Vejam abaixo o artigo que Augusto Takaschima escreveu  para o Conexão Paris.


O Parque do Asterix comemorou vinte anos em 2009. Assim como os gauleses resistiram aos romanos, o parque luta contra a invasão estrangeira de Disney com a força de Obelix e a magia da poção do Druida.

Para quem já visitou a Disney de Orlando e pensa em visitar um parque em Paris talvez esta seja a oportunidade de conhecer um com sotaque francês.

O primeiro passo é a compra de ingresso. Se você já programou a data de sua visita é possível comprar o seu pela internet e imprimi-lo em casa. O custo é de 25 euros. Atenção, exige-se uma antecedência de sete dias. Comprar o ticket no próprio parque no dia da visita custa 39 euros para adultos (acima de doze anos) e 25 euros para crianças.

A primeira etapa é chegar ao parque. Pegue o RER B3 na Gare du Nord em direção ao aeroporto Charles de Gaulle. Pare no terminal 1 do aeroporto. Procure o guichê do próprio parque e compre o ticket ida e volta do transfer (5.20 euros crianças e 6.90 euros adultos). Os ônibus saem de meia em meia hora a partir das 9h até as 19h. Esta foi a forma que escolhi para ir com a minha família ao parque. O ônibus é muito confortável e o trajeto não é longo. Outra maneira é pegar o shuttle direto  do Carrousel do Louvre. Maiores informações, consultem o site www.parcasterix.fr

O parque é dividido em cinco partes: a Gália, o Império Romano, a Grécia, os Vikings e uma viagem no tempo. A ambientação é mais austera que a Disney mas todos os personagens dos quadrinhos estão lá: Asterix, Obelix, Ideafix, César, romanos, egípcios, Cleópatra.


O parque atende bem os adeptos de atrações radicais. A montanha russa de madeira localizada na Grécia (tonerre de Zeus) tem uma queda de 30 metros de altura. É de arrepiar cabelo de careca. Há brinquedos que simulam rios e cachoeiras. Aconselho levar capas plásticas, pois a chance de se molhar é grande.

De uma maneira geral, recomenda o passeio para famílias com crianças e adolescentes, bem como os adeptos de parques temáticos.

Os comentários de todos aqueles que já conhecem este parque são bem vindos.

Atualização dos autores: Uma maneira confortável e segura de fazer este passeio é através do parceiro que recomendamos, os ônibus ParisCityVision. Veja informações aqui.

Fotos: Augusto e site do parque.


PCCConheça o guia Paris com Crianças, escrito por Adélia Lundberg com dicas do Conexão Paris. À venda na nossa Lojinha.