O Museu des Invalides em Paris

A- A+

Talvez por ser menina, eu não tenho grande (nenhum) interesse por guerras, batalhas, armas e similares. Por esse motivo, nunca tinha me animado a visitar o Musée de l’Armée (Museu das Forças Armadas), mais conhecido como Museu des Invalides.

Quando meu filho Mateus esteve comigo em Paris, resolvi deixar meu preconceito de lado e levar o menino para conhecer as histórias das guerras francesas (e do mundo). Passamos uma tarde inteira no museu (até fechar!) e saímos os dois contrariados porque não conseguimos ver tudo. Resumo: o museu é maravilhoso, imperdível mesmo para aqueles que como eu acham que um quadro de Picasso ou as esculturas de Rodin são muito mais interessantes do que armaduras e canhões.

Esplanada do Museus des Invalides em Paris

A esplanada e a fachada do Museus des Invalides em Paris

Começamos a visita pelos impressionantes salões das armaduras. Imagine centenas e centenas de armaduras, das diferentes épocas, de diferentes guerras, de diversos países, de reis, de soldados e de cavalos…

Musée des Invalides em Paris

As armaduras de soldados, no Musée des Invalides em Paris

Em seguida, passamos pelas armas para delírio do Mateus: espadas, punhais, espingardas, canhões, revolveres etc. O que mais me impressionou foi a riqueza da decoração das armas antigas. Enquanto hoje as armas são apenas o que são (armas para matar), antigamente eram objetos pessoais ornamentados com tanto cuidado que mais pareciam amuletos da sorte.

Armas expostas no Musée des Invalides, em Paris

Arma preferida do Mateus: revolver e machado ao mesmo temo. Repare no punhal em marfim.

Seguimos para as alas da primeira e da segunda guerra mundial, que é um banho de história para a meninada.

Em seguida, visitamos as guerras de Louis XIV a Napoleão III. Os uniformes são incríveis, mais uma vez fiquei de boca aberta com a beleza e a riqueza dos detalhes das roupas e ornamentos.

Detalhe dos ornamentos

O mais divertido foi encontrar o cavalo branco de Napoleão empalhado.

Cavalo branco de Napoleão no Musée des Invalides

Que cor era o cavalo branco de Napoleão?

E ainda tem o famoso do túmulo do Napoleão, que fica embaixo de um lindo domo pintado.

O domo da Igreja onde ficam as tumbas de Napoleão e outros combatentes de guerra

O domo da Igreja onde ficam as tumbas de Napoleão e outros combatentes de guerra

Musée de l’Armé (Hotel National des Invalides)129 rue de Grenelle, 75007. Aberto todos os dias. De 01 de abril a 31 de outubro: de 10h às 18h. De 01 de novembro a 31 de março: das 10h às 17h. Ingresso: 11€, clique aqui para comprar o seu.


PCCConheça o guia Paris com Crianças, escrito por Adélia Lundberg com dicas do Conexão Paris. À venda no site de passeios e serviços Minha Viagem Paris.

 

 

 


Conheça os apartamentos para alugar nos Invalides da À La Parisienne, empresa parceira do Conexão Paris para aluguel de apartamentos em Paris.

Publicidade


Vai para Paris? Reserve sua passagem no site oficial da Air France - o melhor preço para mais de 900 destinos em todo o mundo.
O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

100 pitacos, participe desta conversa

  1. […] jardins, pátios e dentro do Museu dos Invalides os músicos do exército farão várias pequenas apresentações tocando músicas militares e […]

  2. Camila disse:

    Oi boa-noite! Conseguiria me informar por gentileza se o museum pass da direito ao Lê invalides?

  3. Mércia Cidrack disse:

    Olá, bom dia!
    Você saberia me informar se com o Paris Pass eu tenho direito a entrar nesse museu?

  4. Rubia Gouveia disse:

    Fui ao Invalides em 2012 e, ao sair do museu, estavam no pátio homens do exército, marinha e aeronáutica, fazendo uma linda apresentação, e finalizaram com o hino da França, La Marsellaise. Foi de arrepiar! E foi pura sorte estar lá naquele momento. Agora voltarei lá e pesquisei muito sobre dias e horários dessas apresentações, mas não achei nada… Alguém poderia me ajudar, ou sabe onde encontro essa informação?

  5. Thiago Julião Paiva disse:

    Procede a informação de que ele fica aberto, às terças-feiras, até as 21h? Eu vi a informação no sítio, agora, fiquei em dúvida se se refere à alguma parte do museu em específico ou se seria ele em sua integralidade.

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Thiago, segundo o site oficial do museu, somente a Igreja do Dôme (a tumba de Napoleão), o departamento moderno (há também um departamento antigo) e a exposição temporária ficam abertos às terças-feiras (de abril a setembro) até às 21:00.

  6. […] apreciando as luzes e a noite.  Do outro lado do Campo de Marte, jardim na frente da Torre, fica o Hôtel des Invalides. Lá estão um museu maravilhoso sobre a história da França e o túmulo de Napoleão (quem quiser […]

  7. Bonand disse:

    Olá pessoal, eu só queria confirmar, posso comprar o ingresso na hora?

  8. PAULA disse:

    Obrigada pela dica. Já entrei no site da FNAC e fiz a compra. pagando mais 0,50 euros consegui imprimir em casa. Abraços . Paula

  9. PAULA disse:

    OLÁ, LI EM UM COMENTÁRIO ANTERIOR QUE POSSO COMPRAR O INGRESSO COM ANTECEDÊNCIA PARA ESSE MUSEU E NÃO A NECESSIDADE DE MARCAR O DIA. QUAL SERIA O SITE? OUTRA DÚVIDA, NÃO HÁ GRATUIDADE PARA MENORES DE 18 ANOS?
    MUITO OBRIGADO!

    • Rodrigo Lavalle disse:

      Paula, compre no site da loja FNAC mas você terá que ir até uma loja física em Paris para retirar o ingresso. Menores de 18 anos não pagam ingresso.

  10. Érico disse:

    O Musée de L’Armée pode não ser gratuito no 1º domingo, mas é gratuito no dia 14 de julho.
    DESCONFIO que possa ser também no dia 8 de maio…
    Atenção para a entrada, que é “por trás” (Avenue de Tourville). O metro Invalides fica bem longe, use o La Tour-Mauburg ou Varennes.

  11. Carla Nogueira disse:

    Bom dia Rodrigo! Esse museu também tem gratuidade no 1º domingo?
    obrigada

  12. Jurema disse:

    Visitei Les Invalides com o meu marido em outubro passado. Gostei muito. Conhecer as guerras que a França participou é conhecer um pouco da historia do mundo. Vale a pena visitar tb a Igreja Des Invalides.

Próximos 20 comentários Aguarde, carregando novos comentários

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.