Notre Dame de Paris: porque e como visitá-la

Notre Dame, foto

Notre Dame, foto Augusto Takaschima

Notre Dame de Paris é passagem obrigatória para todos aqueles que desembarcam aqui pela primeira ou pela décima primeira vez. No exterior, são milhares de detalhes arquitetônicos para descobrir; no interior, esculturas, vitrais, sinos e relíquias para conhecer.

A Notre Dame é uma das mais importantes catedrais da Europa e faz parte da história de Paris desde seus primórdios. A catedral foi o palco de quase todos os fatos importantes da vida de cidade: todos os grandes nomes da história aí se casaram, foram coroados ou velados e os principais eventos foram aí festejados.

Placa ponto zero

Placa ponto zero

A catedral indica o centro geográfico da cidade. Uma pequena placa no solo marca o ponto zero para o cálculo de todas as distâncias. Uma foto com o pezinho no point zero é uma das clássicas do circuito turístico internacional.

Um pouco de história.

Notre Dame, galeria dos reis

Notre Dame, galeria dos reis. Foto Augusto Takaschima

Quando estiverem diante da Notre Dame, a vinte metros do solo, você verá 28 personagens representando os reis da Judéia. Cada estátua mede 3.50m de altura.

Em 1793, durante a Revolução Francesa, todas estas estátuas foram decapitadas. Os revolucionários confundiram os reis da Judéia com os reis da França. Mais tarde, as cabeças  foram redesenhadas e reconstruídas.

Em 1977, durante a construção da sede de um banco na rue Chausée d’Antin – perto das Galeries Lafayette –  os operários descobriram 21 cabeças, todas elas originais. Elas ficaram séculas esquecidas.

As cabeças da Notre Dame no Museu

As cabeças da Notre Dame no Museu Nacional de Cluny. Foto Augusto Takaschima

Hoje, estas cabeças podem ser vistas no Musée National du Moyen Âge de Cluny.

A catedral de Notre Dame de Paris possui uma das mais importantes relíquias da cristandade: os fragmentos da Coroa de espinhos com a qual Cristo foi coroado pelos soldados romanos.

Notre Dame, relíquia coroa de Cristo

Notre Dame, relíquia coroa de Cristo

A história desta relíquia remonta aos evangelhos de São João, na passagem onde ele relata a coroação de Cristo. A veneração desta lembrança da Paixão de Cristo é mencionada à partir do século IV pelos peregrinos que visitavam Jerusalém.

Mais tarde, a relíquia foi transferida para Constantinopla e guardada na capela dos imperadores bizantinos. Em 1238, Louis IX, rei da França, comprou do imperador de Bisâncio a coroa de espinhos. Um ano depois ela chegou em Paris e foi guardada na Notre Dame. Desde 1896 ela está conservada dentro de um tubo de cristal e de ouro. A relíquia é apresentada, aos fiés, a cada primeira sexta feira do mês, às 15h, e na sexta feira santa das 10h às 17h.

Leia o texto sobre as relíquias da catedral e veja as fotos no site oficial da Notre Dame de Paris. Clique aqui.

Emmanuel, Foto Francisco Assis Andrade

Emmanuel, Foto Francisco Assis Andrade

Os sinos da Notre Dame são famosos. Durante a revolução francesa, quase todos eles foram fundidos. O único sobrevivente foi o famoso sino  Emmanuel. Emmanuel pesa 13 toneladas e não toca todos os dias. Desde 1685 seu som anuncia a chegada de datas importantes para os cristãos e também os maiores eventos que caracterizaram nossa história, como por exemplo, o fim das duas guerras mundiais.

Notre Dame, chegada dos novos sinos

Notre Dame, chegada dos novos sinos

Mas Emmanuel não está mais sozinho. Com grande entusiasmo, a catedral inaugurou, o ano passado, um conjunto de sinos idêntico ao existente nos séculos passados.

Concertos e recitais.

Não sei se você já escutou um recital de orgão na Catedral de Notre Dame de Paris. É um programa que vale a pena. O impressionante interior da catedral, a luz externa colocando em relevo os seus maravilhosos vitrais, o silêncio do público aos primeiros acordes de um concerto de música sacra, garanto para você, é um grande momento de emoção.

No site da catedral você encontra o calendário dos concertos. Mas fique sabendo que todas as noites de sábado, a Notre Dame oferece aos fiéis ou melômanos concertos de orgão com grandes organistas intecionalmente conhecidos. A entrada é livre, não existe venda de tickets. A Catedral pede somente uma pequena contribuição a cada visitante.

Saiba também que nas festas religiosas como Natal e Páscoa, a oferta de concertos de música sacra é relevante.

Clique aqui para ter acesso ao programa musical da Notre Dame.

Notre Dame, orgão

Notre Dame, orgão

O orgão foi restaurado recentemente. Após 10 meses de trabalhos, o orgão voltou a funcionar dia 12 de dezembro 2012 para as festas de comemoração dos 850 anos da Catedral.

Vista de Paris da torre da Notre Dame

Vista de Paris da torre da Notre Dame. Foto Luiz Gonzaga

Torres da Notre Dame

A visita à catedral Notre Dame de Paris é gratuita. Mas a visita às suas torres é paga. Vale a pena subir?  Nós achamos que vale muito a pena subir os 422 degraus até o alto das torres. Lá de cima você verá Paris emoldurada pelos diabos desenhados por Viollet-le-Duc.

Vista de Paris da torre. Foto Luiz Gonzaga

Vista de Paris da torre. Foto Luiz Gonzaga

A fila para a compra dos ingressos costuma ser longa. Por isso aconselhamos a compra antecipada dos tickets. Nós os vendemos e basta clicar aqui. Após a compra você os recebe pelo correio.

