A entrada na Catedral Notre Dame de Paris é gratuita mas para visitar suas torres é preciso comprar um ingresso. Vale a pena pagar para subir os 387 degraus até o alto das torres da Notre Dame? Nós achamos que sim! Veja os motivos no nosso vídeo e artigo.

A Notre Dame de Paris é uma das mais importantes catedrais da Europa e passagem obrigatória para todos aqueles que visitam a cidade, sejam eles católicos ou não. Sua construção, iniciada em 1163, levou quase dois séculos para ser concluída. A igreja fica na Île de Cité e marca não só o centro geográfico de Paris como também o quilômetro zero de todas as rotas do país. Logo em frente à igreja, há uma pequena placa de metal indicando esse POINT ZERO, diz a lenda que tirar uma foto com o pé ali é garantia de retorno a Paris.

torres da notre dame

Notre Dame de Paris (foto: Gilbert Bochenek no Wikimedia)

As torres da Notre Dame

As torres da Notre Dame têm 69 metros de altura e, apesar de parecer, não são idênticas.

Ao subirmos os 387 degraus de sua escadaria passamos pelo famoso sino Emmanuel, que pesa 13 toneladas. Ele é o único sino original da igreja, os outros foram fundidos durante a Revolução Francesa a fim de fabricar canhões para o exército revolucionário. Emmanuel não toca todos os dias, desde 1685 seu som anuncia a chegada de datas importantes para os cristãos (Natal, Páscoa, Pentecostes, Anunciação ou quando o papa morre) e também os maiores eventos de nossa história como, por exemplo, o fim das duas grandes guerras mundiais.

torres da notre dame

O sino Emmanuel (foto: Freedom_Wizard no Wikimedia)

Todo o esforço da subida é recompensado pela belíssima vista 360° de Paris que se tem do terraço panorâmico que liga as duas torres. Como estamos no meio da cidade conseguimos ver a maioria dos prédios e monumentos emblemáticos de Paris.

Lá em cima você vai estar em companhia de 56 quimeras – seres fantásticos e grotescos – que foram desenhadas e adicionadas ao prédio pelo arquiteto Eugène Viollet-le-Duc, responsável pela reforma da igreja entre 1847 e 1864. Essas figuras demoníacas não existiam originalmente e foram incorporadas ao conjunto a fim de evocar uma atmosfera da Idade Média.

torres da notre dame

Uma das esculturas/quimeras de Viollet-le-Duc e a Torre Eiffel ao Fundo (foto: Michael Reeve no Wikimedia)

Outro ser fantástico e grotesco que você corre o risco de encontrar durante a visita às torres da Notre Dame é o famoso Quasímodo, o corcunda de Notre Dame, personagem do livro de mesmo nome escrito por Victor Hugo em 1830. O livro, além se ser uma incrível obra de ficção, conta também um pouco da história da cidade de Paris, sua arquitetura, seu crescimento e desenvolvimento. Leia nosso artigo sobre o livro aqui.

Informações práticas

A fila para a compra dos ingressos costuma ser bem longa, por isso, vale a pena comprá-los antecipadamente. Você pode comprá-los na nossa agência online Minha Viagem Paris, clique aqui.

As torres da Notre Dame estão abertas todos os dias da semana. Fechadas nos dias 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro.

As torres não são acessíveis às pessoas com mobilidade reduzida. Nós temos um artigo sobre os monumentos acessíveis em Paris (leia aqui).

Metrô linha 4, estação Cité.


torres da notre dameAcesse nosso novo site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.