Há tempos atrás escrevi um artigo sobre os cabarés de Paris onde dizia que para nós, brasileiros, os espetáculos do Moulin Rouge e Lido não nos provocam emoções fortes. Acostumados com os desfiles das nossas escolas de samba precisamos de algo mais para nos distrairmos.

Por outras razões, os parisienses também não frequentam estes dois endereços mundialmente conhecidos. Os considerando turísticos demais, circenses demais, meus amigos não fazem o esforço do deslocamento até o Champs Elysées ou Montmartre. Mas, surpresa, o Crazy Horse está fora deste julgamento.

Desirs de Crasy Horse

Desirs de Crasy Horse

Paris possui um excelente coreógrafo chamado Philippe Decouflé e, desde 2009, ele é responsável pela espetáculo do Crazy Horse. São quatro anos de sucesso com números impecáveis, sempre vistos e corrigidos por Decouflé.

Criar um espetáculo para cabaré não é fácil, imagino. Decouflé soube renovar os códigos do strip-tease, dosar o erotismo e agradar um público mais exigente. De espetáculos kitchs ou bregas assistimos, hoje, uma coreaografia bonita e muito bem dominada por dançarinas maravilhosas do Crazy Horse.

Crazy Horse : espetáculo Désirs.  12, avenue George-V, Paris 75008.