ss11.jpg

O pesquisador se chama Pierre Méneton. Ele trabalha no Instituto Nacional da Saúde e da Pesquisa Médica – Inserm. O artigo que ele publicou se chamava, Escândalo Alimentar: sal, o vício oculto. O artigo apresentava uma foto com uma montanha de sal e a frase, le sel tue – o sal mata – a mesma frase que está em todos os maços de cigarros vendidos na França.

No artigo o pesquisador acusa o Grupo das Salinas da França de manter o público e a mídia desinformados. Ele afirma que as revistas científicas vem publicando artigos sobre o vínculo entre excesso de sal e problemas cardio-vasculares. Que esta informação fica fechada dentro de um círculo restrito de cientistas porque o lobby do sal trabalha no sentido da desinformação.

O cientista foi atacado por difamação e o lobby do sal perdeu o processo.

Toco neste assunto porque a comida brasileira abusa do sal… Nas Gerais, pior ainda com o feijão tropeiro e a linguiça frita.

Cuidado gente. Vai ver que tem lobby do sal aí também.