As torres estão abertas todos os dias da semana. Fechadas no dia 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro. Tarifa: 8.50 euros – reduzida para 18/25 anos: 6.50 euros – gratuita para menores de 18 anos. O Museum Pass dá acesso às torres.

As torres não são acessíveis às pessoas com mobilidade reduzida. Nós temos um artigo sobre os monumentos acessíveis em Paris (leia aqui).

No blog, nós oferecemos uma visita guiada do Marais com guia conferencista (clique aqui). Neste circuito você passa diante da Notre Dame e aprende a ler sua fachada como se fosse história em quadrinhos.

E se você ainda não leu o livro O Corcunda de Notre Dame, leia. Vale a pnea. Nosso artigo sobre este livro é bem interessante (clique aqui).

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

20 pitacos, participe desta conversa

  1. Irene marcelli disse:

    Atraves da Conexao viajo todo mes em ninha mente. Relembro os museus, me atualizo relendo as explicacoes,que as vezes estao adormecidas. Paris esta na minha mente para sempre.Amo Paris toda! A Franca que conheco, historias dos reis, dos museus,catedrais,enfim,fico feliz!!merci.

  2. Cristina Setter disse:

    Na minha opinião, a vista do alto da torre de Notre Dame é uma das mais bonitas de Paris. Visita imperdivel!

  3. Lucia Lebre disse:

    É linda demais! Visitei-a em 2010 e o efeito que ela causou em mim, ainda permance.

  4. Sabrina Nunes disse:

    Vi no site da igreja que nos finais de semana de maio e junho eles fazem um espetáculo com coral (?) e projeção de imagens na fachada da igreja. Infelizmente a informação que encontrei foi do ano passado: http://www.notredamedeparis.fr/spip.php?article1866. Será que vocês teriam como verificar se este tipo de espetáculo ainda está acontecendo? Visito a cidade mês que vem e com certeza algo desse tipo seria imperdível.

    Se a resposta for positiva, #ficaadica para uma postagem.

    Beijos e sucesso!!!

  5. Augusto disse:

    Lina,
    Blog maravilhoso. Sempre bom retornar a Paris mesmo de forma virtual. Toda vez que penso nesta cidade maravilhosa associo ao Conexão.

  6. Anna Cláudia Nantes disse:

    Visitei Notre Dame e foi uma das melhores experiências que tive em Paris. Maravilhoso! Os sinos tocando, os vitrais, a arquitetura. Muito lindo. Vale a visita.

  7. Mauricio Christovão disse:

    Preciso tomar vergonha na cara e encarar os 422 degraus. Sempre dou a desculpa da fila muito grande, mas com a compra antecipada pelo CP, acho que vou ter que subir mesmo… Reparei que as letras “T” e “Z” do PoinT Zero estão mais desgastadas do que as outras. Haja pé de turista!!!

  8. Lucas Valois disse:

    Uma dica legal é chegar lá num domingo cedinho e aproveitar para assistir à missa. Eu, que não sou cristão, cheguei na catedral à tempo de ver a última missa de 2014, que teve direito a canto gregoriano e belissimas palavras do cardeal.

  9. Jacqueline disse:

    Vou me hospedar bem pertinho da Notre-Dame. Bom saber esses detalhes e adorei também que haja aos sábados a apresentação musical. Quanto às torres, não vou mesmo. Como já comentei, recém começo a caminhar depois de uma cirurgia seríssima. Vou viajar de teimosa que sou. E haja fisioterapia, mas subir 422 degraus, não mesmo. E pensar que eu subia todas as noites as escadarias da Sacre-Coeur há três anos.

  10. Luis RT disse:

    De las 5 veces que he estado en París, 4 veces he visitado esta hermosa catedral, ubicada en el corazón de París!

  11. Amanda disse:

    A vista é fascinante. Vale a pena subir cada um dos 422 degraus. Arrisco a dizer que é a melhor vista da cidade.

  12. Juliana disse:

    Lina, imagino que as limitações de um post de blog tornem difícil a compartilhação de muitas informações e peço desculpas se meu comentário pareceu aggressivo ou ríspido. O Conexão Paris me acompanha há 5 anos já, esteja eu em Paris ou não é um prazer ter o trabalho de vocês alegrando o feed!
    Um abraço!

  13. Fátima caldas disse:

    Legal saber q o museupass dar acesso e seria por onde a subida. Porque fica uma fila imensa no lado da Igreja, achava eu que era para comprar o ingresso e subir os 420 degraus . É subida!! Fatima

  14. Cristina Lima disse:

    Primeiro gostaria de agradecer pelas dicas, é a segunda vez que vou a Paris e da 1ª vez suas dicas já ajudaram muito. Quando fui da primeira vez não consegui subir na torre pq estava em manutenção ou algo assim. Dessa vez vou sem dúvida. Sabe me dizer se tem algum horário que é mais tranquilo? Vou na segunda semana de maio. Obrigada!!!

  15. Vera disse:

    Para visitar esta maravilha tem que ir sabendo que não é fácil entrar no interior da catedral. Mais complicado é chegar até a torre. Porém vale apena. São lembranças que levamos para o resto de nossa vida. É passagem obrigatória para quem visita Paris.

  16. Ivan Souza disse:

    Muito bom; ótimas informações ;vou guardar para uma futura visita à catedral! Muito obrigado!

  17. Juliana disse:

    A Notre-Dame é um espetáculo belíssimo, mas o artigo precisa de uma correção: a coroa de espinhos não foi guardada na Notre-Dame. Ela chegou a Paris e quando a capela palatina de Saint-Nicolas foi derrubada para a construção da Sainte-Chapelle em 1239, a coroa (junto com as outras relíquias que foram compradas com ela) foi para Saint-Denis onde ficou até a conclusão da Sainte-Chapelle.

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.