O Museu Picasso reabriu oficialmente suas portas no dia 25 de outubro de 2014 depois de quase 5 anos de reformas, brigas, embargos e dificuldades. O prédio onde ele funciona, o Hôtel Salé, foi construído entre 1656 et 1659 por Pierre Aubert, um coletor da gabelle, um imposto antigo sobre o sal. Daí vem o nome do prédio: “salé” significa salgado em francês.

O Hôtel Salé onde funciona o Museu Picasso (foto retirado do site Art/ctualité)

O Hôtel Salé onde funciona o Museu Picasso (foto retirado do site Art/ctualité)

A primeira versão do museu foi inaugurada em 1985 e, também naquela época, foram necessários 6 anos para transformar o prédio original em um local adequado para abrigar e exibir as obras de arte, além de receber grandes grupos de visitantes.

A imponente escadaria principal

A imponente escadaria principal

O museu atual é bem grande em área e em acervo, é preciso ter paciência. São mais de 5.000 obras cobrindo todas as fases de Picasso, além de milhares de peças de arquivo: esboços, documentos e registros fotográficos do pintor e de sua atividade artística. Tudo isso foi passado ao estado francês pelos herdeiros de Picasso nos anos 70 como dação.

Painel na entrada do museu com fotos de Picasso.

Painel na entrada do museu com fotos de Picasso.

O subsolo tem um tom didático e foca nos ateliers de Picasso e no seu processo criativo. Não deixem de ver a série de fotos mostrando a evolução da pintura do quadro Guernica e a desconstrução que Picasso fez na figura do touro.

A partir do térreo e até o segundo andar o percurso é cronológico e podemos ver a evolução das fases e do estilo do pintor. Várias obras iniciais ainda seguiam o contexto das artes da época e outras apresentam influências de diversos pintores famosos.

Uma das obras mais impactantes: Massacre en Corée.

Uma das obras mais impactantes: Massacre en Corée.

No terceiro e último andar ficam as obras de grandes mestres da pintura que faziam parte de coleção particular de Picasso. São quadros de Cézanne, Gauguin, Matisse, Renoir, Braque, Modigliani, Miró, etc e desenhos de Degas, Chirico e Giacometti. Algumas obras do próprio Picasso estão também expostas aqui, como forma de comparação.

No museu há também um café que, apesar de pequeno, possui um terraço super agradável que se debruça sobre o pátio de entrada do museu. O ideal é ir em um dia de sol.

Terraço do café do museu e o pátio de entrada.

Terraço do café do museu e o pátio de entrada.

Eu visitei o museu em um domingo do mês de fevereiro e fiquei por volta de 35 minutos na fila. O aconselhável é comprar o ingresso com antecedência no site do museu. Em determinados dias, mesmo já tendo ingresso, a fila para entrar pode demorar 1 hora.

Bilheteria

Bilheteria

Musée National Picasso: 5 rue de Thorigny, 75003. Metrô Saint Sébastien – Froissart na linha 8. Aberto de terça a sexta de 11:00 as 18:00 e sábado e domingo de 09:30 a 18:00. Preço: 11€.

Clique aqui para comprar seu ingresso com acesso prioritário ao Museu Picasso.


museu PicassoAcesse o site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.

 


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.