Entre as lendas e mitos parisienses, alguns se relacionam com a Ópera Garnier.

O fato da Garnier ser a décima terceira ópera construída em Paris contribuiu para o aparecimento de superstições e lendas em torno do monumento. Um acidente mortal ocorrido em 1896 soltou ainda mais as imaginações. Neste ano, no dia 20 de maio,  o contrapeso do enorme lustre da sala da Ópera se quebrou durante um espetáculo atingindo a pessoa que se encontrava na poltrona numero 13. Durante algum tempo comentários falaram da maldição, de barulhos e sussurros nos corredores dos camarins.

Este fato foi, provavelmente, a fonte de inspiração de Gaston Leroux para seu famoso livro O Fantasma da Opera”.

A Garnier também está ligada ao mito da existência de um lago subterrâneo em Paris.

O solo desta região é muito úmido e, durante a sua construção, para canalizar a umidade e evitar infiltrações uma enorme “piscina” foi construida debaixo do palco da Ópera. Até hoje técnicos fazem uma vistoria, de barco, das estruturas deste reservatório. Peixes – carpas – residem neste endereço prestigioso e são bem alimentados pelos funcionários que aí trabalham. Eles são a prova que a qualidade  da água é boa.

Quando entrar na Garnier deixe sua imaginação vagar entre acidentes mortais, fantasmas e peixes termômetros da qualidade da água do lago que se encontra debaixo da sua cadeira.

Você pode encontrar o DVD do Fantasma da Ópera na Amazon.

Conheça os apartamentos para alugar na região da Opéra da À La Parisienne, empresa parceira do Conexão Paris para aluguel de apartamentos em Paris.