Consumir produtos orgânicos (bio, en français) é mais do que uma tendência. É um estilo de vida, uma atitude e, em alguns casos, um culto.

Em Paris, sobretudo nos bairros mais boboizados, é possível levar uma vida bio ao extremo. Hoje, existem dezenas de mercados bio espalhados pela cidade. E mesmo nas grandes redes de supermercado, você consegue encontrar uma grande quantidade de produtos orgânicos.

Mas o verdadeiro parisisiense bio não se limita aos alimentos orgânicos. Os vinhos, claro, são naturais, sem pesticidas e com pouquíssima adição de sulfito (leia aqui nosso artigo sobre eles). Os produtos de limpeza não agridem o meio-ambiente. E assim por diante.

Os cosméticos seguem a tendência com força. Convidamos a Bianca Bigeard, idealizadora do curso Paris Beauty Week, para falar sobre o assunto e nos apresentar as melhores marcas de cosméticos orgânicos.

comesticsBio

Ilustração: Shutterstcok

  • Desde quando surgiu essa onda de cosméticos bio?

Até pouco tempo atrás, os cosméticos orgânicos só podiam ser encontrados em farmácias ou em lojas de produtos dietéticos meio esotéricas.

Com a descoberta de que produtos nocivos à saúde eram utilizados nos produtos de beleza, como os parabenos, as pessoas começaram a se interessar pelos produtos naturais, que não levam conservantes, produtos sintéticos, perfumes ou colorantes. Aqui na França, houve um grande boom e, a partir de 2005, começaram a surgir os selos de garantia.

  • Qual é a diferença entre os cosméticos naturais e os orgânicos?

Os cosméticos naturais não devem conter aditivos químicos em sua composição, tendo 95% de matérias primas naturais; os outros 5% podem ser constituídos por substâncias sintéticas permitidas para os cosméticos naturais.

Os cosméticos orgânicos devem possuir, no mínimo, 95% de matérias primas certificadas como orgânicas e os 5% restantes podem ser compostos por água e por outras matérias primas naturais.

Um cosmético natural não é necessáriamente orgânico, porém quando o produto é orgânico sempre será natural.

Para ter certeza que um cosmético é natural e orgânico, verifique os selos dos produtos. Os principais são:

– O selo europeu BDHI;

– E o francês Ecocert, emitito pelo órgão de estado francês de controle e cerificação de produtos orgânicos

  • Mas vale a pena comprar? Os produtos, além de não serem nocivos para a saúde, são eficazes no cuidado da pele?

Hoje temos marcas excelentes que oferecem ótimos resultados para diversos tratamentos faciais e corporais. Algumas marcas e produtos que gosto particularmente são:

– Phyt’s: maquiagem e creme para área dos olhos

Phits

Ymalia: a bruma micelar

Ymalia

– Sanoflore: creme para o corpo

– Melvita: os sérums

– Patyka: os produtos para banho e as máscaras

– Florame: os xampus

Absolution: o creme de dia

absolution

Bio Honoré des Près: os perfumes

Muitas dessas marcas estão inseridas no segmento de cosméticos de luxo, em concorrência direta com as grandes marcas tradicionais de beleza, e são consideradas a nova tendência da cosmética.

  • Onde encontrar cosméticos orgânicos em Paris?

A maioria dos produtos acima pode ser comprado online, no site das próprias marca.

Em Paris, a loja Oh My Cream! vende algumas marcas de cosméticos orgânicos (3 Rue de Tournon, 75006).

As farmácias também vendem algumas marcas como, por exemplo, os xampus Florame e os cremes Sanoflore.

E, para quem quer fabricar seus próprios produtos orgânicos, existe até mesmo um site onde você pode comprar todos os ingredientes para criar seu arsenal de cremes personalizados: Centifolia Bio.

parisBeautyWeek

Para mais informações o curso Paris Beauty Week: cinco dias em Paris inteiramente dedicados aos segredos da beleza à francesa, clique aqui e acesse nosso novo site Minha Viagem a Paris. Nele você vai descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.

Leia também: