21 de dezembro é o dia mais curto do ano. A partir do dia 22, os dias começam a se alongar, e, diariamente, ganhamos alguns minutos a mais de luz.
O auge deste processo é o dia 21 de junho, o dia mais longo do ano.

Entre o frio e a “falta” de luminosidade, não é fácil manter o bom humor durante todo o inverno. Sobretudo após o turbilhão das festas de fim de ano e o retorno da rotina.

Um dos grandes segredos é continuar a prática do esporte, mesmo no frio. A solução é transpirar para liberar endorfina.

Senão, com toda a certeza, os europeus, sobretudo os dos países do norte da Europa, são acometidos do blues do inverno. A depressão hibernal provocada pela falta da luz. Muitos recorrem à luminoterapia, mas não sei se realmente é eficaz.

O vídeo, o pôr do sol na Praça de la Concorde foi feito às 17h.