativa, pode ser exigido um documento oficial brasileiro ou um laudo médico assinado e carimbado, com menos de 3 meses, escrito em francês ou inglês. Alguns museus, como o Louvre, oferecem cadeiras de rodas. Copiamos aqui o comentário deixado abaixo pelo leitor Leonardo Baiochi: “[…] entramos no Louvre sem pagar nada, ou seja, gratuidade para PNE e seu acompanhante desde que apresente o cartão de identificação brasileiro (aquele utilizado para estacionamento em vagas reservadas); quase todos os pontos turísticos oferecem descontos/acesso prioritário ao PNE que se identificar com cartão”.

– A região de Montmartre é bastante íngreme e com muitas escadarias nas ruas. Para chegar até a Sacré Coeur existe o funicular.

Passeios:

– Alguns passeios como o Mont Saint Michel e as caves de champanhe em Reims não são acessíveis (algumas exceções são a Veuve Clicquot e a Ruinart).

– Na empresa Paris City Vision é possível fazer as excursões desde que a pessoa esteja com um acompanhante e utilize cadeira dobrável. Antes de reservar os passeios é preciso entrar em contato com a empresa.

Hotéis:

– Grande parte dos hotéis parisienses estão instalados em antigos prédios cujos elevadores são pequenos (não entraria uma cadeira de rodas) e os corredores, quartos e banheiros apertados. Uma boa opção são os hotéis das grandes cadeias hoteleiras como Ibis e Mercure, cujos prédios são mais novos, maiores e mais bem adaptados (clique aqui e veja nossas dicas de hotéis Ibis bem localizados em Paris). Outra opção são os hotéis 5 estrelas e os hotéis palácio, com grandes e banheiros grandes e generosos… No site dos hotéis há indicação se eles possuem quartos acessíveis e adaptados. Clique aqui e pesquise no Booking, site de reservas de hotéis, opções de hotéis adapatados.

Aluguel de cadeira de rodas:

– As farmácias costumam alugar cadeiras de rodas. Nesse site há uma lista de locais em Paris e arredores (os endereços em Paris têm o CEP começando pelo número 75). É preciso deixar caução.

Caso algum leitor queira deixar um comentário contando a sua experiência parisiense, fique à vontade.


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.