Cento e setenta pinturas, esculturas e desenhos de Giorgio de Chirico – 1888-1978 – estão no Musée de l’Art Moderne de la Ville de Paris. A exposição se chama La Fabrique des Rêves – A Fábrica de sonhos.  De Chirico, inventor da pintura metafísica, trabalhou o onirismo com dimensões proféticas.

Teve um início de carreira fulgurante,  fascinou Picasso e depois caiu na desgraça não obtendo mais os favores da crítica e dos museus. Hoje suas obras valem milhões de dólares e é um dos artistas mais reputados do século XX.

A organização desta exposição foi difícil. Quando a sua cotação caiu os museus pararam de comprar suas telas. Quase todas as suas principais obras estão nas mãos de particulares que recusam ou dificultam o empréstimo. As telas ficarão expostas somente em Paris e não seguirão o circuito normal dos grandes museus internacionais.

A última foto representa uma obra de Giorgio de Chirico que pertence à Coleção do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo.

Musée d’Art Moderne – 11 avenue du Président Wilson – 75016 Paris – metro Alma Marceau ou Iéna. Exposição até o dia 25 de maio 2009.

www.paris.fr