Antes falávamos dos quartos de hotéis alugados das “5 às 7”. Depois o fenômeno passou a se chamar “day-use”.

Antes as pessoas telefonavam timidamente e com muito cuidado indagavam se o hotel poderia alugar quartos por hora. Depois todos os palácios e bons hotéis descobriram esta possibilidade e o “5 à 7” mudou de nome e saiu da cladestinidade.

Os hotéis parisienses descobriram que a velha fórmula do motel brasileiro é um excelente negócio. As camareiras preparam um quarto em uma hora. Se ele é liberado às 19h, o hotel o reserva de novo para o mesmo dia. O  Hotel Meurice propunha 450 euros  um quarto reservado das 17 às 20 horas. E o Hyatt Vendôme 530 euros para o mesmo período. Os amores clandestinos em Paris custavam caro.

Para solucionar este problema Thierry Coste se associou a outros empresários da área hotelaria  e juntos criaram um site chamado Dayuse-hotels.com. Na home page a espressão “dayuse” vem acompanhada pela palavra “discrição”. Um site que oferece uma seleção de hotéis – de todas as categorias – que reservam também por hora.

A França acabou de entrar na era dos motéis.

Mas nada impede que os turistas em trânsito ou expulsos dos seus hotéis cedo demais utilizem este site para um verdadeiro descanso.

Para a lista de hotéis que participam da proposta do Dayuse  cliquem aqui.