A Ópera Garnier é um monumento dedicado ao espetáculo e um espetáculo em si mesma.

Opera Garnier, teto do Grand Foyer. Foto: Fabrízio Rosa

Opera Garnier, teto do Grand Foyer. Foto: Fabrízio Rosa

Na sua inauguração, em 1875, sua decoração provocou uma pequena revolução. De acordo com a etiqueta da época as senhoras da alta sociedade, nos intervalos, não circulavam pelas salas de espetáculos. Na recém inaugurada Ópera Garnier, do sub-solo onde paravam as carruagens, as damas deveriam ir diretamente para seus camarotes. Alí receberiam convidados e homenagens.

Fascinadas pela riqueza das esculturas e pinturas, elas romperam com a etiqueta e, lideradas pela rainha da Espanha, se misturaram ao público curioso.

Opera Garnier, varanda. Foto Fabrizio Rosa

Opera Garnier, varanda. Foto Fabrizio Rosa

Seu arquiteto foi Charles Garnier e a Ópera seu maior projeto. Ela possui uma arquitetura pitoresca, caracterizada pela abundância de cores. Foi Garnier que introduziu as cores na arquitetura parisiense com mármores de nuances diversas, mosaicos nos solos e abundância de dourado.

Prestem atenção nos mármores, eles são maravilhosos: mámore vermelho da França, azul turqueza da Itália, preto da Bélgica, verde da Suécia, amarelo de Verone. Nesta decoração luxuosa e colorida encontramos também granitos e pedras semi preciosas.

Opera Garnier, estilo Napoleão III. Foto Fabrizio Rosa

Opéra Garnier, estilo Napoleão III. Foto Fabrizio Rosa

Qual o estilo da Opéra Garnier? Dizem que o arquiteto, diante da Imperatriz Eugénie que peguntava – que estilo é este? este estilo não existe, ele não é grego, nem Louis 16, nem mesmo Louis 15 – teria respondido: estilo Napoleão III!
Mas ele deveria ter dito: é o meu estilo.

Opera Garnier, escadarias. Foto: Fabrizio Rosa

Opera Garnier, escadarias. Foto: Fabrizio Rosa

A grande escadaria de Garnier foi pensada para que todos pudessem (e possam ainda) ver e ser vistos. Os inúmeros balcões permitem aos espectadores se exibirem e ao memo tempo observar os que chegam. O público em si mesmo também é um espetáculo.

A sala de espetáculo apesar da cor vermelha dominante, tem uma decoração discreta. Ela possui 25 metros de altura e um lustre central pesando sete toneladas. Ele nunca caiu na cabeça de ninguém, como diz a lenda, mas um contrapeso que o segurava se soltou e esmagou uma senhora sentada na cadeira 13 do quarto balcão. Este acidente inspirou, mais tarde, a obra o Fantasma da Ópera.

Infelizmente não filmamos o teto pintado por Chagall. A família é rigorosa com os direitos autorais.


No Minha Viagem Paris há uma visita guiada em português na qual você vai conhecer não só o prédio da Opéra mas também suas histórias envolvendo nobreza, arte, beleza, opulência, poder e traição. Clique aqui para saber mais sobre a visita guiada e reservar seu lugar.

Vocês também podem visitar a Opéra Garnier como se visita qualquer monumento. O ingresso custa 12 euros. A ópera esta aberta todos os dias das 10 às 17 horas. Clique aqui para comprar o seu ingresso.

Acesse e assine o canal do Conexão Paris no You Tube para acompanhar nossos vídeos semanais com dicas de Paris (clique aqui).

 


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.