Há quase um mês a fachada de uma das lojas da marca Céline amanheceu pixada com a palavra ‘SK8’ (abreviação para skate). O autor foi o grafiteiro/artista/contestador parisiense Kidult que, pelo que dizem, quis protestar contra o uso (exploração) da cultura do skate na última campanha pubicitária da marca.

Na campanha a modelo Daria Werbowy aparece segurando um skate.

Kidult é bem conhecido em Paris. Ao andar pelas ruas da cidade vemos seu nome escrito em vários paredes, invariavelmente em tinta rosa fluor. Ele já havia feito pixações semelhantes por motivos semelhantes nas fachadas de várias outras lojas (Hermès, Colette, Louis Vuitton, agnès b., Kenzo, YSL) e até mesmo em uma loja da marca de skatewear Supreme, em Nova York.

Em algumas ocasiões, para completar o processo, ele faz camisetas com as fotos das fachadas vandalizadas e as vende em seu site. No caso da Colette ele chegou a distribuir as camisetas em frente à loja algum tempo depois. Ele utiliza as vitrines dessas lojas como vitrine para o seu próprio trabalho-protesto e aproveita do poder de sedução e de marketing das grandes marcas para se tornar conhecido.

The Underbelly Project

Com os mesmos objetivos que Kidult (lutar contra a comercialização capitalista) mas usando táticas diferentes, o projeto “The Underbelly Project” criou uma exposição de grafites feitos em uma estação de metrô abandonada nos subterrâneos do Brooklyn. A exposição só pôde ser vista através de fotos postadas na internet. Os grafites foram feitos clandestinamente por 103 artistas, de várias partes do mundo, que tinham como objetivo a expressão de sua arte e o prazer de realizá-la.

Um evento semelhante, mas em menor escala, aconteceu aqui em Paris no fim de novembro onde 10 artistas pintaram uma estação de metrô abandonada. Fotos dos grafites parisienses foram apresentadas na feira Art Basel Miami que aconteceu no início de dezembro. Além disso, um livro edição limitada para colecionadores será lançado e até uma noite de autógrafos com os artistas será feita.

Na realidade, parte da street art surge como um movimento de contestação do funcionamento do mercado e acaba (sem contestações desta vez) integrada no fluxo normal de comercialização das obras.

Vejam os vídeos abaixo, eles são interessantes.

Vídeo dos artistas americanos no metrô de Paris.

Vídeo do artista francês “grafitando” as fachadas das grandes marcas em Paris.

Lembrando que o site Meia Noite em Paris oferece um tour em Paris focado na street art. Para mais informações clique aqui e acesse o site.

Leia também:


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.